A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

IV- CLASSIFICAÇÃO PARA ANESTESIA (ESTADO FÍSICO) ASA I - sem doença orgânica - ex. hérnia, fraturas ASA II - distúrbios sistêmico suave e moderado - ex.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "IV- CLASSIFICAÇÃO PARA ANESTESIA (ESTADO FÍSICO) ASA I - sem doença orgânica - ex. hérnia, fraturas ASA II - distúrbios sistêmico suave e moderado - ex."— Transcrição da apresentação:

1 IV- CLASSIFICAÇÃO PARA ANESTESIA (ESTADO FÍSICO) ASA I - sem doença orgânica - ex. hérnia, fraturas ASA II - distúrbios sistêmico suave e moderado - ex. DM, doenças cardíaca leve. ASA III - distúrbio sistêmico grave - ex. DM descompensado, complicações pulmonares. ASA IV - Doença sistêmico avassaladora à vida - ex. doença renal grave, ICC. ASA V - Pequena chance de vida. Ex. FAF, FAB.

2

3

4

5 Agentes inalatórios: Halotano - conhecido também como fluotano, não inflamável, é mais seguro que o clorofórmio. Desvantagens: depressão circulatória, capacidade de induzir arritmias e de causar hepatite medicamentosa, mas suas desvantagens não o condenam ao abandono do uso. Enflurano - conhecido como etrano, provoca menos arritmias e não é capaz de produz hepatite medicamentosa. Tem a metade da potência do halotano e com maior capacidade de deprimir o sistema circulatório. Isoflurano - conhecido como forano, é um agente mais potente menos cárdio - depressor, consequentemente mais seguro para ser usado principalmente em pacientes cardíacos. Sevoflurano - é um agente inalatório seguro, com baixa depressão cardiorespiratória, de odor agradável, não irritante as vias aéreas, rápida indução e recuperação anestésica, sendo vantajoso para o uso em crianças e cirurgias ambulatóriais. Efeitos cardiovasculares: pequenas alterações da FC, sem taquicardia e não produz estimulação simpática. Os quatro são agentes voláteis e extremamente potentes e devem ser administrado em equipamentos calibrados (vaporizadores).

6 Analgésicos centrais Morfina : é um alcalóide, possui propriedades analgésicas hipnótica, mas não produz relaxamento muscular. É utilizada para compor anestesia geral, com outra droga relaxante muscular. Efeitos adversos: depressão respiratória, ação anestesiante, produção de pruridos e retenção urinária. Fentanil: Analgésico sintético, 100 vezes mais potente que morfina. Excetuando a depressão respiratória, não possui os efeitos indesejáveis da morfina, não deprime o coração, é utilizado para produzir anestesia geral, não produz relaxamento nem depressão. Alfentanil: É cinco vezes menos potente que o fentanil, é extremamente útil em cirurgias curtas, não produz relaxamento muscular, nem hipnose.

7 Relaxantes Musculares: Atracúrio: Tracríum - é um relaxante não- despolarizante, de duração intermediaria. Ação bloqueadora neuromuscular é alcançada na presença de inalação de anestésicos potentes, tais como Isoflurano, enflurano, sevoflurano que elevam a sua potência e prolongamento do bloqueio. Nunca deve ser administrado por via IM, e sim por EV. A dose inicial é de 0,4 à 0,5 mg/kg, injetada em bolus intravenoso. Pancuronio : Pancurlon - seguro, estável, bom relaxamento muscular reversível, pela neostigmina e atropina. É excelente para situações que requerem completo relaxamento. Obs: evite o uso com miastenia gravis e doença renal. Succinilcolina : é um relaxamento muscular que provoca o relaxamento rápido (1 min.) e duração de 4 a 8 min., é ideal para entubação endotraqueal, redução de fratura. Alloferine : relaxante muscular.

8 Hipnóticos Etomidato: é usada para a manutenção da anestesia, mantém a estabilidade cardiovascular. Propofol: a anestesia se instala rapidamente, é utilizado para manutenção da anestesia, e também em anestesia endovenosa, esse fármaco causa queda da PA. Tiopental: é um barbitúrico de ação curta, capaz de introduzir hipnose profunda e bloqueio vegetativo. É utilizado para iniciar a anestesia. Deve ser evitado em pacientes portadores de ICC, devido às propriedades depressoras do miocárdio. É mais utilizado em cirurgias pediátricas e neurológicas. Midazolan: é usada como medicação pré-anestésica e para indução anestésica. Produz estados sedativos, aliviando a ansiedade. O midazolan é um importante inibidor neurotransmissor do SNC e se caracteriza por ser de início rápido e curta duração de ação. Como medicação pré-anestésica é administrado por via IM e na anestesia por via EV.


Carregar ppt "IV- CLASSIFICAÇÃO PARA ANESTESIA (ESTADO FÍSICO) ASA I - sem doença orgânica - ex. hérnia, fraturas ASA II - distúrbios sistêmico suave e moderado - ex."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google