A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AMAR É... ASSOCIAÇÃO QUERIDOS FILHOS AMAR É... 100 SANTOS EM 2000 ANOS DE CRISTIANISMO 6ª SÉRIE – 51 a 60 "Queridos filhos! Imitem a vida dos santos;

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AMAR É... ASSOCIAÇÃO QUERIDOS FILHOS AMAR É... 100 SANTOS EM 2000 ANOS DE CRISTIANISMO 6ª SÉRIE – 51 a 60 "Queridos filhos! Imitem a vida dos santos;"— Transcrição da apresentação:

1

2 AMAR É...

3 ASSOCIAÇÃO QUERIDOS FILHOS AMAR É SANTOS EM 2000 ANOS DE CRISTIANISMO 6ª SÉRIE – 51 a 60 "Queridos filhos! Imitem a vida dos santos; E que eles sejam um exemplo para vocês!"

4 Um certo dia apareceu um leproso pedindo comida quando Godofredo estava à mesa. Ele o fez sentar-se perto de si e ordenou que lhe servissem de peixe... Como o copeiro relutava em obedecer ele disse: É admissível que em minha mesa haja abundância quando Cristo nos seus pobres passa fome? Com cinco anos foi confiado a monges para alcançar uma educação humana e cristã mais primorosa. Os monges perceberam nele o germe de uma vocação superior já que desde cedo ele revelava muito amor às práticas da disciplina monástica: à oração, ao trabalho e ao estudo. Cuidou da enfermaria do Mosteiro com extrema atenção e zelo pelos doentes.Ordenado sacerdote revelou grande prudência e sabedoria e por isso lhe eram confiadas as situações mais complicadas. Um Mosteiro problemático se tornou, pela sua direção, um reconhecido centro de piedade. Quando morreu o arcebispo de Amiens o clero e o povo o aclamaram como novo bispo e ele, por humildade, só aceitou após uma ordem estrita do papa. Como bispo os pobres partilhavam com ele da mesma mesa. Lembrava aos ricos do perigo de se apegarem às riquezas e estes nutriram tanto ódio contra ele que resolveram matá-lo. O plano falhou e ele percebendo que sua pregação não surtia resultados decidiu se retirar para a cartuxa e lá escreveu uma carta pedindo a sua renúncia. O conselho eclesiástico não aceitou e ele foi reconduzido à sede episcopal para grande alegria de todo o povo. Numa viagem à Reims adoeceu gravemente. Morreu e foi sepultado no Mosteiro de são Crispim. São Godofredo – séc XII 51

5 Nasceu como duquesa e muito cedo revelou elevadas virtudes sendo os seus maiores prazeres a leitura e a oração. Por obediência aos pais, conforme o costume da época, casou-se com Henrique, duque da Polônia, e tornou-se uma esposa exemplar. Educou seus 7 filhos na sã religião. Para melhor servirem a Deus ela e o marido, ainda jovens, fizeram votos diante do bispo de viverem em completa continência. Rapidamente progrediu na perfeição cristã. Quando não estava atendendo à família estava praticando caridade para com os pobres ou então estava em oração. Ia à Santa Missa diariamente. Os pobres comiam em sua própria mesa e ela os servia. Costumava visitar os doentes onde, entre outras ações, lavava-lhes os pés. Com a morte do marido e de um filho foi para um convento onde uma filha era abadessa. Fazia jejum constante, dormia 3 horas por noite e o resto do tempo dedicava-se à oração e à penitência. Tinha uma grande devoção à paixão de Jesus e à santíssima Virgem Maria. Recebeu o dom de realizar milagres. Certa ocasião curou uma mulher cega ao fazer o sinal da cruz sobre seus olhos. Santa Edwiges – séc XII Ela dizia: quanto mais alta for a posição social tanto mais se tem de edificar ao próximo pelo bom exemplo Edwiges via em cada pobre a imagem de Cristo e a eles distribuía seus bens em abundância 52

