A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Chamados ao Companheirismo Produção: Elizeu C. Lira Edição de Textos: Elizeu C. Lira Edição de Imagens: Everton R. Lira Fontes: Mark Shaw, Lições de Mestre;

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Chamados ao Companheirismo Produção: Elizeu C. Lira Edição de Textos: Elizeu C. Lira Edição de Imagens: Everton R. Lira Fontes: Mark Shaw, Lições de Mestre;"— Transcrição da apresentação:

1 Chamados ao Companheirismo Produção: Elizeu C. Lira Edição de Textos: Elizeu C. Lira Edição de Imagens: Everton R. Lira Fontes: Mark Shaw, Lições de Mestre; Charles Swindoll, O Despertar da Graça; Bill Thrall, Bruce McNicol e Ken McElrath, A Escalada de Um Líder.

2 Metáforas da Igreja: Exército Com Bandeiras Quem é esta que aparece como a alva do dia, formosa como a Lua, pura como o Sol, formidável como um exército com bandeiras? (Cantares 6:10). Chamados ao Companheirismo

3 Metáforas da Igreja: Edifício Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e profetas, sendo Ele mesmo, Cristo Jesus, a Pedra angular; no Qual todo o edifício, bem ajustado, cresce para santuário dedicado ao Senhor (Ef. 2:20-21). Chamados ao Companheirismo

4 Metáforas da Igreja: Corpo Humano Ora, vós sois Corpo de Cristo; e, individualmente, membros desse corpo (I Coríntios 12:27). Chamados ao Companheirismo

5 Metáforas da Igreja: Família Assim, já não sois estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos e sois da família de Deus (Efésios 2:19). Chamados ao Companheirismo

6 Metáforas da Igreja Ponto Em Comum: União Exército: União de Soldados: O que você vê na igreja nos dias de culto não é nada menos do que você vê em um exército com farda de gala. – Bill Popejoy. Edifício: União de Tijolos: Não há lugar para nenhuma pedra solta no edifício de Deus. – Joseph Hall. Corpo: União de Membros: A igreja é um só corpo – você não pode tocar um dedo do pé sem afetar o corpo inteiro. – Friedrich Tholuck. Família: União de Pessoas: As igrejas locais devem ser consideradas não igrejas de indivíduos, mas, primordialmente, igrejas de famílias. – Paul Helm. Chamados ao Companheirismo

7 Teologicamente Falando: Conceito Exclusivista Igreja = Comunhão dos Santos O homem é feito para a sociedade, e os cristãos para a comunhão dos santos. – Matthew Henry. Paulo Escreve: A todos os amados de Deus, que estais em Roma, chamados para serdes santos... (Rom. 1:7). Pedro Confirma: Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus... (I Pedro 2:9). Chamados ao Companheirismo

8 Teologicamente Falando: Conceito Inclusivista Igreja = Sociedade de Pecadores Mas Jesus, ouvindo, disse: Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes. Ide, porém, e aprendei o que significa: Misericórdia quero e não holocaustos; pois não vim chamar justos e sim pecadores (Mateus 8:12- 13). A Igreja cristã não é uma sociedade de personalidades integradas, nem de filósofos, nem de mistérios, nem mesmo de boas pessoas. É uma sociedade de personalidades quebradas, de homens e mulheres com mentes preocupadas, de pessoas que sabem que não são boas. A Igreja cristã é uma sociedade de pecadores. É a única sociedade no mundo, na qual o único requisito para ser membro é ser indigno de ser membro. – Clayton Morrison. Chamados ao Companheirismo

9 Comunidade da Fé em Cristo Nenhum cristão pode desfrutar de Cristo sozinho, longe do Seu Corpo. Eu preciso que Cristo me salve e me justifique. Somente Ele pode fazer isso. Contudo, preciso da comunidade para ter a fé em Cristo. – Dietrich Bonhoeffer. Chamados ao Companheirismo

10 Comunidade Mediada Por Cristo Assim como Cristo me atrai para Ele, primeiro me atrai para a comunidade na qual o Seu nome é proclamado, Sua Palavra é crida e o Seu Espírito está ativo. Assim como preciso de Jesus, também preciso de outros que me levarão a Cristo. Assim, Jesus é o Mediador da comunidade cristã. – Dietrich Bonhoeffer. Chamados ao Companheirismo

11 Jesus: O Destruidor de Panelinhas e Castas No qual não pode haver grego nem judeu, circuncisão nem incircuncisão, bárbaro, cita, escravo, livre; porém, Cristo é tudo em todos (Col. 3:11). Pra Jesus Todo Mundo é VIP: Se Cristo pode ser o mediador de meus relacionamentos dentro da Igreja, Ele me levará a várias pessoas de maneira surpreendente, afastando de mim o tipo de tribalismo que faria com que eu me associasse apenas com o meu tipo de gente. – Mark Shaw. Chamados ao Companheirismo

12 Comunhão: Presente Gracioso dos Céus Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos! (Sal. 133:1). Se o cristão encontra a comunhão genuína em meio às hostilidades, ela não deveria ser desprezada. Em um mundo caído, a comunhão cristã é um presente gracioso que deve ser valorizado, e não uma conquista pela qual a Igreja pode receber o crédito. – D. Bonhoeffer. Chamados ao Companheirismo

13 Um Presente Que Nos Será Tirado Corre-se o perigo de esquecer que a comunhão dos cristãos é um presente gracioso procedente do Reino de Deus, presente esse que nos pode ser tirado a qualquer hora, que talvez um prazo muito curto nos separa da mais profunda solidão. – Dietrich Bonhoeffer. O tempo de angústia como nunca houve está prestes a manifestar-se sobre nós; e necessitaremos de uma experiência que agora não possuímos, e que muitos são demasiado indolentes para obter. Dá-se muitas vezes o caso de se supor maior a angústia do que em realidade o é; não se dá isso, porém, com relação à crise diante de nós. A mais vívida descrição não pode atingir a grandeza daquela prova. Naquele tempo de provações, toda alma deverá por si mesma estar em pé perante Deus. – O Grande Conflito, 42 ª Edição, pág Chamados ao Companheirismo

