A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Proteção Radiológica Raphael de Oliveira Santos. O que é Radioproteção? É uma área da Radiologia dedicada exclusivamente ao estudo de meios e técnicas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Proteção Radiológica Raphael de Oliveira Santos. O que é Radioproteção? É uma área da Radiologia dedicada exclusivamente ao estudo de meios e técnicas."— Transcrição da apresentação:

1 Proteção Radiológica Raphael de Oliveira Santos

2 O que é Radioproteção? É uma área da Radiologia dedicada exclusivamente ao estudo de meios e técnicas para a proteção dos indivíduos contra possíveis efeitos biológicos, indesejados e provenientes da utilização e exposição (ocupacional ou não) à radiações ionizantes, seja na área médica ou industrial.

3 POR QUE DEVO ESTUDAR ESTA DISCIPLINA? ocupacionalmente Preocupação sanitária com os pacientes e indivíduos ocupacionalmente expostos Evitar a não utilização correta de técnicas para proteção por falta de domínio Ciência dos riscos e danos biológicos Não ignorar a própria proteção e a dos indivíduos ao redor.

4 ÓRGÃOS REGULADORES ICRP: A Comissão Internacional de Proteção Radiológica, (International Commission on Radiological Protection), fundada em 1928, tem como objetivo principal fornecer um nível apropriado de proteção para o homem sem prejudicar os benefícios provenientes das práticas que utilizam radiação ionizante.

5 ÓRGÃOS REGULADORES ICRU: A Comissão Internacional de Unidades e Medidas de Radiação (International Commission of Radiation Units and Measurements) regula e fornece unidades de medida para uso em operações com radiações ionizantes tais como: dose absorvida, dose efetiva, dose equivalente, dentre outras.

6 ÓRGÃOS REGULADORES ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Órgão federal que fiscaliza e regulamenta normas técnicas para o uso da radiação e normas técnicas de radioproteção, visando a preservação da saúde. Portaria nº 453, de 1º de junho de 1998 Aprovar o regulamento Técnico "Diretrizes de Proteção Radiológica em radiodiagnóstico médico e odontológico", parte integrante desta portaria, que estabelece os requisitos básicos de proteção radiológica em radiodiagnóstico e disciplina a prática de raios-X para fins diagnósticos e intervencionistas. Portaria nº 453, de 1º de junho de 1998 Resolução - CNS nº 6, de 21 de dezembro de 1988 Aprova as normas técnicas gerais de radioproteção, que com esta baixam, visando a defesa da saúde dos pacientes, indivíduos profissionalmente expostos, e do público em geral, para cumprimento do disposto no art. 9º do Decreto nº de 22 de fevereiro de Resolução - CNS nº 6, de 21 de dezembro de [Fonte: Acesso em 25 abril 2011]

7 ÓRGÃOS REGULADORES CNEN – Comissão Nacional de Energia Nuclear. Órgão Federal que fiscaliza e supervisiona e estabelece normas e regulamentos em radioproteção no que diz respeito à atividade nuclear no Brasil A CNEN é uma autarquia federal criada em 10 de outubro de 1956 e vinculada ao Ministério de Ciência e Tecnologia. Como órgão superior de planejamento, orientação, supervisão e fiscalização, estabelece normas e regulamentos em radioproteção e licencia, fiscaliza e controla a atividade nuclear no Brasil. A CNEN desenvolve ainda pesquisas na utilização de técnicas nucleares em benefício da sociedade. [Fonte: Acesso em 25 Abril 2011]

8 A radioproteção fundamenta-se em três princípios, a saber: JUSTIFICAÇÃO: Consultando ao dicionário: Justificação. sf (lat justificatione) 1 Ato ou efeito de justificar ou de justificar-se. 2 Coisa que justifica ou serve para justificar. 3 Causa, desculpa, fundamento, razão. Justificar. (lat justificare) vtd 1 Declarar justo, demonstrar ou reconhecer a razão de. vtd 2 Demonstrar a boa razão do seu procedimento, provar a sua inocência; reabilitar-se. vtd 3 Explicar com razões plausíveis. vpr 4 Provar que é ou que não podia deixar de ser. vtd 5 Fazer que pareça justo; explicar, fundamentar.

9 Princípio de Justificação Declarar a necessidade necessidade do uso. Mostrar a razão razão de sua utilização. Avaliar Avaliar e perceber casos em que a aplicação das técnicas é excessiva ou desnecessária. Possibilidade de racionalizar racionalizar e produzir imagens aceitáveis aceitáveis com quantidades permissíveis de doses de radiação.

10 Veja na Portaria 453/ A justificação é o princípio básico de proteção radiológica que estabelece que: nenhuma prática ou fonte adscrita adscrita (i.e, escrita ao lado, relacionada) a uma prática deve ser autorizada a menos menos que produza suficiente benefício para o indivíduo exposto ou para a sociedade, de modo a compensar compensar o detrimento que possa ser causado. Resumindo: A prática não é autorizada, somente quando o benefício for maior que o detrimento biológico causado.

11 Veja na Portaria 453/98... Ainda estabelece que... – a)... a exposição médica deve resultar em um benefício real para a saúde saúde do indivíduo e/ou para sociedade, tendo em conta a totalidade dos benefícios potenciais em matéria de diagnóstico ou terapêutica que dela decorram, em comparação com o detrimento que possa ser causado pela radiação ao indivíduo. – b)...a eficácia, os benefícios e riscos de técnicas alternativas disponíveis disponíveis com o mesmo objetivo, mas que envolvam menos ou nenhuma exposição exposição a radiações ionizantes. Resumindo: Resumindo: Devemos avaliar todas as técnicas alternativas possíveis, visando uma que venha a substituir a exposição médica, caso exista alguma outra; ou optar por alguma em que ocorra menos exposição que o convencional, realizando em último caso a exposição convencional.

12 JUSTIFICAÇÃO GENÉRICA E JUSTIFICAÇÃO PRÁTICA Justificação genérica: previamente posteriormente Qualquer nova tecnologia que envolva exposições médicas à radiação devem ser previamente justificadas para, posteriormente, serem aprovadas e adotadas para uso legal. dados significativos conseqüências Os tipos existentes de práticas devem ser revistos sempre que se adquiram novos dados significativos acerca de sua eficácia ou de suas conseqüências. eficácia Resumindo: Existindo controvérsias com relação a eficácia de um determinado exame radiológico, seu uso deve ser revisto, levando em consideração o que já foi falado com relação a técnicas alternativas de obtenção de diagnóstico por imagens. Tudo deve passar pela fiscalização da ICRP, CNEN e/ou ANVISA para preservação da saúde.

13 JUSTIFICAÇÃO GENÉRICA E JUSTIFICAÇÃO PRÁTICA Justificação na prática, na vida real:


Carregar ppt "Proteção Radiológica Raphael de Oliveira Santos. O que é Radioproteção? É uma área da Radiologia dedicada exclusivamente ao estudo de meios e técnicas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google