A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A perfuração de um poço é realizada através de uma sonda rotativa. Veremos os detalhes da cada peça e funcionamento do conjunto dessa sonda de perfuração.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A perfuração de um poço é realizada através de uma sonda rotativa. Veremos os detalhes da cada peça e funcionamento do conjunto dessa sonda de perfuração."— Transcrição da apresentação:

1

2 A perfuração de um poço é realizada através de uma sonda rotativa. Veremos os detalhes da cada peça e funcionamento do conjunto dessa sonda de perfuração.

3

4 Bloco de coroamento

5

6 É um conjunto estacionário de 4 a 7 polias montadas em linha num eixo suportado por dois mancais de deslizamento, localizado na parte superior da torre. O bloco suporta todas as cargas que lhe são transmitidas pelo cabo de perfuração.

7

8 Cabos de aço ou de perfuração

9

10 É um cabo de aço trançado em torno de um núcleo ou alma, sendo que cada trança é formada por diversos fios de pequeno diâmetro de aço especial. O cabo proveniente do carretel é passado e fixado em uma âncora situada próxima à torre, onde se encontra um sensor para medir a tensão do cabo, a qual está relacionada com o peso total sustentado pelo guincho.

11 Cabos de aço ou de perfuração Os cabos de aço apresentam diversas construções. A construção do cabo é determinada pelo número de pernas que o compõe e pelo número de fios de cada perna.

12

13

14 Os cabos de aço devem ser substituídos quando: 1. Os arames rompidos visíveis no trecho mais prejudicado atingirem os seguintes limites: 06 fios rompidos em um passo ou 03 fios rompidos em uma única perna; 2. Aparecer corrosão acentuada; 3. Os arames externos desgastarem mais que 1/3 do seu diâmetro original; 4. O diâmetro do cabo diminuir mais que 5% em relação ao seu diâmetro normal; 5. Aparecerem sinais de danos por alta temperatura no cabo; 6. Aparecerem qualquer distorção no cabo (como dobra, amassamento ou gaiola de passarinho).

15 Passo de um cabo O passo de um cabo é a distância na qual uma perna dá uma volta completa em torno da alma do cabo.

16 Catarina

17

18 Conjunto de polias móvel por onde passa o cabo de perfuração.É movimentado verticalmente no espaço interno do mastro, permitindo a movimentação da coluna de perfuração e de outros equipamentos a serem descidos no poço.

19

20

21 Guincho

22

23 O guincho recebe a energia mecânica necessária para a movimentação de cargas através da transmissão principal.

24

25 Swível ou cabeça de injeção

26

27 É o elemento que separa os elementos rotativos daqueles estacionários na sonda de perfuração. Sendo assim, a parte superior não gira e sua parte inferior deve permitir rotação. O fluído de perfuração é injetado no interior da coluna através da cabeça de injeção. Existem dois sistemas alternativos de aplicação de rotação na broca: top drive e motor de fundo.

28

29

30

31 Top drive A perfuração com um motor conectado no topo da coluna (top drive) elimina o uso da mesa rotativa e do tubo kelly. O sistema top drive permite perfurar poços com altas inclinações ou horizontais

32

33

34

35

36 Motor de fundo É um motor hidráulico tipo turbina ou de deslocamento positivo colocado acima da broca. O giro se dá na parte inferior do motor de fundo, solidário à broca. Assim, esse tipo de equipamento é largamente empregado na perfuração de poços direcionais. Como a coluna de perfuração não gira, o torque imposto a ela é nulo e o seu desgaste fica bastante reduzido.

37

38 Kelly

39

40 O kelly é o elemento que transmite rotação da mesa rotativa à perfuração. O kelly pode ser quadrado ou hexagonal.

41

42 Mesa rotativa

43

44 É o equipamento que transmite rotação à coluna de perfuração e permite o deslizamento do kelly no seu interior. Em certas operações, a mesa rotativa deve suportar o peso da coluna de perfuração.

45

46

47 Outras operações de perfuração

48 Durante a perfuração de um poço de petróleo, são realizadas diversas atividades. Essas atividades são consideradas normais. Entretanto, ocorrem somente em alguns momentos da perfuração. Dentre essas atividades, podemos destacar as seguintes:

49 Manobra Operação composta pela retirada de tubos, por seção, de dentro do poço, para realizar determinada tarefa e posterior retorno das seções de tubo ao poço. É chamada de manobra completa ou simplesmente de manobra, quando toda a coluna é retirada e em seguida reposta no poço. Situação rotineira que exige uma manobra completa é a troca da broca.

