A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Doentes de risco A Galvão-Teles 7 de Julho de 2007 BIFOSFONATO, EVOLUÇÃO NO TRATAMENTO DA OSTEOPOROSE PÓS-MENOPAUSA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Doentes de risco A Galvão-Teles 7 de Julho de 2007 BIFOSFONATO, EVOLUÇÃO NO TRATAMENTO DA OSTEOPOROSE PÓS-MENOPAUSA."— Transcrição da apresentação:

1 Doentes de risco A Galvão-Teles 7 de Julho de 2007 BIFOSFONATO, EVOLUÇÃO NO TRATAMENTO DA OSTEOPOROSE PÓS-MENOPAUSA

2 Osteoporose Atinge 30 milhões de mulheres 55% de mulheres 55a Despesa médica das fracturas osteoporóticas 15 biliões de dólares Nos EUA

3 Idade Raça – caucasiana, asiática Pequena envergadura Menopausa precoce Fracturas prévias História familiar de osteoporose FR para osteoporose I Não modificáveis

4 Ingestão inadequada de Ca e Vit.D Hábitos tabágicos Baixo peso (< 19) Excesso de álcool Sedentarismo ou imobilização prolongada FR para osteoporose II Modificáveis

5 Osteoporose e hormonas sexuais

6 DMO e estrogénios

7 DMO e anos de menstruação

8 DMO e nº de filhos

9 FR para osteoporose III Endócrinas Hipertiroidismo Hiperparatiroidismo Ovariectomia pré e pós-menopausa Poucos filhos Anovulação - excesso de exercício - DCA Situações médicas associadas (1)

10 FR para osteoporose III Doença renal crónica Má nutrição Excesso Proteínas Cafeína Sódio Fosfatos Situações médicas associadas (2)

11 FR para osteoporose III Situações médicas associadas (3) Fármacos Corticoides Heparina Metotrexato Ciclosporina Agonistas GnRH Hormonas tiroideias Anti-convulsivantes Sais de alumínio Citotóxicos

12 FR para osteoporose III Situações médicas associadas (4) Doenças Síndromas má-absorção Gastrectomia Hepatopatias Anemia perniciosa Artrite reumatóide Espondilite anquilosante Mieloma múltiplo Leucémias/linfomas Pós-transplante hepático Síndroma de Turner Anorexia nervosa Hipoestrogenismo Hiperprolactinemia Síndroma de Cushing Hipertiroidismo Hiperparatiroidismo Doença de Addison Diabetes mellitus

13 DEXA Idade superior a 65 anos Mulher na menopausa com fracturas Mulher na menopausa com 1 ou + FR Estabelecer o diagnóstico D. medicados com Monitorizar terapêutica Recomenda-se Corticóides hormona tiroideia Anti-convulsivantes Heparina

14 DEXA Mulheres de idade 65 anos Homens de idade 70 anos A quem pedir

15 DEXA Mulheres pós-menopáusica < 65a Homens 50a A quem pedir Quando associados a… 1 factor de risco major ou 2 factores de risco minor

16 DEXA Mulheres pré-menopáusica Homens < 50a A quem pedir Apenas se existirem… Causas conhecidas de OP 2ário ou Fracturas prévias de baixo impacto

17 DEXA Mulheres pré-menopáusica Homens < 50a A quem NÃO pedir Saudáveis

18 Indicações para repetição de DEXA Doentes em terapêutica anti-osteoporótica: 24 meses após o início da terapêutica Indivíduos sem osteoporose: Mulheres pós-menopáusicas < 65a + indicação para medição da massa óssea 3 a 5 anos depois >65 anos não repetir

19


Carregar ppt "Doentes de risco A Galvão-Teles 7 de Julho de 2007 BIFOSFONATO, EVOLUÇÃO NO TRATAMENTO DA OSTEOPOROSE PÓS-MENOPAUSA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google