A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Planejamento estratégico Cuidando dos animais Abril de 2010 1.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Planejamento estratégico Cuidando dos animais Abril de 2010 1."— Transcrição da apresentação:

1 Planejamento estratégico Cuidando dos animais Abril de

2 Planejamento estratégico Nossos trabalhos consistem em: castrar, cuidar, arranjar lares para todos os tipos de animais carentes – nosso foco são os felinos e caninos, porém tentaremos ajudar todos que estiver em nosso alcance; conscientizar dos benefícios de se ter animais de estimação e de como eles devem ser cuidados; Nota: Do termo "animal carente" subentende-se animal abandonado ou animal cujo dono não possua recursos suficientes para promover a castração, vacinação e vermifugação adequadas; 2

3 Planejamento estratégico Nossos trabalhos consistem em (continuação): fazer parcerias com clínicas veterinárias, pet shops e empresas em geral para arrecadar todos os tipos de contribuições possíveis (ração, shampoo, remédios, recursos financeiros, materiais para construção, etc). 3

4 Quem somos O trabalho "Cuidando dos animais" surgiu através de uma iniciativa pessoas preocupadas com os animais abandonados na cidade de Itajubá e região. Os nossos voluntários trabalham para que os animais tenham uma vida digna, uma saúde perfeita e um lar acolhedor. Nós disponibilizamos as nossas horas vagas (e às vezes as não-vagas também) para trabalhar em defesa dos animais. Todas as nossas doações recebidas são integralmente revertidas para a causa animal. 4

5 Como chegamos aqui O projeto "Cuidando dos animais" surgiu através de uma iniciativa de alguns colaboradores da MAHLE que se preocupavam com os animais abandonados que começaram a aparecer na unidade de Itajubá. Cachorros e gatos apareciam na fábrica doentes e desnutridos e, alguns chegavam a ter filhotes nas instalações mais isoladas do clube (Grêmio/ABR) e da fábrica. 5

6 Como chegamos aqui Em agosto de 2009, o trabalho surgiu da vontade de fazer algo mais! Nesse mesmo mês, através de uma reunião com os voluntários da empresa surgiu a criação oficial do projeto "Cuidando dos animais". Esse trabalho começou então a se estruturar com os seguintes objetivos: tratar os animais abandonados, controlar a taxa de natalidade e arranjar donos através de campanhas de adoção, que são realizadas internamente e através de s para as pessoas que gostam de animais e que podem ajudar na doação. 6

7 Onde queremos chegar Nós queremos ser a melhor e maior associação da região do sul de MG capaz de cuidar, recuperar, fazer o controle das taxas de natalidade dos animais abandonados de pequeno e médio porte. Nós queremos também que todos os tipos de vidas sejam amados ou no mínimo respeitados. 7

8 Quais são as nossas oportunidades Hoje: Podemos obter ajuda de veterinários que tem interesse em fazer parceria com o nosso trabalho; Podemos aumentar a nossa arrecadação mensal de dinheiro de novos voluntários; Podemos aumentar o número de animais acomodados nas casas dos nossos voluntários e construir canis em pontos estratégicos. Assim, estaremos incentivando também as pessoas a cuidar dos animais e respeitá-los; Podemos fazer mais divulgação para conscientização da importância do controle taxa de natalidade dos animais da região e incentivo ao não abandono e à posse responsável; Podemos fazer campanhas nas escolas e nas comunidades para conscientização dos benefícios de se ter animais de estimação e de como eles devem ser cuidados. Podemos fazer parcerias com outros grupos - como estudantes de psicologia – para fazer trabalhos com animais em creches, orfanatos, asilos e hospitais. Podemos fazer parcerias em clínicas veterinárias e pets shops para conseguir doações de remédios, rações etc. 8

9 Quais são as nossas oportunidades Futuro: Trabalhar com a função de que os animais podem ajudar na cura de doenças e fazer com que as pessoas vivam mais felizes. Podemos fazer parceria com cursos de medicina veterinária da região nos tratamentos e castração dos animais; Podemos fazer parceria com a secretaria de educação para termos campanhas nas escolas para conscientização dos benefícios de se ter animais de estimação e de como eles devem ser cuidados anualmente; Podemos fazer parceria com as secretarias de meio ambiente e vigilância sanitária para que possamos cuidar melhor dos animais que estão no centro de zoonose e fazer campanhas para o controle de natalidade dos animais da região; Podemos fazer parceria com empresas e profissionais que podem nos fornecer ajuda financeira, produtos e medicamentos para a realização dos atendimentos aos animais carentes. Desse modo, podemos ajudar a divulgar as empresas amigas dos animais; Eventos com arrecadações para o projeto; 9

