A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ARTE GREGA Enquanto a arte egípcia é uma arte ligada ao espírito, a arte grega liga-se à inteligência.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ARTE GREGA Enquanto a arte egípcia é uma arte ligada ao espírito, a arte grega liga-se à inteligência."— Transcrição da apresentação:

1 ARTE GREGA Enquanto a arte egípcia é uma arte ligada ao espírito, a arte grega liga-se à inteligência.

2 Acima, o mundo tal como Heródoto o imaginava por volta do ano 450 antes de Cristo.

3 Abaixo, o mapa atual da mesma região

4 Os seus reis não eram deuses, mas seres inteligentes e justos que se dedicavam ao bem-estar do povo. A arte grega volta-se para o gozo da vida presente. Contemplando a natureza, o artista se empolga pela vida e tenta, através da arte, exprimir suas manifestações

5 As formas artísticas Os gregos criaram entre 1550 a. C. e 30 a. C. as mais variadas formas de arte, desde as mais simples, como as moedas, até as verdadeiramente monumentais, como templos, estátuas em tamanho natural e maravilhosos relevos.

6 abundante produção artística A crescente prosperidade das cidades gregas logo se fez notar na abundante produção artística do Período Arcaico, graças aos contatos comerciais cada vez mais intensivos entre os gregos e as prósperas comunidades da Sírio-Palestina, da Mesopotâmia e do Egito. O estilo geométrico, característico da Idade das Trevas, entrou em sua fase final por volta de 750 a. C.. Entre 700 e 600 a. C., novos temas e novas técnicas de origem oriental começaram a influenciar de forma decisiva a Arte Grega.

7 Arte grega abarca pouco mais de anos de história. Alguns eruditos certamente contestariam isso, uma vez que muitos deles não inclui o Período Micênico na história da arte grega. Mas não do ponto de vista histórico: os micênios eram reconhecidamente gregos. Decoravam as paredes de seus palácios com pinturas e esculturas em baixo relevo

8 Na escultura destaca-se a Porta dos Leões colocada acima de uma muralha com enormes blocos que cercava Micenas. Representava, como valores dessa civilização a força e a agressividade.

9 Contemplando a natureza, o artista se empolga pela vida e tenta, através da arte, exprimir suas manifestações. Na sua constante busca da perfeição, o artista grego cria uma arte de elaboração intelectual em que predominam o ritmo, o equilíbrio, a harmonia ideal. Eles tem como características: o racionalismo; amor pela beleza; interesse pelo homem, essa pequena criatura que é a medida de todas as coisas; e a democracia.

10 Máscara de Agamenon Grande parte dos historiadores acredita que foram os micênicos que fizeram a gierra contra Tróia. Os locais descritos por Homero podem ser identigficados a partir dos objetos achados em suas pesquisas (vestígios dessa civilização). Alguns objetos encontrados são descritos em Ilíada e Odisséia como mostra a imagem ao lado que consideram como sendo a máscara de Agamenon.

11 TUMBA DOS ÁTRIDAS

12 PINTURA A pintura grega encontra-se na arte cerâmica. Os vasos gregos são também conhecidos não só pelo equilíbrio de sua forma, mas também pela harmonia entre o desenho, as cores e o espaço utilizado para a ornamentação. Além de servir para rituais religiosos, esses vasos eram usados para armazenar, entre outras coisas, água, vinho, azeite e mantimentos.

13 Vaso grego, a.C., Louvre, Paris.

14 Os efeitos mais notáveis da influência oriental podem ser observados na cerâmica, particularmente nos vasos produzidos em Corinto, onde se desenvolveu a técnica "de figuras negras". Essa revolucionária técnica atingiu o apogeu em Atenas, entre e -480, mas por volta de -530 uma nova técnica, a "de figuras vermelhas", criada na própria Atenas, começou a suplantar a "de figuras negras". Vaso grego

15 As pinturas dos vasos representavam pessoas em suas atividades diárias e cenas da mitologia grega. O maior pintor de figuras negras foi Exéquias. A pintura grega se divide em três grupos: 1) figuras negras sobre o fundo vermelho 2) figuras vermelhas sobre o fundo negro 3) figuras vermelhas sobre o fundo branco

