A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Associação Brasileira de Psicoterapia Reencarnacionista.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Associação Brasileira de Psicoterapia Reencarnacionista."— Transcrição da apresentação:

1 Associação Brasileira de Psicoterapia Reencarnacionista

2 REGRESSÃO TERAPÊUTICA É o Telão aqui na Terra, dirigido pelos Mentores Espirituais das pessoas, segundo a orientação dos Seres noLivro dos Espíritos, obra da codificação espírita.

3 LIVRO DOS ESPÍRITOS Na questão 399 sobre o Esquecimento do passado, os Espíritos referendam a Regressão Ética realizada pela Escola de Psicoterapia Reencarnacionista, que viria para a Terra 1 século e meio depois, trazendo a fusão da psicoterapia com a Reencarnação, com a utilização da Regressão dirigida pelos Espíritos superiores: Mergulhando na vida corpórea, perde o Espírito, momentaneamente, a lembrança de suas existências anteriores, como se um véu as cobrisse. Todavia, conserva algumas vezes vaga consciência, e lhe podem ser reveladas. Esta revelação, porém, só os Espíritos superiores espontaneamente lhe fazem, com um fim útil, nunca para satisfazer a vã curiosidade.

4 Regressão para a Terapia A Regressão no tratamento com a Psicoterapia Reencarnacionista tem a mesma função do Telão do período intervidas (entendimento e conscientização), mas além disso, aqui na Terra, traz o desligamento completo da encarnação acessada, quando a recordação chega ao Ponto Ótimo, com a recordação do período intervidas. VP / A / VP / A / VP / A / VP / A / VA

5 O RESPEITO À LEI DO ESQUECIMENTO O que vai ser acessado é determinado pelos Mentores Espirituais da pessoa, não atendendo a sua vontade, desejo ou o motivo de sua consulta, nem ao que o terapeuta entende que deve ser visto, encontrado ou curado na Regressão

6 Terapia de Regressão clássica: visa a melhoria ou cura das fobias, pânico, depressão severa, dores físicas crônicas, etc É o método clássico de acesso e desligamento através do esvaziamento das sensações e emoções/catarse/reprogramaçã o, etc. de situações traumáticas de outras encarnações. A recordação não vai até o final da história.

7 Por que os nossos Mentores nos ajudam a recordar encarnações passadas? 1. Para lembrarmos como era a nossa personalidade nas encarnações anteriores: a Personalidade Congênita. É a chave para o entendimento da nossa proposta de Reforma Íntima e o real aproveitamento da encarnação.

8 Por que os nossos Mentores nos ajudam a recordar encarnações passadas? 2. Para entendermos quais as nossas tendências congênitas inferiores de sentimentos e atitudes, a nossa maneira secular ou milenar de lidar com os fatos da vida terrena.

9 Por que os nossos Mentores nos ajudam a recordar encarnações passadas? 3. Para percebermos como vem sendo o nosso aproveitamento das encarnações nos últimos séculos ou milênios. Recordar se estamos evoluindo espiritualmente com o passar das encarnações.

10 Os 2 tipos de Regressão 1.A grande maioria das Escolas no Brasil e no mundo: o terapeuta interrompe a Regressão durante a história e adota alguns procedimentos (catarse, esvaziamento de emoções e sensações, reprogramação, PNL, etc.) 2.O terapeuta incentiva a pessoa a recordar até o fim da história, quando já estava de volta ao Mundo Espiritual (Ponto Ótimo) e então não é necessário nenhum desses procedimentos, apenas o entendimento do que acessou, as lições e os aprendizados.

11 O desligamento no Ponto Ótimo: uma Regressão completa A recordação vai do momento acessado naquela encarnação, até recordar a sua morte, o seu desencarne, a sua subida para o Plano Astral (período inter-vidas), até todas as ressonâncias da vida terrena terem passado: o Ponto Ótimo.

12 A Regressão Terapêutica e o respeito à Lei do Esquecimento Os 2 aspectos básicos: 1. Não direcionar a Regressão para o motivo da consulta, para a queixa da pessoa. 2. Nunca incentivar o reconhecimento de pessoas no passado.

13 O papel do psicoterapeuta reencarnacionista na Regressão 1.Relaxamento do corpo físico da pessoa (para diminuir a sensação corporal) 2.Elevação de sua frequência (para colocar a pessoa ao acesso de seus Mentores Espirituais)

14 A partir do momento em que a pessoa acessa o passado: O psicoterapeuta reencarnacionista coloca-se como um auxiliar dos Mentores Espirituais da pessoa: Sim, Continua,E depois?

15 O principal cuidado durante o processo regressivo Não interferir no trabalho dos Mentores Espirituais da pessoa Não infringir a Lei Divina do Esquecimento Recordação fiel (exatamente o que aconteceu, até o final da história). Se não for uma recordação fiel, não é o Telão na Terra.

16 Os benefícios da Regressão completa 1. Ao final dela (Ponto Ótimo) a pessoa está muito bem, tudo passou! Está muito melhor do que quando a recordação é encerrada pelo terapeuta de regressão durante ou ao final da situação traumática acessada ou no momento da sua morte lá.