10 Quais são nossas dificuldades Hoje Um dos nossos maiores desafios é conseguir dono para os animais abandonados, principalmente para os adultos; Atualmente, resgatamos muitos animais doentes, o que requer de nós muitos recursos – tanto de mão de obra dos voluntários quanto financeiros; Uma da nossas maiores dificuldades são conseguir abrigos provisórios; Limitação da arrecadação de verbas - desde castrações (para reduzir o controle de natalidade) até para a construção de canis; Falta de voluntários para trabalhos operacionais. Futuro Falta de apoio das autoridades; Falta de abrigos para os animais; 10

11 Quais são nossos pontos fortes Hoje: As pessoas podem contribuir da maneira que podem: alguns colaboradores emprestam o local para a estadia provisória dos animais até que eles estejam adotados; outros contribuem com uma quantia qualquer em dinheiro para que seja possível realizar o tratamento dos animais doentes, vaciná-los e castrá-los; e outros ajudam colocando a mão na massa: levando os animais aos veterinários, alimentando-os e entregando aos seus novos lares. Conta com mais de 50 voluntários que na maioria são colaboradores da MAHLE e alguns veterinários da cidade que sempre estão de prontidão e nos ajudam com um preço melhor. Nossa maior vocação está no amor que temos para todos tipos de animais! Trabalhamos neste projeto voluntário como se fosse uma empresa, onde todo nosso o lucro é destinado para o projeto. Atualmente, dividimos as tarefas e cada membro do grupo fica responsável por uma determinada área. 11

12 Quais são nossos pontos fortes Hoje: Qualquer membro do projeto tem autonomia de ajudar um animal e tomar decisões. Temos pessoas especialista nas áreas de medicina veterinária, informática, controladoria, gestão empresarial, gestão ambiental, etc. Temos muitos meios de comunicação para a divulgação do nosso trabalho: Parceria como o Jornal Itajubá Notícias; Nosso site, orkut e Blog; Panfletos, os quadros de adoção e os quadros de divulgação para as pessoas confiarem no nosso trabalho; Divulgação através de s às pessoas interessadas em ajudar e divulgar o nosso trabalho. Na parte financeira uma economista que faz o controle de tudo: notas fiscais, doações recebidas, receituários de veterinários. Todas as informações estão disponíveis no site para todos os interessados e detalhadamente estas informações temos a economista para tirar as dúvidas; Temos uma estudante de medicina veterinária que consegue algumas parcerias no Centro Universitário de Itajubá –UNIVERSITAS. 12

13 Quais são nossos pontos fracos A falta de locais e abrigos para acolher os animais favorece a transmissão de doenças contagiosas, como cinomose e parvo virose. Isso porque os animais por nós recolhidos ficam em nossas residências ou em lares provisórios. Gastamos a maioria das contribuições com os animais doentes. Após receber um animalzinho doente (dependendo da doença) a casa onde ele estava fica condenada por 5 anos - não podendo receber mais animais durante esse período. Algumas pessoas não compreendem as nossas limitações de trabalho: infelizmente a quantidade de animais retirada das ruas é equivalente os nossos recursos financeiros e espaço para colocar. Por isso, não podemos socorrer todos os animais que gostaríamos. 13

14 Para onde queremos ir Queremos que todo tipo de vida seja respeitada; Que todos animais tenham carinho, amor e um lar para viver; Que não exista animais abandonados nas ruas; E que a iniciativa de ajudar esteja presente em nossas vidas. 14

15 O que devemos fazer para chegar lá? Conscientizar as pessoas - através de palestras e distribuição de folhetos nas comunidades, escolas, universidades, empresas, etc. Cuidar dos animais abandonados; Trabalhar com as castrações; Arrumar dono para os animais; Fazer parcerias com empresas, clínicas, veterinários e autoridades. 15


Carregar ppt "Planejamento estratégico Cuidando dos animais Abril de 2010 1."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google