A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Iniciamos hoje o tempo mais sagrado do Ano Litúrgico: o TRÍDUO PASCAL, no qual revivemos e celebramos os Mistérios principais de nossa fé: Toda Missa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Iniciamos hoje o tempo mais sagrado do Ano Litúrgico: o TRÍDUO PASCAL, no qual revivemos e celebramos os Mistérios principais de nossa fé: Toda Missa."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Iniciamos hoje o tempo mais sagrado do Ano Litúrgico: o TRÍDUO PASCAL, no qual revivemos e celebramos os Mistérios principais de nossa fé: Toda Missa é Memorial da Paixão, Morte e Ressurreição do Senhor. Mas hoje, na quinta feira santa, o é ainda mais... Na CEIA de despedida, Jesus nos dá o PÃO DA VIDA. - As Leituras bíblicas ilustram a celebração...

4 A 1ª Leitura fala da Instituição da Páscoa Judaica. (Ex 12, ) Deus ordena aos hebreus a imolarem um Cordeiro perfeito, a tingirem com seu sangue as portas das casas, para que fossem poupados do extermínio dos primogênitos, e depois, comê-lo às pressas, como quem vai viajar. Preservados pelo sangue do cordeiro e nutridos com a sua carne, deveriam iniciar a marcha para a Terra Prometida.

5 Teriam de repetir esse rito todos os anos, em memória do fato. É a PÁSCOA DOS JUDEUS. Memória da libertação e anúncio de uma libertação futura (a Páscoa Cristã). Jesus escolhe a celebração da Páscoa dos judeus para instituir a nova, em que ele é o verdadeiro Cordeiro, imolado na cruz e comido na ceia eucarística. Por isso a Páscoa cristã também tem sentido de Libertação, partilha, preservação da vida, Memorial dos feitos de Deus...

6 Na 2ª Leitura, temos uma narrativa da Instituição da Eucaristia: É o 1º escrito do Novo Testamento, que fala da Eucaristia. (1Cor 11,23-26) Jesus se entrega na Comunhão. Judas entrega o Cristo, na Traição No Evangelho, Jesus mostra com o gesto concreto do "Lava-pés", o espírito que devem ter os convidados à Ceia. (Jo 13,1-15) Jesus nos convida a penetrar com um olhar mais profundo o inefável Mistério que se cumpriu pela primeira vez no Cenáculo... e que hoje se perpetua no Altar...

7 a) Lembra a Instituição da Eucaristia e Vigília da morte do Senhor. - "Tendo amado os seus, amou-os até o fim, até a morte..." (S. João) - "Na noite em que ia ser entregue..." (S. Paulo) Tremendo contraste: - da parte de Cristo: amor infinito, amou-os até o fim... - da parte dos homens: traição, negação, abandono... A Eucaristia é a resposta do Senhor à traição de suas criaturas. A morte o arrebatará desse mundo, dentro de poucas horas, ele perpetuará aqui a sua presença real e viva...

8 b) Dia do Sacerdócio: Para perpetuar essa Eucaristia através dos tempos... através dos lugares: cria o SACERDOTE: "Fazei isto em MEMÓRIA de mim.." Uma pessoa humana...(com suas limitações...) mas com uma missão divina... a serviço do Povo de Deus: Guiar (Pastor), Evangelizar (Profeta), Santificar (Sacerdote)...

9 c) Seu Testamento: O Mandamento Novo: "Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei..." + O LAVA-PÉS Jesus quis mostrar seu amor com um gesto concreto. O Lava-pés e a instituição da eucaristia são sinais do mesmo amor sem fronteiras de Cristo. No Cenáculo, Jesus como Mestre e Senhor, despoja-se do manto, pega uma bacia e põe-se a lavar os pés dos discípulos.

10 Oferecer água para lavar os pés era sinal de hospitalidade e acolhida. Na ação de Jesus, revela-se o rosto solidário e amoroso do Pai. O Lava-pés é um gesto profético, que antecipa o sentido da cruz: a entrega de Jesus por amor até o fim. Todos somos convidados a participar desse gesto... Senhor do lava-pés, tome novamente o jarro de água e a bacia. Repita aquilo que fizeste, há 20 séculos; sai de tua mesa e vem lavar os nossos pés...

11 Deixar-se lavar por Jesus significa comungar com seu projeto de amor, que o levou a entregar a sua vida pela nossa salvação. Vem, Senhor, lavar os nossos pés para que possamos nos sentar para sempre em tua mesa, no eterno convívio da alegria e do amor. A operação lava-pés deve iniciar também em nossa Vida. com gestos concretos a serviço dos irmãos, Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa CS

12 Meditada por: Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa CS MEU DOMINGO Com a Palavra de Deus Ilustração: Nelso Geraldo Ferronatto Música: Jesus erguendo-se da ceia Música e letra: Valdeci Farias CD: Liturgia III - Cantos litúrgicos Paulus https://www.youtube.com/user/MeuDomingo/videos


Carregar ppt "Iniciamos hoje o tempo mais sagrado do Ano Litúrgico: o TRÍDUO PASCAL, no qual revivemos e celebramos os Mistérios principais de nossa fé: Toda Missa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google