A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Arte e Alegria Oficinas de Arte Terapia Apresentação do estágio conclusão do curso de pós-graduação lato-sensu em Arte Terapia no Alquimy Art em parceria.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Arte e Alegria Oficinas de Arte Terapia Apresentação do estágio conclusão do curso de pós-graduação lato-sensu em Arte Terapia no Alquimy Art em parceria."— Transcrição da apresentação:

1 Arte e Alegria Oficinas de Arte Terapia Apresentação do estágio conclusão do curso de pós-graduação lato-sensu em Arte Terapia no Alquimy Art em parceria com a Universidade Potiguar, Natal Estagiárias Vera Lucia Lazzaro Traversa – Artista Plástica Fernanda Ramos Reck - Pedagoga

2 Dados do Estágio Instituição: INSTITUTO DE INFECTOLOGIA EMÍLIO RIBAS Hospital Dia / Pediatria / 2º andar Local: Av. Dr. Arnaldo, São Paulo-SP Horário: sextas feiras das 10:00hs às 12:00hs Público: pacientes infanto-juvenis portadores do vírus HIV, que foram contaminados pelos pais, muitos deles abandonados e acolhidos em casas de apoio. Recebem no Hospital Dia o medicamento gamaglobulina via endovenosa, com intervalos de 30 a 40 dias. Período: de agosto/ 2003 a junho/ 2004, com um total de 100 horas supervisionadas.

3 O uniforme, nossa identidade. Um facilitador para uma comunicação amigável e alegre.

4 Metodologia das Oficinas Oficinas: Arte terapia breve. Objetivo : criação de uma atmosfera mais acolhedora, onde o fazer arte estimulava a alegria, possibilitando uma melhor qualidade de vida em face de suas dificuldades e necessidades. Enfoque: o lúdico e o brincar. Temas: previamente preparados como: contar histórias, uso de instrumentos musicais, bonecos, etc.

5 Kit Arte Kit arte na cestinha colorida: papel sulfite de várias cores, canetas hidrográficas, tinta guache em tubinho, giz de cera, lápis de cor, cola branca, tesoura, barbante, fita crepe, bolinha de sabão, papel krepon, folha de eva, papéis coloridos em pedaços, etc. Base das peças: confeccionadas previamente, quando necessário

6 Roteiro dos Encontros Uma brincadeira com os enfermeiros Escolha do quarto Cumprimentar cada criança perguntando o nome e a idade Acomodar as crianças Iniciar a dinâmica Distribuir as bandejas e o kit arte Convidar os acompanhantes a participarem Execução dos trabalhos Conversa com as crianças e acompanhantes Finalização: Fotografar cada trabalho e a chegada da comida

7 Dificuldades A idade das crianças variava entre 2 a 15 anos As crianças não podiam se locomover A mão que recebia o soro ficava imobilizada Se acomodavam em camas, poltronas ou cadeiras O trânsito de pessoas no quarto é intenso Algumas crianças são deficientes físicos e/ou mentais O grupo de crianças não é sempre o mesmo nas sextas feiras O espaço é insuficiente para acomodar todas as crianças e os acompanhantes O grau de instrução, educação e cultura são diferentes

8 Uma solução encontrada para realização dos trabalhos plásticos

9 Pontos Favoráveis Os enfermeiros são carinhosos e atenciosos com as crianças. Existem grupos de mães e crianças super unidos, que fazem festas de aniversário, são alegres e animados e conseqüentemente as crianças têm uma aparência mais saudável. A alimentação é excelente. Eles escolhem o cardápio do dia e a comida chega cheirosa e quentinha. Pontos Desfavoráveis As crianças acordam muito cedo e ficam cansadas. Havia dois quartos e a escolha era difícil e algumas mães do outro quarto reivindicavam a nossa presença. Obter informações no hospital.

10 Percepção Imaginativa Dinâmica: Desenhar o seu animal e dizer uma qualidade O Pavão que Abre e Fecha: uma história onde todos os animais são convidados para uma festa na floresta. Material: kit arte e saquinhos de sanduíche.

11 Percepção Auditiva Dinâmica: Chocalhos Perceber os sons dos chocalhos, do quarto, do corredor, do lado de fora da janela. Material: instrumentos musicais (chocalhos) construídos com embalagens recicladas.

12 Percepção Visual Dinâmica: Máscara Ver o mundo, o amigo ao lado, o quarto do hospital e outras coisas de uma forma diferente. Material: kit arte, máscaras de papel recortadas e papel celofane.

13 Percepção Tato Dinâmica: Caixa Surpresa Colocar a mão dentro da caixa, tocar os objetos percebendo sua textura, forma e sensação. Desenhar as sensações. Material: kit arte, caixa com objetos dentro.

14 Percepção Sensorial Dinâmica: Tinta guache Com a tinta guache no tubinho colorir a bandeja de isopor. Material: kit arte e bandejinhas de isopor.

15 Percepção do Lúdico Dinâmica: Vestir o boneco Colar os retalhos de tecido vestindo seu boneco. Se apresentar e conversar. Material: kit arte e base do boneco.

