A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REABILITAÇÃO CARDÍACA. A intervenção da fisioterapia na reabilitação cardíaca ocorre com a aplicação de programas de treinamento físico, tanto na prevenção.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REABILITAÇÃO CARDÍACA. A intervenção da fisioterapia na reabilitação cardíaca ocorre com a aplicação de programas de treinamento físico, tanto na prevenção."— Transcrição da apresentação:

1 REABILITAÇÃO CARDÍACA

2 A intervenção da fisioterapia na reabilitação cardíaca ocorre com a aplicação de programas de treinamento físico, tanto na prevenção como no tratamento de doenças cardiovasculares de baixo e moderado risco ao exercício físico (Da Silva, E. e Catai, A.M. em Fisioterapia em cardiologia, 2000)

3 Fase I: paciente hospitalizado (UTI ou Enfermaria) Fase II: pós alta hospitalar (iniciado ao redor da terceira semana pós-IAM e com duração média de oito semanas) Fase III: aproximadamente 12 semanas após alta hospitalar.

4 PRINCÍPIOS DA REABILITAÇÃO Sobrecarga Individualidade Especificidade Reversibilidade

5 DETERMINANTES DA REABILITAÇÃO Intensidade do exercício Duração do exercício Freqüência de realização do exercício Tipo de exercício ?

6 Benefícios do exercício Aeróbico Estimula a neocapilarização Aumenta o número e o tamanho das mitocôndrias Menor elevação dos níveis de PA e FC (menor risco) Melhora a metabolização de carboidratos e lipídeos Bem-estar psicológico e social

7 FASE II Teste Ergométrico ou Teste de esforço (máximo ou submáximo) Utilizado para poder determinar a intensidade dos exercícios Diversos protocolos disponíveis

8

9

10 O teste de esforço pode ser realizado já na primeira semana pós alta hospitalar (teste submáximo) Patamar de esforço do teste: Sintoma-limitante (fadiga, sinais de isquemia, alterações hemodinâmicas e/ou eletrocardiográficas) Freqüência cardíaca máxima prevista (220 – idade ou 190 – idade)

11 Freqüência Cardíaca de Treinamento IPE de BORG: nível de cansaço entre 10 e 12 pontos (fácil) Tabela de Fox: valor mínimo de FC e VO2máx de acordo com a faixa etária Fórmula de Karvonen: FCT: FCR + x%(FCmáx – FCR)

12 Programa de Exercícios Aquecimento: Cerca de 5 a 15 minutos Exercícios de baixa intensidade Pequenos grupos musculares Alongamentos Exercícios respiratórios Caminhada

13 Condicionamento: Duração de 20 a 30 minutos Grandes grupos musculares Esteira, bicicleta ergométrica Exercícios aeróbicos com ou sem peso/resistência

14 Desaquecimento ou Relaxamento: 5 a 10 minutos de duração Exercícios de relaxamento com o objetivo de retornar às condições de repouso

15 Progressão da intensidade FC PA IPE de BORG Dosagem de lactato sangüíneo Sintomatologia

16 Situações Especiais Utilização de betabloqueadores Pacientes em uso de marcapasso Pacientes portadores de FA crônica Idosos Pacientes transplantados

17 * Exercícios resistidos tem sido incluídos nos programas de reabilitação já nas fases iniciais, associados aos exercícios aeróbicos (maiores ganhos de força e resistência muscular), sem maiores repercussões hemodinâmicas. Novos testes de esforço são o melhor parâmetro para incremento de carga.

18 Fase III

19

20 Perfil dos pacientes IAM com boa evolução Revascularização do miocárdio Angina estável Angioplastia coronária Miocardiopatias Transplante cardíaco HAS controlada Diabetes melito Sedentários


Carregar ppt "REABILITAÇÃO CARDÍACA. A intervenção da fisioterapia na reabilitação cardíaca ocorre com a aplicação de programas de treinamento físico, tanto na prevenção."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google