A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA JOÃO PEDRO MACÊDO. FISIOLOGIA DA GESTANTE SISTEMA RESPIRATÓRIO: SISTEMA RESPIRATÓRIO: GESTANTE: –ELEVAÇÃO DO DIAFRAGMA; – DIÂMETROS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA JOÃO PEDRO MACÊDO. FISIOLOGIA DA GESTANTE SISTEMA RESPIRATÓRIO: SISTEMA RESPIRATÓRIO: GESTANTE: –ELEVAÇÃO DO DIAFRAGMA; – DIÂMETROS."— Transcrição da apresentação:

1 ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA JOÃO PEDRO MACÊDO

2 FISIOLOGIA DA GESTANTE SISTEMA RESPIRATÓRIO: SISTEMA RESPIRATÓRIO: GESTANTE: –ELEVAÇÃO DO DIAFRAGMA; – DIÂMETROS ÂNTERO- POSTERIOR E TRANSVERSO; – INGURGITAMENTO CAPILAR DAS MUCOSAS; – DILATAÇÃO DE VIAS AÉREAS CALIBROSAS E DA COMPLACÊNCIA.

3 FISIOLOGIA DA GESTANTE SISTEMA RESPIRATÓRIO: SISTEMA RESPIRATÓRIO: GESTANTE: – VR, VRE E CRF; – VRI E VC; – HIPERVENTILAÇÃO.

4 FISIOLOGIA DA GESTANTE SISTEMA CARDIOVASCULAR: SISTEMA CARDIOVASCULAR: –DESLOCAMENTO DO CORAÇÃO; –TAQUICARDIA; –HVE E DISFUNÇÕES VALVARES; – VP E VE (ANEMIA DILUCIONAL); – HIPOALBUMINEMIA RELATIVA; – DC, PA* E PRÉ-CARGA. * PODE HAVER AUMENTO OU NÃO HAVER ALTERA ÇÃO.

5 FISIOLOGIA DA GESTANTE APARELHO DIGESTÓRIO: APARELHO DIGESTÓRIO: –DESLOCAMENTO CEFÁLICO DO ESTÔMAGO E INTESTINOS; – DA ACIDEZ E DO VOLUME GÁSTRICO RESIDUAL; – DA MOTILIDADE GASTRINTESTINAL E ESOFÁGICA; – DO VOLUME RESIDUAL DA VESÍCULA BILIAR E DE SEU ESVAZIAMENTO.

6 FISIOLOGIA DA GESTANTE SISTEMA NERVOSO: SISTEMA NERVOSO: – DO LIMIAR DA DOR; – DA SENSIBILIDADE AOS ANESTÉSICOS INALATÓRIOS, VENOSOS E LOCAIS; – INGURGITAMENTO DAS VEIAS PERIDURAIS.

7 FISIOLOGIA DA GESTANTE SISTEMA URINÁRIO: SISTEMA URINÁRIO: –ESTASE URINÁRIA (MAIOR RISCO DE ITU); –AUMENTO DA SECREÇÃO DE ALDOSTERONA.

8 ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA INDICAÇÕES DE CESARIANA: INDICAÇÕES DE CESARIANA: –DISTOCIA; –CESARIANA PRÉVIA; –APRESENTAÇÃO PÉLVICA; –SOFRIMENTO FETAL. *OBS: A ANESTESIA É UMA DAS PRINCIPAIS CAUSAS DE MORTALIDADE MATERNA.

9 ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA ANESTESIA SUBARACNÓIDEA ANESTESIA SUBARACNÓIDEA –VANTAGENS: RÁPIDO INÍCIO DE AÇÃO; RÁPIDO INÍCIO DE AÇÃO; FACILIDADE TÉCNICA; FACILIDADE TÉCNICA; BAIXO ÍNDICE DE FALHAS; BAIXO ÍNDICE DE FALHAS; MÍNIMA EXPOSIÇÃO FETAL À FÁRMACOS DEPRESSORES; MÍNIMA EXPOSIÇÃO FETAL À FÁRMACOS DEPRESSORES; A GESTANTE PERMANECE ACORDADA DURANTE O PROCEDIMENTO. A GESTANTE PERMANECE ACORDADA DURANTE O PROCEDIMENTO.

