A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima A Medicina e a Condição Feminina Atendimento Domiciliar, um projeto de vida.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima A Medicina e a Condição Feminina Atendimento Domiciliar, um projeto de vida."— Transcrição da apresentação:

1 CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima Bastosfatimabastos@campinashomecare.com.br A Medicina e a Condição Feminina Atendimento Domiciliar, um projeto de vida CREMESP – Dra. Fátima Bastos – 31/03/2011

2 CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima Bastosfatimabastos@campinashomecare.com.br O que é atendimento domiciliar? Oportunidade Aparente Ações de saúde desenvolvidas no domicílio do paciente Equipe multidisciplinar a partir do diagnóstico e necessidades do paciente Visa a promoção, manutenção e restauração da saúde em ambiente familiar Favorece o restabelecimento da independência e autonomia -Médico -Enfermeiro -Fisioterapeuta -Assistente Social -Psicólogo -Nutricionista -Fonoaudiólogo

3 CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima Bastosfatimabastos@campinashomecare.com.br Histórico Velho Testamento Hebreus XVIIXVIIIXIX Ordem da Virgem Maria – Congregação FemininaIrmãs de Caridade São Vicente de PaulaMetodologia da atividade – Relacionada aos serviços de Enfermagem Serviço inspirou a Florence Nightingale a escrever recomendações para o cuidado de enfermagem em domicílio 1877 Fundada a New York City Mission, precursora do sistema moderno de Home Care

4 CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima Bastosfatimabastos@campinashomecare.com.br Cenário Atual Aumento dos custos da assistência médica Regulamentação dos planos de saúde Globalização Competitividade Mudança no perfil do consumidor Aumento da tecnologia disponível

5 CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima Bastosfatimabastos@campinashomecare.com.br Cenário Atual Aumento da expectativa de vida França Proporção de idosos de 7 para 14% em 120 anos Diminuição da taxa de natalidade Proporção de idosos de 7 para 14% em 25 anos Brasil

6 CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima Bastosfatimabastos@campinashomecare.com.br Tendência do Atendimento Domiciliar Em 2025, o Brasil será o 6º país em população idosa com mais de 35 milhões de pessoas nesta faixa de idade Para a medicina: - Maior necessidade de tratamento de doenças crônicas - Aumento do número de pacientes com incapacidades - Maior custo para sistema de saúde - Alta competitividade no mercado -Falta de Instituições Hospitalares -Altas hospitalares – internações curtas Necessidade de adaptação

7 CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima Bastosfatimabastos@campinashomecare.com.br Modalidades de Atendimento Domiciliar Prevenção Assistência Internação Primária, secundária e terciária Diagnóstico, tratamento e monitoramento Tratamento específico/intensivo e monitoramento

8 CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima Bastosfatimabastos@campinashomecare.com.br Modalidades de Atendimento Domiciliar Prevenção Primária -Imunização -Educação em saúde de pacientes, cuidadores e familiares Secundária -Detecção de doenças em estágio assintomático -Controle clínico diminuindo número de internações por descompensação aguda Terciária -Detecção de doenças sintomáticas e suas complicações

9 CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima Bastosfatimabastos@campinashomecare.com.br Modalidades de Atendimento Domiciliar Assistência Promoção Manutenção Restauração Restabelecimento da autonomia

10 CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima Bastosfatimabastos@campinashomecare.com.br Modalidades de Atendimento Domiciliar Internação Maior dependência Casos crônicos Equipamentos hospitalares UTI Domiciliar

11 CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima Bastosfatimabastos@campinashomecare.com.br Prontuário do Paciente Histórico do paciente Prescrição Médica Histórico de Enfermagem Prescrição de Enfermagem Evolução Médica Evolução de Enfermagem Anotações de Enfermagem Controle de Sinais Vitais

12 CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima Bastosfatimabastos@campinashomecare.com.br Mudanças na Condição Feminina Queda da incidência da pobreza entre mulheres idosas: LOAS – Lei Orgânica de Saúde, BPC – Benefício de Prestação Continuada Participação no mercado de trabalho, aposentadoria e pensão por viuvez Mulheres como chefe de família Redução na dependência Participação financeira na renda familiar

13 CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima Bastosfatimabastos@campinashomecare.com.br Perfil do Cuidador 98% Familiar 92% do sexo Feminino (esposas 44% e filhas 31%) 40% Cuidadores: faixa etária – 60/80 anos Patologia dos cuidadores -Lombalgias - Depressão - Hipertensão - Diabetes Mellitus - Doenças Reumáticas

14 CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima Bastosfatimabastos@campinashomecare.com.br Regulamentação 1920 – Enfermeiras Visitadoras – Escola de enfermagem Ana Nery 1942 – Serviço Especial de Saúde Pública - SESP 1997 – Unimed Campinas – Auto Gestão 1998 – Regulamentação dos Planos de Saúde 2006 - ANVISA 1968 – Hospital do Servidor Público do Estado de São Paulo

15 CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima Bastosfatimabastos@campinashomecare.com.br A vida tem a cor que você pinta. A.C.S. (Paciente em UTI Domiciliar)

16 CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima Bastosfatimabastos@campinashomecare.com.br Obrigada! Dra Fátima Bastos Se não estivermos em condição de conter a doença, sempre estaremos em condição de aliviar as dores e de povoar a solidão dos doentes. De maneira que eles se recuperem pela força do nosso amor, senão pela eficiência dos remédios. Pe. Virgílio fatimabastos@campinashomecare.com.br


Carregar ppt "CREMESP – 31/03/2011 Dra. Fátima A Medicina e a Condição Feminina Atendimento Domiciliar, um projeto de vida."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google