A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Revolução genômica: um caminho sem volta. Plasmídeos Disponível em:. Acesso em: 31 jul. 2011. Fácil manipulação. Transferidos de uma célula para outra.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Revolução genômica: um caminho sem volta. Plasmídeos Disponível em:. Acesso em: 31 jul. 2011. Fácil manipulação. Transferidos de uma célula para outra."— Transcrição da apresentação:

1 Revolução genômica: um caminho sem volta

2 Plasmídeos Disponível em:. Acesso em: 31 jul Fácil manipulação. Transferidos de uma célula para outra.

3 Enzimas de restrição (ou endonucleases de restrição) Cortam a molécula de DNA em regiões específicas.

4 Enzimas Disponível em:. Acesso em: 31 jul DNA-ligase União entre fragmentos de DNA. DNA-polimerase Duplicação do DNA Transcriptases reversas Síntese de DNA a partir de RNA. Obtidas a partir de retrovírus.

5 Vetores Organismos ou estruturas utilizadas para inserir material genético nas células. Disponível em:. Acesso em: 31 jul Bacteriófagos Retrovírus

6 Produção comercial: Insulina fatores de coagulação eritropoietina GH Disponível em:. Acesso em: 31 jul

7 Origina centenas de cópias de DNA a partir de um único trecho de DNA. Usa DNA-polimerase de bactérias termófilas (Taq polimerase polimerase da bactéria Thermus aquaticus) Disponível em:. Acesso em: 31 jul

8 Introdução de genes normais em células somáticas específicas de portadores de doenças. Vetores: vírus Disponível em:. Acesso em: 31 jul A introdução de genes modificados pode ser in vivo e ex vivo

9 Disponível em:. Acesso em: 31 jul

10 Organismos que recebem, incorporam e manifestam genes de outras espécies. Objetivos: Formar plantas resistentes ao ataque de pragas ou aos fatores climáticos. Produçao de substâncias de importância econômica ou médica. Aumento da produtividade dos vegetais e dos animais.

11 BRANCO, S.M. Transgêncicos: inventando seres vivos. São Paulo, Moderna, Formas de inserção do gene: Plasmídeos Biobalística Eletroporação

12 Exemplos Disponível em:. Acesso em: 31 jul Milho Bt Genes responsáveis pela produção de toxina, presente na bactéria Bacillus thuringiensis. Arroz dourado Gene do betacaroteno. Soja RR Resistente ao herbicida Roundup (glifosato)

13 Argumentos contra os transgênicosArgumentos a favor dos transgênicos Não são alimentos naturais Existe hibridização de espécies Nem tudo que é natural é saudável Pode ocorrer produção de substâncias tóxicas e prejudicar a natureza e o homem Os pesticidas são mais agressivos ao ambiente Há produção suficiente de alimentos no mundo Pode aumentar a capacidade nutritiva dos alimentos sem aumentar áreas cultivadas Pode levar à formação de ervas daninhas super-resistentes A formação de ervas daninhas super- resistentes faz parte do curso natural da evolução Pode eliminar pequenos produtores, gerar dependência entre agricultores e laboratórios e gerar problemas de patentes

14 Disponível em:. Acesso em: 31 jul

15 - Biscoito recheado Tortinha de chocolate com cereja (Adria Alimentos do Brasil) - Farinha de milho Fubá Mimoso (Alimentos Zaeli) - Biscoito de morango Tortini (Bangley do Brasil Alimentos) - Bolinho Ana Maria Tradicional sabor chocolate (Bimbo do Brasil) - Mistura para bolo sabor coco Dona Benta (J. Macedo) - Mistura para panquecas Salgatta (Oetker)

16 Disponível em:. Acesso em: 31 jul Genoma Conjunto de genes em um exemplar haploide de uma espécie Projeto Genoma Humano Mapear e sequenciar todos os genes da espécie humana Objetivos Simplificar e melhorar os métodos de diagnóstico de doenças genéticas. Promover o desenvolvimento de formas alternativas de tratamento e de prevenção. Facilitar o sequenciamento do genoma dos vetores da engenharia genética. Aprofundar estudos de evolução e filogenia dos seres vivos

17 Resultados AMARAL, P.P.A.; NAKAYA, H.I. DNA não codificador: o lixo que vale ouro? Ciência hoje. Rio de Janeiro, v. 38, n p , jul Menor quantidade de genes que o esperado cerca de 25 mil genes

18 Resultados AMARAL, P.P.A.; NAKAYA, H.I. DNA não codificador: o lixo que vale ouro? Ciência hoje. Rio de Janeiro, v. 38, n p , jul DNA-codificador (DNAc) e DNA não codificador (DNAnc) DNAc éxons 2% DNAnc regiões intergênicas e íntrons 98% DNA-lixo

19 AMARAL, P.P.A.; NAKAYA, H.I. DNA não codificador: o lixo que vale ouro? Ciência hoje. Rio de Janeiro, v. 38, n p , jul Resultados Splicing ou editoração Editoração alternativa

20 Dificuldades Estudo da estrutura e da atividade das proteínas Determinação do momento e do local em que cada proteína é formada Não é igual em todas as células Não é igual em todas as fases da vida da célula Grande variabilidade Muitas proteínas são produzidas em pequena quantidade e são dificilmente detectadas

21 Clonagem tradicional PEREIRA, L.V. Clonagem: da ovelha Dolly às células-tronco. São Paulo: Moderna, 2005.

22 Clonagem por transferência nuclear Disponível em:. Acesso em: 31 jul

23 Clonagem terapêutica Disponível em:. Acesso em: 31 jul

24 GERAQUE, E. Estudos feitos com embrião são só uma aposta, diz biólogo. Folha de São Paulo, jun

25 LINHARES, S.; GEWANDSZNAJDER, F. Biologia Hoje. Volume 1 Disponível em:. Acesso em: 31 jul

26

27 O material genético do agente causador da doença é transferido para o organismo através de vetores. As células passam a produzir as proteínas do agente infecioso.

28


Carregar ppt "Revolução genômica: um caminho sem volta. Plasmídeos Disponível em:. Acesso em: 31 jul. 2011. Fácil manipulação. Transferidos de uma célula para outra."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google