50 Quando só se retira a coluna ou só se desce esta, a operação é chamada de meia manobra. Quando se retira a coluna de perfuração só até determinado trecho, normalmente até a sapata do revestimento ou onde a broca atual iniciou a perfuração, para checar as condições do poço, a operação é denominada manobra curta. (vídeo – manobra de perfuração)

51 Circulação Consiste na injeção do fluido de perfuração com o auxílio da bomba de lama para pressurizá-lo e deslocá- lo através das linhas de superfície, tubo bengala,swivel" e interior da coluna até a broca, retornando pelo anular até o "flow line e as peneiras de lama. Essa operação ocorre de forma simultânea à perfuração do poço.

52 Normalmente ao término da perfuração de uma fase do poço, sem avanço nesta, é feita uma circulação de fluido com o objetivo de garantir a limpeza do poço, facilitando a execução das etapas seguintes, que podem ser perfilagem, ou descida do revestimento do poço.

53 Descida do revestimento Após a perfuração do poço de petróleo, é necessário revestir o poço para permitir o controle da produção de hidrocarbonetos e o isolamento de zonas com diferentes fluidos. Para isso, são introduzidos no poço tubos de aço, chamados de revestimento, podendo ser da superfície até o fundo do poço ou em fases isoladas. (vídeo – poço sem revestimento)

54 Cimentação Após a descida do revestimento, é realizada a cimentação do poço, que consiste em bombear um volume calculado de pasta de cimento pelo interior do revestimento até chegar ao final do poço e retornar pelo espaço anular entre o poço e o revestimento. O objetivo da cimentação é garantir maior estabilidade do revestimento, isolar zonas com diferentes fluidos e permitir colocar o poço em produção de forma controlada. (vídeo – revestimento de poços)

55 Perfilagem É uma operação realizada ao término da perfuração do poço ou de determinada fase na qual descem ferramentas específicas para obtenção de informações adicionais sobre as características da formação perfurada. Analisando essas informações, é possível compreender melhor o reservatório e traçar um melhor plano de desenvolvimento do campo. A perfilagem normalmente é realizada em poços exploratórios. (vídeo – perfilagem investigativa)

56 Testemunhagem É outra operação realizada para trazer maiores subsídios para a geologia. É realizada quando se deseja obter uma amostra preservada da formação. Usa-se uma broca especial, chamada coroa, que perfura a formação, preservando um cilindro que é trazido até a superfície para ensaios de permeabilidade, porosidade e análise de fluidos presentes na rocha, etc.

57 Operações especiais

58 São operações não corriqueiras que podem ser necessárias durante a perfuração de um poço de petróleo.

59 Perfuração direcional Ocorre sempre que o poço é desviado propositadamente da vertical, com o objetivo de atingir um alvo situado distante da projeção do poço. Tanto o poço direcional convencional quanto o horizontal e os radiais são direcionais. Os motivos para perfuração direcional são vários. Dentre eles, podemos citar:

60 a) Alvo em baixo de prédios, cidades; b) Alvo no mar próximo à costa; c) Alvo por baixo de domo salino; d) Alvos com posições distintas para serem atingidas pelo mesmo poço; e) Alcance do maior trecho possível de zona produtora. (vídeo – perfuração direcional)

61 Controle de kicks É chamado de kick o ingresso de fluido da formação, seja água, óleo ou gás, no interior do poço. Caso não seja combatido rapidamente, o kick pode levar à perda do controle do poço (blow-out) e, por essa razão, é sempre uma situação indesejada na perfuração de poços de petróleo. Esse assunto será abordado, com profundidade, em módulo específico.

62 Pescaria Sempre que temos queda de objetos ou ruptura de componentes da coluna de trabalho, esse objeto é denominado peixe, e a operação para retornar o poço a sua atividade normal é chamada de pescaria. Trata-se também de uma operação indesejada na perfuração.

63 Teste de formação Quando precisamos ter certeza dos fluidos presentes na formação ou testar as pressões do reservatório ou sua viabilidade econômica, etc., fazemos um teste de formação.

64 Fim!


Carregar ppt "A perfuração de um poço é realizada através de uma sonda rotativa. Veremos os detalhes da cada peça e funcionamento do conjunto dessa sonda de perfuração."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google