6 Nos perigos, nas aflições, nas incertezas, pensa em Maria, invoca Maria. Que ela não se afaste da tua boca nem do teu coração São Bernardo vivia tão inflamado e abrasado no amor de Deus que não pensava em outra coisa, de dia ou de noite Nasceu no Castelo de Fontaines e sua mãe o consagrou desde cedo a Deus e lhe deu uma educação cristã exemplar. Diferente de seus irmãos, que se tornaram militares, ele decidiu pela vida religiosa ingressando na ordem de Citeux recentemente fundada. Tinha grande influência sobre seus amigos mais chegados tanto que quando ingressou na ordem levou consigo mais 30 companheiros. Tão grande era este seu poder de convencimento na pregação que muitas mães e mulheres temiam que seus filhos e pretendentes o escutassem e decidissem entregar suas vidas ao serviço de Deus. Na Ordem, dia e noite, se entregava ao trabalho, ao estudo e à oração. Depois foi nomeado Abade do novo mosteiro de Claraval a ser instalado num lugar inóspito, antigo esconderijo de ladrões e salteadores. O Mosteiro se desenvolveu e ele chegou a ter 700 monges sob sua direção. Até seu pai, viúvo, e o irmão mais novo entraram no mosteiro. Foi responsável por 72 fundações na França, Espanha, Inglaterra, Suécia, Dinamarca e Hungria e mais 160 surgiram a partir destas nos mesmos países. Foi o maior mestre místico de sua época. Como pregador e escritor sua força de comunicar o amor de Deus pela palavra abrasava os corações. Tinha uma especial devoção à Virgem Maria. São Bernardo de Claraval – séc XII 53

7 Jesus, eu quero subir em tua cruz, retirar os cravos que te prendem nela e ser crucificado em teu lugar! São Francisco de Assis foi o primeiro santo na história a receber em seu próprio corpo os estigmas de Cristo Seu pai depositava nele as esperanças para a continuidade de seus negócios lucrativos na Itália. Após uma doença grave e refletindo no sentido da vida ele descobriu este sentido em Jesus Cristo que se manifestando a ele disse: Vai e reconstrói a minha Igreja. Iniciou sozinho uma vida de muita pobreza, de amor aos pobres e aos leprosos e demais doentes, de penitência e de muita alegria espiritual e de comunhão com a natureza onde ele via, antes de tudo, um espelho da beleza divina na obra do Criador. Por isso a todos os seres chamava de irmão e irmã. Muitos pediam para o seguirem afim de viverem o mesmo estilo de vida e assim, após uma viagem a Roma dele e mais 12 companheiros, obtiveram do Papa a autorização e iniciou-se desta forma uma nova Ordem na Igreja. Certa ocasião na cidade de Gubio um lobo feroz aterrorizava a todos, matando e comendo as criações. Ele foi ao encontro do lobo e conversando com o irmão lobo o transformou num ser dócil e manso que passou a ser alimentado pelo povo. Foi ele que, para melhor celebrar o natal, criou o presépio. Numa enquete da revista Time foi eleito como a maior personalidade surgida na história da humanidade entre os anos 1000 a 2000 dC. São Francisco de Assis – séc XIII 54

8 Seu maior prazer desde pequena era rezar, fazer penitências e caridade. Profundamente tocada pelo testemunho do jovem Francisco de Assis ela o procurou e pediu-lhe conselhos para, como ele, consagrar toda sua vida a Deus no seguimento da perfeita pobreza. Francisco a animou neste seu santo desejo. Com 18 anos ela abandonou a sua família, a sua casa e a sua riqueza e entrou para o Convento das Beneditinas de Assis. A família não aceitando esta atitude tentou faze-la mudar de idéia. Não conseguiu. Alguns dias depois sua irmã Inês, animada por ela, a seguiu neste mesmo caminho. Depois elas mudaram-se para o Convento de São Damião nascendo assim uma nova Ordem Religiosa na Igreja. São Francisco a colocou como superiora e ela o foi por 42 anos. Muitas jovens a seguiram. Recusava qualquer privilégio que ameaçasse a vivência da genuína pobreza. Praticava rigorosas penitências e era extremamente caridosa para com todos. Passava horas inteiras, do dia e da noite, em adoração a Jesus sacramentado.Por 28 anos padeceu graves enfermidades, mas nunca se ouviu da parte dela uma queixa sequer. Santa Clara de Assis séc XIII Sua família tudo tentou para faze-la mudar de idéia, mas Clara correu à Igreja pôs sua mão sobre o altar, tirou o véu, mostrou aos pais seus cabelos cortados como sinal de consagração e disse: Deveis saber que não quero outro esposo a não ser Jesus Cristo. A este escolhi e não o deixarei mais 55