10 ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA ANESTESIA SUBARACNÓIDEA ANESTESIA SUBARACNÓIDEA –DESVANTAGENS: MAIOR RISCO DE HIPOTENSÃO ARTERIAL; MAIOR RISCO DE HIPOTENSÃO ARTERIAL; CEFALÉIA PÓS-PUNÇÃO. CEFALÉIA PÓS-PUNÇÃO.

11 ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA ANESTESIA SUBARACNÓIDEA ANESTESIA SUBARACNÓIDEA –CONTRA-INDICAÇÕES: RECUSA DA PACIENTE; RECUSA DA PACIENTE; HIPOVOLEMIA; HIPOVOLEMIA; COAGULOPATIAS; COAGULOPATIAS; SEPSE; SEPSE; INFECÇÃO NO SÍTIO DE PUNÇÃO; INFECÇÃO NO SÍTIO DE PUNÇÃO; DOENÇA VALVAR ESTENÓTICA; DOENÇA VALVAR ESTENÓTICA; PIC ELEVADA. PIC ELEVADA.

12 ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA ANESTESIA PERIDURAL ANESTESIA PERIDURAL –VANTAGENS: MENOR RISCO DE HIPOTENSÃO; MENOR RISCO DE HIPOTENSÃO; MELHOR TITULAÇÃO DOS ANESTÉSICOS; MELHOR TITULAÇÃO DOS ANESTÉSICOS; MAIOR ESTABILIDADE HEMODINÂMICA; MAIOR ESTABILIDADE HEMODINÂMICA; DIMINUI RISCO DE CEFALÉIA PÓS-PUNÇÃO; DIMINUI RISCO DE CEFALÉIA PÓS-PUNÇÃO; ANESTESIA CONTÍNUA; ANESTESIA CONTÍNUA; A GESTANTE PERMANECE ACORDADA DURANTE O PROCEDIMENTO. A GESTANTE PERMANECE ACORDADA DURANTE O PROCEDIMENTO.

13 ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA ANESTESIA PERIDURAL ANESTESIA PERIDURAL –DESVANTAGENS: INÍCIO LENTO DE ANESTESIA; INÍCIO LENTO DE ANESTESIA; TÉCNICA MAIS COMPLEXA; TÉCNICA MAIS COMPLEXA; MAIOR INCIDÊNCIA DE FALHAS; MAIOR INCIDÊNCIA DE FALHAS; USO DE GRANDES VOLUMES DE ANESTÉSICOS; USO DE GRANDES VOLUMES DE ANESTÉSICOS; RISCO DE PUNÇÃO SUBARACNÓIDEA; RISCO DE PUNÇÃO SUBARACNÓIDEA; RISCO DE INJEÇÃO INTRAVASCULAR. RISCO DE INJEÇÃO INTRAVASCULAR.

14 ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA ANESTESIA PERIDURAL ANESTESIA PERIDURAL –CONTRA-INDICAÇÕES: RECUSA DA PACIENTE; RECUSA DA PACIENTE; HIPOVOLEMIA; HIPOVOLEMIA; COAGULOPATIAS; COAGULOPATIAS; SEPSE; SEPSE; INFECÇÃO NO SÍTIO DE PUNÇÃO; INFECÇÃO NO SÍTIO DE PUNÇÃO; DOENÇA VALVAR ESTENÓTICA; DOENÇA VALVAR ESTENÓTICA; DOENÇAS DO SNC; DOENÇAS DO SNC; EMERGÊNCIAS OBSTÉTRICAS. EMERGÊNCIAS OBSTÉTRICAS.