16 Vaso - Artemis representada como "senhora dos animais", -570/-560.

17 As damas de Azul afresco

18 Poucas pinturas em painéis sobreviveram; já os mosaicos chegaram até nós em razoável quantidade. A pintura em cerâmica com a técnica "de figuras vermelhas" e as cenas desenhadas sobre fundo branco tornaram-se muito populares; alguns vasos "de figuras negras", em pleno declínio desde o fim do Período Arcaico, eram ainda produzidos para fins comemorativos. As três Graças - Pompéia

19 Vênus repreende Cupido - afresco

20 Escultura A estatuária grega representa os mais altos padrões já atingidos pelo homem. Na escultura, o antropomorfismo - esculturas de formas humanas - foi insuperável. As estátuas adquiriram, além do equilíbrio e perfeição das formas, o movimento. No Período Arcaico os gregos começaram a esculpir, em mármores, grandes figuras de homens. Primeiramente aparecem esculturas simétricas, em rigorosa posição frontal, com o peso do corpo igualmente distribuído sobre as duas pernas. Esse tipo de estátua é chamado Kouros (palavra grega: homem jovem).

21 kouros koraiAs primeiras influências orientais na escultura grega vieram da Mesopotâmia, com o estilo chamado "dedálico". A partir de -650, porém, a influência egípcia aparecia cada vez mais e culminou nas famosas estátuas, em tamanho natural, de rapazes nus (gr. kouros) e de moças vestidas (gr. korai), usadas em monumentos funerários e nos templos. Kouros e korai - final do séc. VII A. C.

22 ZEUS DE ARTEMÍSIO 470 A. C. Efebo de Crítios 480ª. C.

23 No Período Clássico passou-se a procurar movimento nas estátuas, para isto, se começou a usar o bronze que era mais resistente do que o mármore, podendo fixar o movimento sem se quebrar. Surge o nu feminino, pois no período arcaico, as figuras de mulher eram esculpidas sempre vestidas.

24 Período Helenístico podemos observar o crescente naturalismo: os seres humanos não eram representados apenas de acordo com a idade e a personalidade, mas também segundo as emoções e o estado de espírito de um momento. O grande desafio e a grande conquista da escultura do período helenístico foi a representação não de uma figura apenas, mas de grupos de figuras que mantivessem a sugestão de mobilidade e fossem bonitos de todos os ângulos que pudessem ser observados.

25 Os principais mestres da escultura clássica grega são: - Praxíteles, celebrado pela graça das suas esculturas, pela lânguida pose em S (Hermes com Dionísio menino), foi o primeiro artista que esculpiu o nu feminino. - Policleto, autor de Doríforo - condutor da lança, criou padrões de beleza e equilíbrio através do tamanho das estátuas que deveriam ter sete vezes e meia o tamanho da cabeça.

26 - Fídias, talvez o mais famoso de todos, autor de Zeus Olímpico, sua obra-prima, e Atenéia. Realizou toda a decoração em baixos-relevos do templo Partenon: as esculturas dos frontões, métopas e frisos. - Lisipo, representava os homens tal como se vêem e não como são (verdadeiros retratos). Foi Lisipo que introduziu a proporção ideal do corpo humano com a medida de oito vezes a cabeças. - Miron, autor do Discóbolo - homem arremessando o disco.

