A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Critérios de justiça e penas em Portugal António Pedro Dores, ISCTE-IUL, Jun 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Critérios de justiça e penas em Portugal António Pedro Dores, ISCTE-IUL, Jun 2012."— Transcrição da apresentação:

1 Critérios de justiça e penas em Portugal António Pedro Dores, ISCTE-IUL, Jun 2012

2 Dados A amostra de conveniência mobilizada em Lisboa conta 1941 respostas recolhidas durante Amostra extremamente qualificada a nível escolar, recolhida por estudantes da licenciatura de sociologia do ISCTE-IUL, turno pós-laboral do ano lectivo 2009/2010.

3 Os europeus destacam-se dos outros povos pelo respeito pelos Direitos Humanos Quem comete um crime deve ser punido O Estado deve assumir todas as responsabilidades para empregar quem cometa crimes Sem liberdade, o trabalho degrada o ser humano O trabalho liberta os condenados O Estado deve passar a admitir a entrada na função pública de pessoas com cadastro criminal Ao Estado cabe estimular as empresas e a sociedade para receberem bem os ex-condenados Havendo condições para isso, o trabalho livre dos condenados é preferível à prisão Quem comete um crime deve ser tratado sempre como pessoa Os europeus são demasiado brandos com os seus inimigos

4 Admissão de cadastrados no Estado 1/3 concordam, 1/3 discordam e 1/3 não tomam posição Dados confirmam dados de uma amostra menor, anterior Não tomar posição foi admitida pelo método: tem significado?

5

6 Natureza do poder social Baseia-se numa massa de indecisos Na necessidade de orientação social para essa maioria silenciosa Na partidarização em função de respostas a questões estruturantes – muito ou nada, solidariedade com o governo ou com a oposição

7 Natureza do poder social (II) Em primeiro plano – no factor principal – está representada a contraposição entre os apoios do regime (governo e oposição) e aqueles a quem o regime não coloca os problemas certos (não punir criminosos e não os tratar como seres humanos)

8 Critérios de justiça A imposição do poder por via institucional pressupõe o estabelecimento de um estado de normalidade – inércia suficiente – para que o sistema (aliança entre governo e oposição) sejam capazes de determinar os problemas a ser respondidos – e desse modo as respostas possíveis – marginalizando os problemas principais (o que fazer com os prisioneiros?)

9 António Pedro Dores FIM


Carregar ppt "Critérios de justiça e penas em Portugal António Pedro Dores, ISCTE-IUL, Jun 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google