A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

BRASIL ACESSÍVEL Programa Brasileiro de Acessibilidade Urbana.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "BRASIL ACESSÍVEL Programa Brasileiro de Acessibilidade Urbana."— Transcrição da apresentação:

1 BRASIL ACESSÍVEL Programa Brasileiro de Acessibilidade Urbana

2 NOVOS CONCEITOS DA ELIMINAÇÃO DAS BARREIRAS ARQUITETÔNICAS À POLÍTICA DE MOBILIDADE URBANA E INCLUSÃO SOCIAL

3 Abordagem Pessoas com Restrição de Mobilidade possuem necessidades especiais para se deslocar pela cidade, em função da idade, estado de saúde, estatura etc. Pessoas Com Deficiência Física, Mental, Sensorial, Orgânica e Múltipla

4 Acessibilidade Acessibilidade: medida mais direta dos efeitos de um sistema de transporte = facilidade de se atingir os destinos desejados

5 Desafios da Política de Mobilidade para PRM e PCD Garantir a acessibilidade Equiparar oportunidades Garantir o exercício de direitos fundamentais Deflagrar processo irreversível de inclusão social Estimular a organização das PCD Aplicar/aperfeiçoar a Legislação

6 Desafios da Política de Mobilidade para PRM e PCD Sensibilizar e conscientizar a comunidade sobre o assunto Desenvolver projetos em parceria Elaborar Política Pública Adequar Ambientes Implantar Sistemas de Transporte Acessíveis Desenvolver Tecnologia

7 Programa Brasil Acessível Resultado de um processo de discussão com a sociedade civil Reúne várias experiências Objetivo: Fomento de programas locais de acessibilidade: público alvo são os governos municipais e estaduais Atua sobre o espaço urbano : Mobilidade Urbana

8 Programa Brasil Acessível Busca uma Política Nacional Considera o acesso universal ao espaço público Está inserido no conceito de Mobilidade Urbana para uma cidade sustentável É resposta do MCidades às diretrizes aprovadas na Conferência das Cidades

9 Programa Brasil Acessível 1- Capacitação de Pessoal 2- Eliminação de barreiras arquitetônicas 3- Sistemas de transportes acessíveis 4- Difusão do conceito de desenho universal 5- Estímulo ao desenvolvimento tecnológico 6- Estímulo à integração das ações de Governo 7- Sensibilização da sociedade 8- Estímulo à organização das PCD

10 Instrumentos para Implementação 1- Publicação de material informativo e de capacitação 2- Realização de Seminários 3- Edição de normas e diretrizes 4- Realização e fomento de pesquisas 5- Implantação de banco de dados 6- Fomento à implementação Programas Municipais de Mobilidade ( planejamento, implementação e avaliação dos resultados) 7- Criação de novas fontes de financiamento 8- Premiação das Boas Políticas

11 Etapas de Implementação Local Etapa 1 Realização de diagnóstico Etapa 2 Capacitação de pessoal Elaboração de Plano Diretor de Mobilidade Etapa 3 Elaboração de projetos executivos e realização das intervenções

12 Fatores que devem ser considerados Diversidade local (porte, incidência) Realidade dos Orçamentos Nível de conhecimento Organização social Nível de interesse

13 Publicações Caderno 1 Atendimento Adequado às PCD Profissionais do transporte público e prefeituras condutores do transporte coletivo, cobradores, taxistas, transporte escolar Conteúdo Conceito de deficiência, atuação adequada junto às pessoas

14 Publicações Caderno 2 Construindo a Cidade Acessível Orientação aos gestores e profissionais da área para elaboração e implementação de projetos Enfoque nas áreas públicas de circulação e as necessidades dos pedestres com ênfase nas pessoas com deficiência e idosos

15 Publicações Conteúdo – Caderno 2 Parte 1 Diagnóstico a cidade real, a construção de barreiras, desenho universal, Estatuto das Cidades Parte 2 Construindo a Cidade Acessível calçadas (dimensão, pisos, mobiliário etc) travessia de pedestres (critérios, sinalização tratamento de locais especiais etc)

16 Publicações Caderno 3 Implementação do Decreto 5296/04 Caderno 4 Implantação de políticas municipais de acessibilidade Caderno 5 Implantação de sistemas de transporte acessíveis Caderno 6 Boas Práticas

17 Ensino da Acessibilidade - Proposta para debate Ações para alunos, docentes e instituições de ensino Alunos: Distribuição da Coleção Brasil Acessível Docentes: Caderno 7 Ensino da Acessibilidade Público: Docentes dos Cursos de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil e Tecnologia Instituições: Núcleos de Acessibilidade e Extensão

18 Ensino da Acessibilidade - Proposta para debate Processo de elaboração do Caderno 7: Elaboração de texto de referência (ABEA / SEMOB) Realização de 8 Encontros Regionais com Coordenadores de Curso de AU Consolidação do texto e publicação

19 Contatos Renato Boareto Diretor de Mobilidade Urbana (61)


Carregar ppt "BRASIL ACESSÍVEL Programa Brasileiro de Acessibilidade Urbana."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google