27 Escultura: estátuas livres, relevos arquitetônicos, estelas fúnebresEscultura: estátuas livres, relevos arquitetônicos, estelas fúnebres Arquitetura: cidadelas, templos e outras edificações públicas e privadasArquitetura: cidadelas, templos e outras edificações públicas e privadas Cerâmica: vasos decoradosCerâmica: vasos decorados Pintura: pinturas em painéis, afrescos e mosaicosPintura: pinturas em painéis, afrescos e mosaicos Formas diversas: trabalhos em metal, estatuetas, moedas, jóiasFormas diversas: trabalhos em metal, estatuetas, moedas, jóias

28 Escultura "Vênus de Milo", -150/-100. Ela representa a deusa grega Afrodite, do amor sexual e beleza física, tendo ficado no entanto mais conhecida pelo seu nome romano, Vênus. É uma escultura em mármore com 203 cm de altura, que data de cerca de 130 a. C., e que se pensa ser obra de Alexandro de Antióquia. Encontrada na ilha de MIlo

29 Na sua constante busca da perfeição, o artista grego cria uma arte de elaboração intelectual em que predominam o ritmo, o equilíbrio, a harmonia ideal. Eles tem como características: o racionalismo; amor pela beleza;o racionalismo; amor pela beleza; interesse pelo homem, essa pequena criatura que é a medida de todas as coisas;interesse pelo homem, essa pequena criatura que é a medida de todas as coisas; e a democracia.e a democracia. Cópia do Discóbolo de Míron

30 Muitas obras se perderam nos séculos seguintes graças a sucessivos terremotos, incêndios, demolições, guerras e saques. Além das perdas acidentais, houve também destruição intencional, como o caso dos monumentos demolidos para a reutilização do mármore em construções e o das estátuas de ouro e bronze derretidas para aproveitamento do metal. Apolo Sauróctono

31 A s décadas que separam a vitória grega sobre os persas- (480) da morte de Alexandre III (-323) marcam o amadurecimento e o apogeu da arte grega. As principais características desta fase, tradicionalmente denominada "clássica", foram basicamente o crescente interesse dos artistas na representação naturalista da figura humana e a utilização de formas idealizadas de homens e mulheres em movimento.

32 entenda-se por "arte grega" a arte de todos os povos que falaram grego desde 1550 A. C., pelo menos, até 30 d. C., época em que se estabeleceu a dominação romana de todo o Mediterrâneo. Laocoonte e seus filhos – Guerra de Tróia – período helênico

33 Curiosidades Chegaram aos nossos dias fragmentos mais ou menos completos de várias estátuas e relevos, as ruínas dos templos e muitos vasos de cerâmica. Através da recuperação de numerosas cópias romanas de originais gregos perdidos foi possível reconstituir, pelo menos,em parte,as principais características artísticas de diversos escultores e pintores. De outras formas de arte como jóias, moedas, pinturas em painel, objetos e ornamentos diversos, porém, restou pouca coisa...

34 Os padrões de beleza vistos nas esculturas, vasos e templos estão igualmente presentes em numerosas estatuetas votivas, jóias, moedas e outros objetos em que os artistas da época mostraram grande habilidade e excelência. Dracma grega Jóia grega

35

36 Finalmente, o interesse da aristocracia romana ( invasão romana no território grego) pela cultura grega em geral e pela arte em particular também fez surgir, a partir do século II, um florescente mercado de cópias, especialmente de esculturas e de pinturas. Graças a isso conhecemos boa parte das obras gregas perdidas, ainda que através de um simples reflexo... Santuário de Palas Atena Pronaia - Delfos

37 Os estilos arquitetônicos mais antigos utilizados em quase todos os templos arcaicos foram o o jônico eo jônico e dórico","dórico", o coríntio, nos templos clássicoso coríntio, nos templos clássicos.

38 1 – templo Dórico 2 – templo Jônico 3 – templo Corintio

39

40 Acrópole - Atenas

41 A Acrópole – Atenas Capitéis dóricos - peristilo

42 O planejamento racional das cidades, que chamamos atualmente de "urbanismo", tornou-se cada vez mais comum. Do final do Período Clássico datam ainda numerosos edifícios comunitários, como tesouros, teatros, munumentos e mausoléus; a ágora, antigo local da cidade em que os cidadãos se reuniam em assembléia, passou a ser mais valorizada e ganhou pórticos, monumentos e outros prédios.