17 Os benefícios da Regressão completa 2. Recordação dos entendimentos e compreensões que adquiriu quando estava no período inter-vidas, a lembrança das lições aprendidas, os ensinamentos e os encontros com Seres Espirituais superiores quando lá estava

18 Os benefícios da Regressão completa 3. Por incluir as passagens pelo Mundo Espiritual após cada encarnação acessada, é possível a recordação da finalidade de nossas últimas encarnações e dessa atual encarnação, muitas vezes a necessidade desse tipo de infância e de certos fatos durante a vida atual (gatilhos e armadilhas, retornos e resgates).

19 Os riscos da Terapia de Regressão 1.Físicos : a)enfarte cardíaco prévio b)hipertensão arterial descontrolada c)Acidente Vascular Cerebral (hemorragia ou isquemia cerebral prévia) d)Gestantes e)Velhos, etc.

20 Os riscos da Terapia de Regressão 2. Psicológicos a) Possibilitar à pessoa acessar uma encarnação e que não consiga lidar com o que aconteceu (o que fez ou o que sofreu) – isso não acontece com nosso Método. b) Não acompanhar a pessoa (seguir um Tratamento) após as regressões.

21 Os riscos da Terapia de Regressão 3. Kármico a) Oportunizar à pessoa acessar uma encarnação cujo acesso não era permitido pelo Mundo Espiritual ou ainda não era o momento de ser acessada – isso não acontece com o nosso Método.

22 Os riscos da Terapia de Regressão 3. Kármico b) Melhorar ou curar um sintoma que ainda não era o momento de ser melhorada ou curada, por ser uma necessidade de aprendizado ou merecimento: certas dores físicas são programadas como um sinal de alerta para quando a pessoa está repetindo um antigo padrão inferior ou prejudicial a si.

23 Os riscos da Terapia de Regressão 3. Kármico c) Incentivar o reconhecimento de pessoas no passado: pode ser verdadeiro pode ser fantasioso

24 Alguém pode ficar lá na regressão? Sim! Ficar lá significa ficar sintonizado lá: quando a recordação termina no momento ou logo após uma situação traumática durante a vida passada acessada, ou no momento da sua morte, ou logo após a sua morte, ou quando ficou vagando pela Terra, ou quando foi para o Umbral ou ficou flutuando no Astral intermediário. A intervenção de terapeutas de regressão experientes e competentes nesse momento (catarse, esvaziamento de sensações e emoções, reprogramação, PNL, etc.) minimiza muito essa situação.

25 Regressão em crianças 1. Crianças pequenas 2. Crianças maiores 3. Regressão à distância

26 Regressão à distância em adolescentes ou adultos A Ética na Regressão à Distância: apenas quando há a autorização e o desejo da pessoa. Pode ser feita: a)Com a pessoa presente b)Com a pessoa ausente O desligamento tem o mesmo efeito, o mesmo benefício mas perde-se no efeito consciencial, pois mesmo assistindo, não tem o mesmo impacto de quando é vivencial.

27 Regressão à distância após Regressão vivencial É realizada quando, ao final de uma Regressão, é referido que outra pessoa ficou na Terra ou no Umbral, e então perguntando sem perguntar percebe-se se o Mundo Espiritual deseja ou não desligar aquela outra pessoa daquela vida passada ou lá do Umbral, onde ainda está sintonizada até hoje. Não insistir para que aconteça, dar um leve toque e aguardar se o desligamento irá ocorrer, se esse é desejo dos Mentores daquela pessoa.

28 MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA AS REGRESSÕES A leitura do Manual é uma leitura fiel do mesmo pois, além dele ser um Mantra recebido para preparar a pessoa para o acesso de seus Mentores, é um exercício para nos ajudar a desenvolver a humildade, a obediência e a submissão ao Mundo Espiritual. Por isso, o Ministrante deve exigir de seus alunos e dos monitores que a leitura seja absolutamente fiel, não sendo permitido improvisações ou personalismos em sua leitura.

29 O Manual apresenta as seguintes fases Sintonia com os nossos Mentores e os Mentores da pessoa Relaxamento do seu corpo físico Elevação de sua frequência Encontro da situação do passado na qual está sintonizado: recordação de uma encarnação passada ou de uma situação pós-morte Lembrança do desencarne naquela ocasião, a subida para o Mundo Espiritual e a sua estadia lá Recordação das lições, ensinamentos e orientações que tenha recebido quando da volta para o Mundo Espiritual

30 As finalidades da fidelidade na leitura deste Manual Aprender a obedecer ao Mundo Espiritual (Obediência) Aprender a ser igual (Humildade) Aprender a abrir mão do comando diante de Seres Superiores (Submissão) Aprender a ter mais paciência Aprender a ter mais disciplina

31 Táticas para a Regressão Táticas para quando a pessoa demora a perceber que está em uma situação do passado Se demora muito e a pessoa demora a recordar que saiu da situação, ou afirma que não saiu, que nunca saiu, que está lá, que não vai sair, etc. Se a pessoa vai para outra vida (Táticas de retorno)

32 ATENÇÃO! NUNCA TERMINAR UMA REGRESSÃO SEM TER CERTEZA QUE A PESSOA ESTÁ NO MUNDO ESPIRITUAL no ponto ótimo (Ou o melhor que ficou naquela ocasião) ONDE TERMINA A REGRESSÃO, FICA A SINTONIA.

33 Associação Brasileira de Psicoterapia Reencarnacionista


Carregar ppt "Associação Brasileira de Psicoterapia Reencarnacionista."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google