A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

XXXII Seminário de Balanços Energéticos Globais e Utilidades da ABM 16 a 19 de agosto de 2011 Salvador, BA Túlio Marcus Machado Alves.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "XXXII Seminário de Balanços Energéticos Globais e Utilidades da ABM 16 a 19 de agosto de 2011 Salvador, BA Túlio Marcus Machado Alves."— Transcrição da apresentação:

1 XXXII Seminário de Balanços Energéticos Globais e Utilidades da ABM 16 a 19 de agosto de 2011 Salvador, BA Túlio Marcus Machado Alves

2 MESA REDONDA: Eficiência Energética como Instrumento para a Competitividade Melhoria Contínua e Aumento da Competitividade na Indústria Túlio Marcus Machado Alves

3 Propiciar o mesmo produto ou serviço com menor consumo, sem desperdícios, reduzindo custos, investimentos e os impactos sócio-ambientais; Utilizar equipamentos eficientes; Combater o desperdício e Otimizar a Matriz Energética. Melhoria Contínua na Indústria

4 A implementação de ações de melhoria contínua em uma instalação ou grupo de instalações compreende as seguintes medidas: Conhecimento da planta e análise dos processos industriais envolvidos; Definição dos centros de custo e detalhamento dos fluxogramas relativos aos processos industriais; Definição do período base de análise para estudo dos históricos de consumo e produção e fixação do preço médio dos insumos energéticos; Conhecimento e análise dos usos finais de energia e utilidades; Levantamentos em campo objetivando a coleta de dados; Realização de medições específicas nas cargas selecionadas. Melhoria Contínua na Indústria

5 A adoção de medidas de eficiência energética deve ser precedida de estudo do impacto ambiental que essa medida poderá causar, quando envolver mudança de processos, equipamentos e materiais. Um caso ilustrativo é a intensificação do uso de lâmpadas fluorescentes, vapor de mercúrio e vapor de sódio em substituição às incandescentes ou mistas. Nesses casos, a previsão do descarte dessas lâmpadas deve ser estudada e contabilizada, uma vez que os produtos que contêm mercúrio, ao fim de sua vida útil, são considerados resíduos perigosos. Melhoria Contínua e o Meio Ambiente

6

7 = MW médios

8

9 Meta indústria em 2030: MWh = MW médios Itaipu: MW médios de geração Meta da indústria é equivalente à 43 % da geração de Itaipu Como atingir esta meta sem incentivos?

10 Matriz de Energia Elétrica Nacional Fonte: BEN 2011 – resultados preliminares ano base 2010 A matriz de energia elétrica nacional é fortemente baseada em hidroeletricidade e espera-se, para os próximos anos, um aumento de participação do gás e de fontes alternativas (biomassa e eólica).

11 Matriz de Energia Elétrica Nacional O Setor Industrial é responsável por quase metade do consumo energia elétrica final de energia elétrica, como mostra a figura ao lado, e certamente o que tem maior potencial de conservação de energia. Fontes: EPE - Balanço Energético Nacional e PNE 2030

12 Estratificação do Setor Industrial Fontes: EPE - Balanço Energético Nacional e PNE 2030

13 Considerando o valor de R$ 138/MWh para o custo marginal de expansão do sistema de energia elétrica, valor estimado pela EPE (Plano Decenal 2007/2016), a eficiência energética é uma alternativa viável. Ou seja, a mesma quantidade de energia pode ser disponibilizada, a preços mais baixos, sem a necessidade de novas obras e com efeitos positivos no meio ambiente. Fonte: Diagnóstico CNI / Eletrobrás

14 Dispor de um sistema eficaz de gestão, para implementar o gerenciamento estratégico de energia; Promover a interação entre as áreas internas; Definir mecanismos de acompanhamento para garantir a melhoria contínua no uso da energia; Definir a estrutura organizacional de forma adequada. Análise sistemática do balanço de energia, com uma visão abrangente dos processos e da planta; Limite teórico de referência e o benchmark; Processos de auditoria baseados por ex. em "seis-sigma" para atingir uma melhoria contínua. Difundir o correto entendimento do custo de energia no processo; Garantir a perenidade da cultura de melhoria contínua; Atuar na capacitação contínua dos empregados. O programa de melhoria contínua da Usiminas – atuação nas três dimensões Humana Melhoria Contínua Humana Técnica Gerencial

15 Desenvolvimento Sustentável Social Ambiental Econômico Ecossistema; Clima; Biodiversidade; Capacitação técnica. Inclusão Social; Identidade cultural; Desenvolvimento institucional. Crescimento; Valor para acionista; Eficiência; Inovação. O programa de melhoria contínua da Usiminas – atuação nos três objetivos do Desenvolvimento Sustentável

16 Indicação de parceiros e/ou fornecedor com expertise Identificação de oportunidades energéticas Realização de diagnóstico da área indicada e apresentação da solução técnica e econômica Celebração de Contrato de Desempenho Implementação da solução Verificação dos testes e medições dos ganhos alcançados Fluxo para atuação na dimensão técnica Programa de Melhoria Contínua da Usiminas Pagamento Fornecedor / Parceiro, com percentual dos ganhos alcançados

17 Obrigado Tulio Marcus Machado Alves Tel. (31)


Carregar ppt "XXXII Seminário de Balanços Energéticos Globais e Utilidades da ABM 16 a 19 de agosto de 2011 Salvador, BA Túlio Marcus Machado Alves."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google