A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EXERCÍCIO PROFISSIONAL EM ARBORIZAÇÃO URBANA Eng. Agrônomo Gustavo de Faria Freitas Analista Técnico da Câmara Especializada de Agronomia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EXERCÍCIO PROFISSIONAL EM ARBORIZAÇÃO URBANA Eng. Agrônomo Gustavo de Faria Freitas Analista Técnico da Câmara Especializada de Agronomia."— Transcrição da apresentação:

1 EXERCÍCIO PROFISSIONAL EM ARBORIZAÇÃO URBANA Eng. Agrônomo Gustavo de Faria Freitas Analista Técnico da Câmara Especializada de Agronomia

2 Quais os profissionais do Sistema Confea/Crea e Mútua possuem atribuição para atuarem no trato da arboricultura? HABILITAÇÃO DOS PROFISSIONAIS PARA O TRATO DA ARBORICULTURA

3 Engenheiros Agrônomos: Decreto /33; Art. 5º da Resolução 218/73; Art. 7º da Lei 5.194/66. Engenheiros Florestais: Art. 10 da Resolução 218/73. Art. 7º da Lei 5.194/66; Profissionais de nível superior

4 Conforme o MEC - Conselho Nacional De Educação - Câmara de Educação Superior a Resolução nº 1, de 2 de fevereiro de 2006 que Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Engenharia Agronômica ou Agronomia: Profissionais de nível superior

5 I - O núcleo de conteúdos básicos será composto dos campos de saber que forneçam o embasamento teórico necessário para que o futuro profissional possa desenvolver seu aprendizado. Esse núcleo será integrado por: Matemática, Física, Química, Biologia, Estatística, Informática e Expressão Gráfica. Disciplinas: Citologia, botânica, sistemática e organografia vegetal, anatomia vegetal; cálculos; físicas; química geral, analítica, orgânica e bioquímica; estatística geral e experimental; informática e desenho técnico. Profissionais de nível superior Engenheiro Agrônomo

6 II - O núcleo de conteúdos profissionais essenciais será composto por campos de saber destinados à caracterização da identidade do profissional. O agrupamento desses campos gera grandes áreas que caracterizam o campo profissional e agronegócio, integrando as subáreas de conhecimento que identificam atribuições, deveres e responsabilidades. Esse núcleo será constituído por: Agrometeorologia e Climatologia; Avaliação e Perícias; Biotecnologia, Fisiologia Vegetal e Animal (continua...) Profissionais de nível superior Engenheiro Agrônomo

7 (continua...) Cartografia, Geoprocessamento e Georeferenciamento; Paisagismo, Floricultura, Parques e Jardins; Genética de Melhoramento, Manejo e Produção Florestal; Fitotecnia; Sistemas de Irrigação e Drenagem; Manejo e Gestão Ambiental; Microbiologia e Fitossanidade; Solos, Manejo e Conservação do Solo e da Água, Nutrição de Plantas e Adubação; Técnicas e Análises Experimentais... Profissionais de nível superior Engenheiro Agrônomo

8 Conforme o MEC - Conselho Nacional De Educação - Câmara de Educação Superior a Resolução nº 3, de 2 de fevereiro de 2006 que Institui as Diretrizes Curriculares Nacionais para o curso de graduação em Engenharia Florestal: Profissionais de nível superior

9 I - O núcleo de conteúdos básicos será composto por campos de saber que forneçam o embasamento teórico necessário para que o futuro profissional possa desenvolver seu aprendizado. Esse núcleo será integrado por: Biologia, Estatística, Expressão Gráfica, Física, Informática, Matemática, Metodologia Científica e Tecnológica, e Química. Disciplinas: Citologia, botânica, sistemática e organografia vegetal, anatomia vegetal; cálculos; físicas; química geral, analítica, orgânica e bioquímica; estatística geral e experimental; informática e desenho técnico. Profissionais de nível superior Engenheiro Florestal

10 II - O núcleo de conteúdos profissionais essenciais será composto por campos de saber destinados à caracterização da identidade do profissional. O agrupamento desses campos gera grandes áreas que definem o campo profissional e o agronegócio, integrando as subáreas de conhecimento que identificam o Engenheiro Florestal. Esse núcleo será constituído por: Avaliação e Perícias Rurais; Cartografia e Geoprocessamento; Dendrometria e Inventário; (continua...) Profissionais de nível superior Engenheiro Florestal

11 (continua...) Ecossistemas Florestais; Estrutura de Madeira; Fitossanidade; Gestão dos Recursos Naturais Renováveis; Manejo de Bacias Hidrográficas; Manejo Florestal; Melhoramento Florestal; Meteorologia e Climatologia; Política e Legislação Florestal; Proteção Florestal; Recuperação de Ecossistemas Florestais Degradados; Silvicultura; Sistemas Agrossilviculturais; Solos e Nutrição de Plantas; Técnicas e Análises Experimentais; e Tecnologia e Utilização dos Produtos Florestais... Profissionais de nível superior Engenheiro Florestal

12 Técnicos: Agrícola, Agropecuária, Florestal, Jardinagem e Paisagismo. Decreto /85; Decreto 4.560/02. XVI - treinar e conduzir equipes de execução de serviços e obras de sua modalidade (Art. 6º do Decreto ); IV - responsabilizar-se pela elaboração de projetos e assistência técnica nas áreas de: d) paisagismo e jardinagem (Decreto 4.560). Profissionais de nível médio

13

14 Obrigado Av. Álvares Cabral, Santo Agostinho - Belo Horizonte/MG –


Carregar ppt "EXERCÍCIO PROFISSIONAL EM ARBORIZAÇÃO URBANA Eng. Agrônomo Gustavo de Faria Freitas Analista Técnico da Câmara Especializada de Agronomia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google