A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Alteração na função de bomba do coração, relacionada a Alteração na função de bomba do coração, relacionada a Dano celular de origem.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Alteração na função de bomba do coração, relacionada a Alteração na função de bomba do coração, relacionada a Dano celular de origem."— Transcrição da apresentação:

1 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Alteração na função de bomba do coração, relacionada a Alteração na função de bomba do coração, relacionada a Dano celular de origem desconhecida (cardiomiopatia primária) Dano celular de origem desconhecida (cardiomiopatia primária) Dano miocárdico de origem isquêmica Dano miocárdico de origem isquêmica Aumento da pós-carga – hipertensão arterial Aumento da pós-carga – hipertensão arterial

2 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA INCIDÊNCIA Alta frequência das doenças cardiovasculares Alta frequência das doenças cardiovasculares Prevalência cada vez maior c/aumento da expectativa de vida Prevalência cada vez maior c/aumento da expectativa de vida Mais de novos casos/ano EUA Mais de novos casos/ano EUA Patologia de maior incidência em indivíduos acima de 65 anos nos EUA

3 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Fisiologia Fisiologia FATORES DETERMINANTES DO DESEMPENHO VENTRICULAR 1. PRÉ-CARGA 1. PRÉ-CARGA 2. PÓS-CARGA 2. PÓS-CARGA 3. CONTRATILIDADE 3. CONTRATILIDADE 4. FREQUÊNCIA CARDÍACA 4. FREQUÊNCIA CARDÍACA

4 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA PRÉ-CARGA Dentro dos limites fisiológicos, quanto mais distendido o ventrículo (repleto de sangue) durante a diástole, maior o volume ejetado na próxima sístole Dentro dos limites fisiológicos, quanto mais distendido o ventrículo (repleto de sangue) durante a diástole, maior o volume ejetado na próxima sístole Medidas que se correlacionam com a distensão de fibras miocárdicas Volume Volume Pressões diastólicas finais dos ventrículos Pressões diastólicas finais dos ventrículos

5 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Pós-carga Pós-carga Carga contra a qual o coração deve contrair para ejetar o sangue Carga contra a qual o coração deve contrair para ejetar o sangue Usualmente pressão arterial sistêmica Usualmente pressão arterial sistêmica

6 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Contratilidade eficiência da contração ventricular eficiência da contração ventricular Aumentada em condições normais: Ação de catecolaminas Ação de catecolaminas Estimulação simpática Estimulação simpática Infusão de aminas vasoativas Infusão de aminas vasoativas

7 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Frequência cardíaca Frequência cardíaca Um dos mais importantes mecanismos de aumento do débito cardíaco Um dos mais importantes mecanismos de aumento do débito cardíaco Aumento limitado pela diminuição do tempo de enchimento ventricular Aumento limitado pela diminuição do tempo de enchimento ventricular

8

9 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Insuficiência cardíaca direita Insuficiência cardíaca direita Evolução tardia da ICE Evolução tardia da ICE Disfunção isquêmica no IAM Disfunção isquêmica no IAM Sobrecarga pressórica aguda TEP Sobrecarga pressórica aguda TEP crônica DPOC crônica DPOC TEP crônico TEP crônico Sobrecarga volumétrica CIA Sobrecarga volumétrica CIA

10 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Fisiopatologia Mecanismos para compensar diminuição do DC e manter perfusão de órgãos vitais volumes sistólicos e diastólicos finais com aumento da tensão da parede ventricular durante a diástole volumes sistólicos e diastólicos finais com aumento da tensão da parede ventricular durante a diástole Ativação do SNS por barorreceptorres da raiz da aorta Ativação do SNS por barorreceptorres da raiz da aorta contratilidade contratilidade frequência cardíaca frequência cardíaca Aumento do stress diastólico aumento da espessura da parede Aumento do stress diastólico aumento da espessura da parede

11 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Quadro clínico Quadro clínico Manifestações decorrentes da incapacidade de manter perfusão sistêmica e/ou aumento das pressões em território venoso Manifestações decorrentes da incapacidade de manter perfusão sistêmica e/ou aumento das pressões em território venoso Dispnéia é mais importante Dispnéia é mais importante baixo fluxo periférico crônico – taquipnéia reflexa baixo fluxo periférico crônico – taquipnéia reflexa desconforto respiratório desconforto respiratório aumento do volume intersticial – taquipnéia aumento do volume intersticial – taquipnéia congestão do parênquima pulmonar congestão do parênquima pulmonar complacência diminuída aumento do esforço respiratório complacência diminuída aumento do esforço respiratório Estágio congestivo mais acentuado – ortopnéia, DPN, tosse seca Estágio congestivo mais acentuado – ortopnéia, DPN, tosse seca volume intravascular retorno venoso para coração e pulmão volume intravascular retorno venoso para coração e pulmão Hemoptise/ escarro hemoptoico – ruptura de vasos brônquicos ingurgitados Hemoptise/ escarro hemoptoico – ruptura de vasos brônquicos ingurgitados Frequeza e fadiga – má perfusão vascular Frequeza e fadiga – má perfusão vascular

12 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Avaliação funcional Avaliação funcionalNYHA Classe funcional I. Sem limitação para atividade física I. Sem limitação para atividade física II. Sintomas para esforços habituais II. Sintomas para esforços habituais III. Sintomas para esforços menores que os habituais III. Sintomas para esforços menores que os habituais IV. Sintomas em repouso IV. Sintomas em repouso