9 Com 15 anos entrou para a Ordem Agostiniana. Para melhor viver a sua vocação foi para o Mosteiro mais austero de Coimbra onde permaneceu por 10 anos dedicando-se ao sacerdócio e ao estudo da teologia. Cinco frades franciscanos que iam em missão para África passaram por este convento onde ele vivia. Alguns dias depois seus corpos foram venerados neste mesmo convento, pois eles foram martirizados. Por este motivo ele decidiu ingressar na Ordem franciscana. Vivia como cozinheiro uma vida humilde e oculta. Na falta de um pregador esperado foi designado para fazer a pregação. Sua eloqüência surpreendeu a todos e assim foi revelado o seu grande talento. Foi designado como missionário e junto com sua pregação aconteciam grandes milagres. Com suas palavras vencia heresias, corrigia costumes, reconciliava pessoas. Era incansável no púlpito e no confessionário. Sua fama era tão grande que todos se referiam a ele apenas como o santo. Morreu com 36 anos na cidade de Pádua e milhares de peregrinos se dirigiram até lá descalços para lhe render homenagens. Foi canonizado apenas 11 meses após sua morte devido ao grande número de milagres. Santo Antônio Doutor da Igreja - séc XIII Seu pai fora preso por uma falsa acusação de assassinato e santo Antônio procurava defende-lo, mas os juízes não acreditavam nele... E disse: Se não acreditam em mim talvez acreditem no morto. Foram até o túmulo e, por milagre, ele fez o homem acordar do sono da morte e confessar que seu pai era inocente. 56

10 Com seis anos sua educação foi confiada a um tio sacerdote que tudo lhe ensinou sobre os serviços na Igreja de acólito, de canto e de ornamentação. Depois estudou filosofia, teologia e retórica em Valência. Além dos estudos dedicava-se à oração e á prática da caridade para com os pobres, os doentes, as viúvas e os órfãos. Por ocasião de uma grande fome vendeu seus livros para socorrer os necessitados. Como sacerdote sua vida era exemplar na vivência das virtudes cristãs. Pregava por toda parte a Palavra de Deus obtendo numerosas conversões. Convicto de que só a reforma dos costumes eclesiásticos poderia combater a proliferação de movimentos heréticos na Idade Média, fundou a Ordem dos Pregadores, em Bolonha, reconhecida em 1216 pelo papa Honório III. Os princípios fundamentais da ordem eram a pobreza mendicante, a formação teológica e universitária de seus membros e a fundação de conventos nos principais centros urbanos. Conheceu e se ligou com profunda amizade a São Francisco de Assis. São Domingos de Gusmão séc. XIII Uma mulher o procurou chorando porque seu marido tinha sido preso e feito escravo pelos mouros. E são Domingos, por piedade e caridade, se ofereceu para ser trocado por ele afim de que ela tivesse seu marido de volta. 57

11 Foi ele quem escreveu: Tão Sublime Sacramento, adoremos neste altar, pois o Antigo Testamento deu ao Novo seu lugar. Venha a Fé por suplemento os sentidos completar. Iniciou seus estudos no Mosteiro com cinco anos de idade. Depois freqüentou a universidade de Nápoles. Quando decidiu seguir a vida religiosa sofreu forte oposição da família, que o manteve preso por um ano. Tendo obtido a liberdade entregou-se totalmente à vida religiosa dominicana dedicando-se de forma muito especial ao estudo das Ciências Sagradas. A vida toda passou no gabinete de estudos ou nas salas de aula e sua fama de mestre de primeira grandeza era reconhecido na Itália, na França e na Alemanha. Seu talento e zelo pelo estudo causava admiração a todos. Seu saber era vastíssimo e sólido baseado na doutrina de Cristo, na Sagrada Escritura e nos Santos Padres. Não há nenhuma dificuldade nos dogmas que ele não ache solução, nenhum erro que não encontre refutação em seus escritos. Ele foi não somente teólogo e filósofo, mas, antes de tudo, foi um homem santo que cumpria com zelo seus deveres de religioso. A obra monumental que coroa toda a sua sabedoria é chamada de Suma Teológica. São Tomás de Aquino Doutor Angélico - séc XIII São Tomás argumentava que: A luz da razão e a luz da fé procedem ambas de Deus, e portanto não podem contradizer-se entre si. 58