16 Percepção da Palavra Dinâmica: Escrita Interativa Escrever uma palavra, colocar o papel enrolado na bolinha e jogar para alguém no quarto, que por sua vez vai escrever outra palavra logo abaixo e jogar a bolinha para outra pessoa e assim por diante. Material: kit arte e bolinhas coloridas com canudo de papel

17 Percepção de Crenças Dinâmica: Data comemorativa Árvore de Natal Montar uma árvore de natal com retalhos de tecido e fios de lã. Material: kit arte e base da árvore feita de argila e pau de bambu.

18 Percepção da Forma Dinâmica: Um bolo de Aniversário O coelho da Páscoa fez aniversário e convidou todo mundo para a sua festa e este grupo de crianças fez o bolo para levar como presente. Material: kit arte e papelão cortado no formato redondo.

19 Tema de Encerramento do Estágio Dinâmica: A História do Protetor da Amizade e o Jogo da Amizade* Deixar uma mensagem para um amigo real ou imaginário que será colocada na caixa de mensagens. Material: kit arte, o Jogo da Amizade e a caixa de mensagens. As cartas deste jogo foram feitas com as fotografias dos trabalhos das crianças realizados durante o estágio.

20 O Protetor da Amizade Ele é uma figura sábia, o mais antigo de todos os seres que moram nas profundezas dos oceanos, mares, rios e de todas as águas. Seu formato é de meia lua, arredondado, de cor amarela como o sol que aquece e ilumina. Seus olhos são arroxeados, cobertos por uma membrana que vai até o nariz. Ele observa a tudo e a todos com seu olhar atento e carinhoso. Para vê-lo é preciso admirar, amar e respeitar a beleza da natureza, das pessoas e de todas as criaturas que existem nesse mundo. Quando o vemos ele fica tão feliz que se torna nosso amigo para sempre. Um amigo que nos protege, nos guia e nos diverte. Como recompensa desta nova amizade ele deixa uma mensagem para aquecer nosso coração e para que seja lembrado em todos os momentos de nossa vida. Assim, ele acredita que com cada amigo conquistado, é possível criar uma grande corrente da amizade, que vai nos acolher e nos proteger sempre que precisarmos. Esta estória não tem fim, pois a cada dia que passa faremos mais amizades e deixaremos guardada em nossas lembranças uma nova mensagem. *Autoria da História O Protetor da Amizade e do Jogo da Amizade de Vera Lucia Lazzaro Traversa

21 Trabalhos Realizados

22

23

24

25 Resultados das Oficinas As crianças perguntavam qual era a brincadeira do dia Apresentavam disposição na realização dos trabalhos Esqueciam que o soro pingava lentamente A mão presa no soro não representava dificuldade O humor das crianças transmutava de quietos e tristes para alegres e dinâmicos A participação espontânea dos acompanhantes, enfermeiros e médicos Os agradecimentos dos acompanhantes No término dos trabalhos era nítida a expressão de entusiasmo Ver seu trabalho sendo fotografado representava uma satisfação Indagavam quando íamos voltar

26 Bibliografia Allessandrini, Cristina Dias - Oficina Criativa e Psicopedagogia - São Paulo: Casa do Psicólogo, 1996 Pain, Sara & Jarreau, Gladys - Teoria e Técnica da Arte Terapia – Porto Alegre: Artes Médicas, 1996 Liebmann, Marian - Exercícios de Arte para Grupos – São Paulo: Summus, 2000 Oaklander, Violet Descobrindo Crianças. Trad. George Schlesinger São Paulo, Summus Ed, 1980 Winnicott, D. W. O Brincar e a Realidade. Rio de Janeiro, Imago Ed, ano 1975 Liebmann, Marian (1942) Exercícios de Arte para Grupos. Trad. Rogério Migliorini São Paulo, Summus Ed., 2000 Lowenfeld, Victor A Criança e sua Arte. Trad. Miguel Maillet. São Paulo, Mestre Jou Ed.1977 Viviani, Mirella D´Ângelo Si Brinca. São Paulo, Graphium Ed, 2001

27 Agradecimentos Ao Instituto de Infectologia Emílio Ribas por permitir a realização de nosso estágio. Ao Dr. Roberto Florin que nos guiou em uma visitação das dependências do Instituto, que nos abriu as portas da Instituição e nos apresentou à Divisão Científica. Ao Dr. Alexandre Ely Campéas, médico pediatra, que nos recebeu carinhosamente e foi nosso responsável perante o Instituto. Ao pessoal da Divisão Científica que sempre nos recebia com carinho às sextas feiras. À equipe de enfermagem: Rosana e Márcia, Gerson e Jesuína que colaboraram para o sucesso de nosso trabalho. À Fernanda, minha parceira de trabalho com quem dividia as minhas apreensões e dificuldades. Aos amigos que me incentivaram a realizar este estágio.


Carregar ppt "Arte e Alegria Oficinas de Arte Terapia Apresentação do estágio conclusão do curso de pós-graduação lato-sensu em Arte Terapia no Alquimy Art em parceria."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google