13 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Capacidade funcional Capacidade funcional Consumo de oxigênio durante o esforço Classe A VO 2 > 20 ml/kg/min Classe A VO 2 > 20 ml/kg/min B Vo 2 16 – 20 ml/kg/min B Vo 2 16 – 20 ml/kg/min C VO 2 10 – 15 ml/kg/min C VO 2 10 – 15 ml/kg/min D VO 2 < 10 ml/kg/min D VO 2 < 10 ml/kg/min

14 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Sinais clínicos Sinais clínicos ICC ESQUERDA palidez, sudorese, vasoconstrição periférica ICC ESQUERDA palidez, sudorese, vasoconstrição periférica taquipnéia – padrão ventilatório variável taquipnéia – padrão ventilatório variável estertores bases pulmonares (> pressão hidrostática) estertores bases pulmonares (> pressão hidrostática) sibilos sibilos derrames pleurais e/ou pericárdicos derrames pleurais e/ou pericárdicos ausculta de 3a. ou 4a. bulha ausculta de 3a. ou 4a. bulha taquicardia taquicardia ICC DIREITA edema de MMII, abdome, genitais ICC DIREITA edema de MMII, abdome, genitais derrames cavitários derrames cavitários hepato-esplenomegalia hepato-esplenomegalia insuficiência tricúspide insuficiência tricúspide

15 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Tratamento Tratamento Alterações hemodinâmicas e neuro-humorais Alterações hemodinâmicas e neuro-humorais Identificação da doença de base + correção: troca valvar, revascularização Identificação da doença de base + correção: troca valvar, revascularização Eliminar fatores precipitantes de descompensação Eliminar fatores precipitantes de descompensação Tentar melhora da qualidade de vida e aumento da sobrevida Tentar melhora da qualidade de vida e aumento da sobrevida

16

17 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Tratamento Tratamento Clínico ClínicoDiuréticosVasodilatadoresDigitálicos Betabloqueadores Betabloqueadores

18 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Diuréticos Diuréticos Melhora congestão pulmonar e/ou sistêmica Melhora congestão pulmonar e/ou sistêmica Diuréticos de alça : Furosemida Diuréticos de alça : Furosemida Bumetamida Bumetamida Tiazídicos (se função renal normal) Tiazídicos (se função renal normal) IC diastólica – melhora dos sintomas IC diastólica – melhora dos sintomas ação limitada devido ao sistema renina-angiotensina-aldosterona ação limitada devido ao sistema renina-angiotensina-aldosterona espironolactona – associada à diminuição da mortalidade espironolactona – associada à diminuição da mortalidade modula mecanismos responsáveis pela modula mecanismos responsáveis pela progressão da doença progressão da doença

19 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Vasodilatadores Vasodilatadores Mais importante grupo de drogas venosos - dimimuem retorno venoso (pré- carga) venosos - dimimuem retorno venoso (pré- carga) arteriais - diminuem resistência vascular sistêmica (pós-carga) arteriais - diminuem resistência vascular sistêmica (pós-carga) Drogas de ação vasodilatadora mista – inibidores ECA Inibem ação vasoconstritora da angiotensina II Inibem ação vasoconstritora da angiotensina II Diminuem níveis de aldosterona Diminuem níveis de aldosterona Aumentam a excreção de sódio Aumentam a excreção de sódio Melhoram sobrevida na ICC Melhoram sobrevida na ICC

20 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Digitálicos Digitálicos Aumento da contratilidade com melhora do DC Aumento da contratilidade com melhora do DC Aumento da sensibilidade dos barorreceptores na ICC Aumento da sensibilidade dos barorreceptores na ICC Diminuição do tônus simpático Diminuição do tônus simpático Úteis no controle da FC em pacientes com FA Úteis no controle da FC em pacientes com FA Melhoram sintomas Melhoram sintomas Aumentam tolerância ao exercício Aumentam tolerância ao exercício Diminuem risco de deterioração clínica a longo prazo Diminuem risco de deterioração clínica a longo prazoINDICAÇÃO ICC com aumento da área cardíaca ICC com aumento da área cardíaca Predomínio de disfunção sistólica Predomínio de disfunção sistólica FC elevada, principalmente FA FC elevada, principalmente FA

21 INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Betabloqueadores Betabloqueadores a atividade neuro-humoral é importante na IC a atividade neuro-humoral é importante na IC Efeitos favoráveis na sintomatologia – risco de piora Efeitos favoráveis na sintomatologia – risco de piora Drogas betagonistas e antagonistas dos receptores alfa periféricos – CARVEDILOL Drogas betagonistas e antagonistas dos receptores alfa periféricos – CARVEDILOL Antiarritmicos Antiarritmicos Arritmias complexas e/ou sintomáticas Arritmias complexas e/ou sintomáticas Anticoagulantes Anticoagulantes Miocardiopatia dilatada Miocardiopatia dilatada Formação de trombos intracavitários Formação de trombos intracavitários

22

23

24

25


Carregar ppt "INSUFICIÊNCIA CARDÍACA Alteração na função de bomba do coração, relacionada a Alteração na função de bomba do coração, relacionada a Dano celular de origem."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google