14 Algo a Ser Desfrutado Com Muita Gratidão a Deus Quem até hoje pôde viver em comunhão cristã com outros cristãos que louve a graça de Deus do fundo do coração, agradeça a Deus de joelhos e reconheça: é graça, nada mais do que graça o fato de ainda podermos gozar a comunhão de irmãos cristãos. – D. Bonhoeffer. Chamados ao Companheirismo

15 Negação do Óbvio Apostando No Fracasso: Sem realização – a satisfação de nossas habilidades e potenciais – não apenas produziremos menos, como também falharemos nos maiores propósitos de nossa vida. Muitos, porém, ainda apostam contra essa verdade, agarrando-se a seu isolamento para obter realização. Chamados ao Companheirismo

16 O Exemplo Negativo do Pintor Van Gogh Uma tragédia na carreira de Van Gogh foi sua recusa em aceitar a orientação das pessoas quanto às suas habilidades, principalmente a orientação daqueles que de fato o compreendiam e o encorajavam em sua arte. O amargo Vincent deu fim à vida com uma bala. Ele não conseguiu realizar a própria salvação. Não conseguiu amar os outros, porque não estava satisfeito consigo mesmo. Não permitiu que Deus ou os outros suprissem seus desejos mais profundos. Essa foi a sua maior tragédia. Chamados ao Companheirismo

17 Só Existe Bênção na Comunhão Com os Irmãos Ao pronunciarmos a petição: O pão nosso de cada dia, dá-nos hoje, lembremo-nos de que nenhuma bênção é prometida ao indivíduo isolado. Trata-se não do pão meu, mas do pão nosso. – S. Júlio Schwantes. Chamados ao Companheirismo

18 Nosso Plano de Vôo Todos nós somos anjos com apenas uma asa, só poderemos voar se abraçarmos uns aos outros. – Luciano De Crescenzo. Chamados ao Companheirismo

19 Nosso Roteiro O plano de Deus para nosso destino implica a interação significativa com outros seres humanos, nas comunidades e nos ambientes permeados pela graça. Devemos interagir com os outros, que, como nós, precisam da graça. São pessoas com propósitos, fraquezas, pecados e motivações imperfeitas. Pessoas diligentes, fortes, amorosas e com visão inspiradora. Chamados ao Companheirismo

20 Nosso Piloto Preciso do outro por causa da minha necessidade de Cristo. O número mínimo para que os cristãos vivam juntos não é dois, mas três. Quem é o terceiro elemento nesse relacionamento genuinamente cristão? Comunidade cristã significa comunidade por meio de Jesus Cristo e em Jesus Cristo. – D. Bonhoeffer. Chamados ao Companheirismo

21 Como Chegaremos Lá? Alguns anos atrás, nas Olimpíadas Especiais de Seatle (EUA), nove competidores, todos física e mentalmente deficientes, posicionaram-se na linha de partida para a corrida dos 100 metros. Ao soar o tiro de largada, todos começaram a correr – não exatamente com velocidade, mas com vontade de correr para terminar e vencer a corrida.

22 Como Chegaremos Lá? Todos correram, exceto um garoto que tropeçou no asfalto, caiu algumas vezes e começou a chorar. Ao ouvir o choro, os outros oito competidores diminuíram a velocidade, pararam e olharam para trás. Então, todos se viraram e voltaram. Sem nenhuma exceção.

23 Como Chegaremos Lá? Uma garota com Síndrome de Down se curvou, beijou-o e disse: Isso vai fazer você se sentir melhor. Depois, os nove, de braços dados e caminhando juntos, alcançaram a linha de chegada. O estádio quase veio abaixo... Todos no estádio se levantaram, e os assobios e aplausos entusiásticos duraram vários minutos.

24 Estenda a Mão ao Irmão Fraco e Ferido O melhor exercício para o coração é abaixar-se e levantar os que estão caídos. – Ernest Blevins. Muitos há que erram e sentem a sua vergonha e loucura. Consideram seus enganos e erros até serem arrastados quase ao desespero. Não devemos desprezar essas almas. Quando alguém tem que nadar contra a correnteza, toda a força da mesma o impele para trás. Estenda a ele uma mão auxiliadora, como fez Jesus a Pedro quando ele se afogava. Falai-lhe palavras de esperança, palavras que fortaleçam a confiança e despertem amor. – Parábolas de Jesus, pág Chamados ao Companheirismo

25 Pecadores Abraçando Pecadores Vivemos mediante o encorajamento e morremos sem ele; lentamente, com tristeza e ira. – Celeste Holm. Teu irmão doente espiritualmente necessita de ti, como tu mesmo careceste do amor de um irmão. Necessita da experiência de alguém que fora tão fraco quanto ele, de alguém que possa com ele simpatizar e o auxilie. O conhecimento de nossa própria debilidade deve auxiliar-nos a ajudar a outros que estejam em amarga necessidade. Nunca devemos passar por uma alma sofredora sem tentar comunicar-lhe o conforto com que fomos consolados por Deus. – Parábolas de Jesus, págs Chamados ao Companheirismo


Carregar ppt "Chamados ao Companheirismo Produção: Elizeu C. Lira Edição de Textos: Elizeu C. Lira Edição de Imagens: Everton R. Lira Fontes: Mark Shaw, Lições de Mestre;"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google