12 "A Santa Missa é a obra na qual Deus coloca sob os nossos olhos todo o amor que Ele nos tem; é de certo modo, a síntese de todos os benefícios que Ele nos faz." "Se Deus dá ao homem somente a graça de poder amá-Lo isso basta... Uma simples velhinha poderá amar a Deus mais que um professor de teologia". Com quatro anos de idade uma doença grave punha em risco a sua vida. Seus pais recorreram a São Francisco que rezando por ele e lhe impondo as mãos o curou imediatamente. Com 20 anos tornou-se franciscano e dedicou-se aos estudos buscando, antes de tudo, a honra de Deus e a própria santificação. Praticava penitências continuamente, mantendo a sua alma pura para Deus, o que se refletia na alegria incomum que brilhava em seu rosto. Tinha um elevadíssimo conceito do sacerdócio e diziam parecer estar na presença de um anjo quando ele celebrava a Santa Missa. Seu ardor na pregação era impressionante. Com 30 anos era professor de Teologia na Universidade de Paris e cinco anos depois foi eleito superior geral da Ordem Franciscana. Seu Governo é considerado dos mais felizes e abençoados que a Ordem já teve. Era amigo de São Tomás de Aquino que o considerava grande sábio e não menos santo. Tinha grande empenho e prazer em reconduzir os pecadores para o caminho de Deus. São Boaventura – Cardeal Doutor Seráfico – séc XIII 59

13 Quando lhe sobrava um dia livre o empregava a visitar pobres, doentes e presos, dedicando-se especialmente aos que estavam condenados à morte. Santa Zita dormia sobre uma esteira no chão porque doara sua cama para uma família pobre. Filha de pais pobres e piedosos logo cedo seguiu o caminho das virtudes e da perfeição cristã. Era uma criança muito carinhosa e sempre que podia corria para um lugar isolado para rezar. Tornou-se santa apenas seguindo por toda a sua vida o conselho que recebera da mãe: Filha, antes de fazer qualquer coisa pergunte se o que você vai fazer agrada ou desagrada a Deus. Se agrada-Lo faça, senão, não faça. Com 12 anos empregou-se na casa de uma família rica e ali trabalhou por 48 anos. Todos os dias cedo ia à Santa Missa mas, infalivelmente, se apresentava no trabalho na hora marcada.O tempo que restava de seus afazeres como empregada doméstica ela aplicava em orações e boas leituras. Repartia sempre o seu alimento e seu salário com os pobres. Sofreu falsas acusações e foi tratada com severidade pelos patrões, mas jamais alguém a viu encolerizar-se. Ela sempre manteve o seu modo afável de tratar a todos desarmando assim os caluniadores e obtendo a admiração, o respeito de todos e o reconhecimento de sua santidade de vida. Morreu em 1278, tendo toda a família Fatinelli, a quem serviu durante toda a sua vida, ajoelhada ao redor de seu leito. Santa Zita – séc XIII 60

14

15 PPS Produzido por Dr. Dário Antônio da Silva Mattos Associação Queridos Filhos - AMAR É SANTOS EM 2000 ANOS DE CRISTIANISMO 6ª SÉRIE – 51 a 60 Fontes bibliográficas: 1. Lehmann, Pe João Batista – Na Luz Perpétua – 4ªed vv1e2.- Ed.Lar Católico, 1956; 2. Internet

16 "Queridos filhos! Imitem a vida dos santos; E que eles sejam um exemplo para vocês!"


Carregar ppt "AMAR É... ASSOCIAÇÃO QUERIDOS FILHOS AMAR É... 100 SANTOS EM 2000 ANOS DE CRISTIANISMO 6ª SÉRIE – 51 a 60 "Queridos filhos! Imitem a vida dos santos;"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google