43 Parthenon Os templos clássicos, erguidos desde as primeiras décadas conforme as tradicionais ordens dórica e iônica, tinham dimensões cada vez mais monumentais. A fama do parthenon, erguido pelos atenienses em sua acrópole em homenagem à deusa Atena, perdura até o presente. Foi um dos arquitetos do parthenon, Ictino, quem introduziu entre -430 e -390 uma terceira ordem arquitetônica, a coríntia.

44 Parthenon

45 Cariátides As Cariátides eram colunas com a forma de estátuas de mulheres que suportavam na cabeça todo o peso do entablamento e da cobertura do templo.

46

47 Teatros Gregos

48

49 Teatro A construção do teatro grego, totalmente aberto ao ar livre, assim como dos templos religiosos e estádios esportivos, aproveitava a encosta de colinas para que se garantisse o efeito acústico. A arquitetura do teatro grego compreende três partes: Orquestra - ao centro, um plano circular de terra batida, sobre o qual evoluía o coro, que entra pelos corredores laterais, Teatro - (théatron que quer dizer "lugar de onde se vê") destinado aos espectadores.O teatro descreve em torno da orquestra um semi- círculo. Skené - onde transcorria a ação. Nasce, assim, o cenário teatral. Ao longo da skené, estende-se uma passarela denominada proskénion (proscênio), com três a quatro metros de altura, onde atuavam os atores.

50 Templo de Epidauro –Teatro Máscara grega

51 O trabalho em metal teve um desenvolvimento sem precedentes, e numerosas estátuas de bronze de diversos tamanhos chegaram até nós. As artes menores, no entanto, como a joalheria e a cunhagem de moedas, evoluíram pouco em relação ao Período Arcaico. Escultura de Alcmeon – (saúde é o resultado do equilíbrio entre poderes)

52 Estátua de bronze. Artemision, -460/-450.

53 Na escultura esses princípios podem ser observados com toda a nitidez: estátuas de homens e deuses em diferentes poses, atletas em pleno movimento e mulheres com vestes esvoaçantes, soltas ao vento, enfeitam templos e sepulturas. Os relevos dos frontões, métopas e frisos dos templos, assim como as populares estelas fúnebres, acompanharam essa estética passo a passo. Vitória de Samotrácia

54 Introdução à arte helenística A importância cultural de Atenas declinou, com a fragmentação do império de Alexandre III (-356/-323) no fim do século IV, e novos e importantes centros artísticos surgiram fora da península grega, notadamente em Pérgamo, Rodes, Antióquia e Alexandria. Além dos soberanos das novas monarquias helenizadas, as prósperas classes sociais em ascenção tornaram-se também clientes dos artistas gregos. Monumentos e outras grandes obras de arte em espaços públicos ainda tinham lugar; o interesse dos cidadãos particulares pela arte, porém, criou um mercado novo e sem precedentes para a arte grega. Detalhe do Grande Altar de Zeus em Pérgamo, -164/-156.

55 Período helenístico - escultura e moedas Atlas Farnese

56 Embora calcados em modelos clássicos, os artistas helenísticos procuraram representar as emoções humanas e colocar traços cada vez mais realistas e menos idealizados em suas obras chegando, às vezes, até a caricatura. Essas novas tendências são bem marcadas nas estátuas, relevos e grupos escultórios colossais; o interesse pelo nu feminino e pelos retratos aumentou consideravelmente. Ninfa Salmacis

57 Eros e Psiquê Hermafrodite dormindo

58 Para seu conhecimento: Mitologia: Zeus: senhor dos céus; Atenéia: deusa da guerra; Afrodite: deusa do amor; Apolo: deus das artes e da beleza; Posseidon: deus das águas; entre outros. Olimpíadas: Realizavam-se em Olímpia, cada 4 anos, em honra a Zeus. Os primeiros jogos começaram em 776 a.C. As festas olímpicas serviam de base para marcar o tempo. Teatro: Foi criada a comédia e a tragédia. Entre as mais famosas: Édipo Rei de Sófocles. Música: Significa a arte das musas, entre os gregos a lira era o instrumento nacional.


Carregar ppt "ARTE GREGA Enquanto a arte egípcia é uma arte ligada ao espírito, a arte grega liga-se à inteligência."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google