15 ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA ANESTESIA GERAL ANESTESIA GERAL –INDICAÇÕES: SANGRAMENTO ATIVO EM PACIENTE HEMODINAMICAMENTE INSTÁVEL; SANGRAMENTO ATIVO EM PACIENTE HEMODINAMICAMENTE INSTÁVEL; PACIENTES NÃO-COOPERATIVAS; PACIENTES NÃO-COOPERATIVAS; COAGULOPATIAS; COAGULOPATIAS; SEPSE; SEPSE; INFECÇÃO NO SÍTIO DE PUNÇÃO; INFECÇÃO NO SÍTIO DE PUNÇÃO; DOENÇA VALVAR ESTENÓTICA; DOENÇA VALVAR ESTENÓTICA; DOENÇAS DO SNC; DOENÇAS DO SNC; EMERGÊNCIAS OBSTÉTRICAS; EMERGÊNCIAS OBSTÉTRICAS; FALHA NA ANESTESIA REGIONAL. FALHA NA ANESTESIA REGIONAL.

16 ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA ANESTESIA GERAL ANESTESIA GERAL –VANTAGENS: INDUÇÃO RÁPIDA; INDUÇÃO RÁPIDA; CONFIABILIDADE; CONFIABILIDADE; CONTROLABILIDADE; CONTROLABILIDADE; MAIOR ESTABILIDADE CARDIOVASCULAR. MAIOR ESTABILIDADE CARDIOVASCULAR.

17 ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA ANESTESIA GERAL ANESTESIA GERAL –DESVANTAGENS: PACIENTE INCONSCIENTE; PACIENTE INCONSCIENTE; DEPRESSÃO NEONATAL; DEPRESSÃO NEONATAL; RISCO DE FALHA NA INTUBAÇÃO TRAQUEAL; RISCO DE FALHA NA INTUBAÇÃO TRAQUEAL; RISCO DE ASPIRAÇÃO MATERNA. RISCO DE ASPIRAÇÃO MATERNA.

18 ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA FISIOLOGIA DO PARTO VAGINAL: FISIOLOGIA DO PARTO VAGINAL: –ESTÁGIOS DO TRABALHO DE PARTO: 1° ESTÁGIO (CONTRAÇÕES UTERINAS E DILATAÇÃO DO COLO UTERINO); 1° ESTÁGIO (CONTRAÇÕES UTERINAS E DILATAÇÃO DO COLO UTERINO); 2° ESTÁGIO (PERÍODO EXPULSIVO); 2° ESTÁGIO (PERÍODO EXPULSIVO); 3° ESTÁGIO (DEQUITAÇÃO DA PLACENTA); 3° ESTÁGIO (DEQUITAÇÃO DA PLACENTA); 4° ESTÁGIO (PUERPÉRIO). 4° ESTÁGIO (PUERPÉRIO).

19 ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA ANESTESIA NO PARTO VAGINAL: ANESTESIA NO PARTO VAGINAL: –TÉCNICAS ANESTÉSICAS: ANESTESIA VENOSA; ANESTESIA VENOSA; ANESTESIA INALATÓRIA; ANESTESIA INALATÓRIA; ANESTESIA LOCORREGIONAL; ANESTESIA LOCORREGIONAL; BLOQUEIO PARACERVICAL; BLOQUEIO PARACERVICAL; BLOQUEIOS DO NEUROEIXO (PERIDURAL CONTÍNUA, PERI-RAQUI E RAQUIANESTESIA). BLOQUEIOS DO NEUROEIXO (PERIDURAL CONTÍNUA, PERI-RAQUI E RAQUIANESTESIA).


Carregar ppt "ANESTESIA EM OBSTETRÍCIA JOÃO PEDRO MACÊDO. FISIOLOGIA DA GESTANTE SISTEMA RESPIRATÓRIO: SISTEMA RESPIRATÓRIO: GESTANTE: –ELEVAÇÃO DO DIAFRAGMA; – DIÂMETROS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google