A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Rainha dos Apóstolos A quarta das doze invocações de Maria como Rainha saúda a Mãe de Deus como Rainha dos Apóstolos, em latim Regina Apostolorum. Jesus.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Rainha dos Apóstolos A quarta das doze invocações de Maria como Rainha saúda a Mãe de Deus como Rainha dos Apóstolos, em latim Regina Apostolorum. Jesus."— Transcrição da apresentação:

1

2 Rainha dos Apóstolos

3 A quarta das doze invocações de Maria como Rainha saúda a Mãe de Deus como Rainha dos Apóstolos, em latim Regina Apostolorum. Jesus escolheu doze apóstolos para o seguirem mais de perto. Tinha pelo menos setenta e dois discípulos e uma multidão de seguidores. Mas os doze eram aqueles que o seguiam mais de perto.

4 O número doze é uma alusão às doze tribos de Israel. Com isso Jesus nos indica que ele era o novo Moisés, que guiaria o novo povo de Deus, para uma nova terra prometida, guiados pela síntese de toda a Lei e todos os profetas: o amor! Hoje sabemos que a Igreja Católica é una, santa, católica e apostólica.

5 Somente com estas quatro características, ou propriedades ela pode ser considerada plenamente a Igreja fundada por Jesus Cristo. Dizer que é una, significa afirmar que é sacramento universal de comunhão. Deve congregar os povos na unidade. Este é o modo que a Igreja tem de anunciar a salvação. Ela é santa, ou seja, configurada ao santo dos santos, Jesus Cristo.

6 Cada batizado pode dizer: Já não sou eu que vivo; Cristo vive em mim! (Gal 2,20). A obra do Espírito Santo em nós é esta: nos configurar a Cristo. Ser santo é ser um outro Cristo. A Igreja é santa porque é o Corpo Místico de Cristo. Seus membros podem cair no pecado. Mas a Igreja enquanto Corpo de Cristo é pura e sem mancha; é uma esposa preparada para o seu esposo, que é Cristo.

7 Dizer que a Igreja é Católica significa literalmente afirmar que ela tem o Cristo todo para anunciar a todos (Cat-holos: o que se refere ao todo). Mateus no último capítulo do seu evangelho dá uma lição de catolicidade no mandato missionário: Ide por todo o mundo e anunciai o evangelho a toda criatura, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo; e eis que estarei convosco todos os dias, até o fim.

8 Percebeu quantas vezes fala a palavra todo? Ser católico é ser totalmente cristão. Quanto mais você se afasta da Igreja Católica, menos cristão você será. O Espírito Santo pode agir até em não cristãos, porém toda fé verdadeira subsiste na Igreja Católica. Não ser católico é optar por ser um cristão que não tem a plenitude.

9 Muita gente pode se assustar com esta afirmação, mas é hora de começarmos a dizer claramente as coisas, pois a Igreja católica não é mais uma igreja. Ela é A Igreja, fundada por Jesus Cristo. Restou a última propriedade da Igreja que está no coração de nossa meditação. A Igreja é apostólica, ou seja, é missionária. A Conferência de Aparecida insistiu neste ponto dizendo que todo cristão deve ser discípulo-missionário.

10 Os apóstolos aprenderam esta lição com o Mestre de Nazaré. Jesus caminhou neste mundo fazendo o bem e curando a todos. Ele nos ensinou que não devemos descansar enquanto o evangelho não chegar a todas as pessoas. Somos águas de um rio que só descansará quando suas águas chegarem ao mar. Precisamos evangelizar todas as pessoas ao nosso redor.

11 Quem recebe o toque do Espírito não pode ficar parado; não pode ficar calado. Após fazer a experiência do Cristo ressuscitado, temos que ir às pressas anunciar esta boa notícia aos irmãos. Isto foi o que os apóstolos fizeram e por esta missão deram a própria vida. Maria é a rainha dos apóstolos, dos missionários e dos evangelizadores, pois ela recebeu o anúncio do anjo e imediatamente levantou-se às pressas e foi servir sua prima Isabel, que morava a 120km de Nazaré.

12 É a primeira cristã, a primeira missionária e a primeira apóstola. O primeiro passeio missionário de Jesus foi no ventre de sua mãe. Deste modo é que aconteceu o seu primeiro encontro com João Batista que estava no ventre de Isabel. Se Maria ensinou Jesus a caminhar, foi ela também que ensinou os apóstolos a perseverarem na oração.

13 Após a morte de seu filho ela permaneceu com o grupo e diz a Bíblia que Eram perseverantes na oração, com Maria, a mãe de Jesus (At 1,4). Este foi o primeiro encontro de um apostolado da oração. Rezar também faz parte de nosso apostolado, de nossa missão. Que Maria interceda por todos os que vivem intensamente sua atividade apostólica.

14 Que ela reze principalmente pelos apóstolos e apóstolas que vivem diariamente em suas famílias a desafiadora missão de educar seus filhos na fé. Rainha dos Apóstolos, rogai por nós!

15 Texto – Pe. Joãozinho – Música – Ave Maria J. S. Bach– Imagens – Google Formatação – Altair Castro


Carregar ppt "Rainha dos Apóstolos A quarta das doze invocações de Maria como Rainha saúda a Mãe de Deus como Rainha dos Apóstolos, em latim Regina Apostolorum. Jesus."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google