A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Plataforma Tecnológica Portuguesa da Construção Breve panorâmica da actividade desenvolvida pelo grupo promotor Luís Bragança Univ. Minho – Dep. Eng. Civil.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Plataforma Tecnológica Portuguesa da Construção Breve panorâmica da actividade desenvolvida pelo grupo promotor Luís Bragança Univ. Minho – Dep. Eng. Civil."— Transcrição da apresentação:

1 Plataforma Tecnológica Portuguesa da Construção Breve panorâmica da actividade desenvolvida pelo grupo promotor Luís Bragança Univ. Minho – Dep. Eng. Civil Delegado Nacional no "Mirror Group" ECTP

2 Panorâmica da actividade do Grupo Promotor da Plataforma Tecnológica Portuguesa da Construção Acompanhamento dos trabalhos da ECTP Áreas prioritárias – FP7 Calls - Projectos Participação no Eurekabuild Vantagens de formalização da Plataforma Tecnológica Portuguesa da Construção

3 Grupo Promotor da Plataforma Tecnológica Portuguesa da Construção Federação Portuguesa da Indústria da Construção e Obras Públicas (FEPICOP) incluindo: –AECOPS - Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas –AICCOPN - Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas –AICE - Associação dos Industriais da Construção de Edifícios –ANEOP - Associação Nacional de Empreiteiros de Obras Públicas Associação Portuguesa dos Comerciantes de Materiais de Construção (APCMC) Associação Portuguesa de Projectistas e Consultores (APPC) Instituto da Construção e do Imobiliário (InCI) Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana (IRU) Instituto Nacional de Engenharia, Tecnologia e Inovação (INETI) Ordem dos Engenheiros Ordem dos Arquitectos Ordem dos Arquitectos Paisagistas Coordenação e secretariado: InCI - Instituto da Construção e do Imobiliário Nota: A participação no Grupo Promotor da PTPC tem carácter voluntário e não há qualquer financiamento para as actividades e despesas efectuadas pelos participantes

4 Acompanhamento dos trabalhos da ECTP Acompanhamento dos trabalhos da ECTP, participação e resposta aos diversos questionários da ECTP que resultaram na definição das áreas prioritárias, nomeadamente: Visão para 2030, Agenda Estratégica da Investigação Europeia e Plano de Implementação Participação de vários membros do Grupo Promotor da PTPC nas actividades da ECTP: reuniões, workshops e conferências Bases enquadradoras da actividade da PTPC: Termos de referência, Visão 2030 e Agenda Estratégica da Investigação

5 Áreas prioritárias – FP7 Calls – Projectos ECTP identificou 13 áreas de investigação estratégicas para o sector (160 temas) Dessas 13 áreas, 9 foram identificadas como prioritárias para o período (cerca de 60 temas, em vez dos 160). As áreas temáticas assentam em 3 pilares fundamentais: 1Meeting Client/User Requirements (ir ao encontro dos requisitos dos clientes/utilizadores) 2Becoming Sustainable (tornar a Construção Sustentável) 3Transformation of the Construction Sector (transformar o Sector da Construção)

6 Áreas prioritárias – FP7 Calls – Projectos Meeting Client/User Requirements ATechnologies for Healthy, Safe, Accessible and Stimulating Indoor Environments for All BInnovative Use of Underground Space Becoming Sustainable CNew Technologies, Concepts and High-tech Materials for Efficient and Clean Buildings DReduce Environmental and Man-made Impacts of Built Environment and Cities ESustainable Management of Transports and Utilities Networks FA Living Cultural Heritage for an Attractive Europe GImprove Safety and Security within the Construction Sector Transformation of the Construction Sector HNew Integrated Processes for the Construction Sector IHigh Added Value Construction Materials

7 Áreas prioritárias – FP7 Calls – Projectos

8 Nanosciences, Nanotechnologies, Materials and new Production Technologies 2007 NMP Calls: Resource efficient and clean buildings Innovative added-value construction product-services 2008 NMP Calls: Industrialisation through new integrated construction processes Innovative concepts and processes for strategic mineral supply and for new high added value mineral-based products

9 Áreas prioritárias – FP7 Calls – Projectos Built Environment and Cultural Heritage 2007 ENV Calls: Performance indicators for health, comfort and safety of the indoor built environment Low resource consumption buildings and infrastructure Protection, conservation and enhancement conservation of cultural heritage 2008 ENV Calls: Development and application of methodologies, technologies, models and tools for damage assessment, monitoring and adaptation to climate change impacts EU cultural heritage identity card Framework conditions to enhance most promising prototypes

10 Áreas prioritárias – FP7 Calls – Projectos Da comparação entre as áreas de investigação prioritárias identificadas pela ECTP com os temas e tópicos das Calls do FP7 verifica-se que há uma influência mútua entre as prioridades do sector da construção e as prioridades da Comissão Europeia A participação coordenada das empresas do sector da construção nas Plataformas Nacionais potencia a influência eficaz do sector tanto ao nível Nacional como ao nível Europeu

11 Participação no EurekaBuild O que é o EurekaBuild? –EurekaBuild é um programa guarda-chuva no âmbito do programa Europeu EUREKA dedicado a gerar e apoiar projectos na área da Construção. O EurekaBuild foi promovido pela ECTP (Portugal participou na criação através do GP da PTPC e da ADI) Os projectos Eureka são transnacionais (2 ou + países) e são financiados por fundos nacionais dos países participantes Em Portugal o selo - Projecto Eureka é atribuído pela ADI Em Portugal não há fundos específicos para os projectos Eureka Espera-se que em 2008 a ADI estabeleça fundos para o financiamento de Projectos Eureka e, consequentemente, EurekaBuild.

12 Programa Eurostars-EUREKA Programa conjunto EUREKA-Comissão Europeia Participam 27 países (incluindo Portugal) Orçamento global para todas as áreas: 400 M (contribuição Portuguesa = 1 M) Objectivo: 560 projectos nos próximos 6 anos 1ª Call publicada em Out/ informação em: Submissão de propostas até 8 de Fevereiro de 2007

13 Vantagens da formalização da Plataforma Portuguesa da Construção Aproveitar melhor as oportunidades de mudança oferecidas pela I&D&I Europeia Acesso a informação privilegiada e constantemente actualizada Facilitar a mudança necessária para a nova abordagem do sector aos problemas da construção Participação coordenada e eficaz num grupo de influência do sector ao nível Nacional e Europeu

14 Vantagens da formalização da Plataforma Portuguesa da Construção Potenciar a criação das sinergias necessárias em toda a cadeia de produção Possibilidade de estabelecer sinergias entre Projectos Nacionais e Europeus Possibilidade de identificar e encontrar facilmente parceiros para o estabelecimento de Projectos de I&D&I Nacionais e Europeus

15 Como participar na Plataforma Portuguesa da Construção ? Contactar o Grupo Promotor: InCI ou Qualquer outro membro do grupo


Carregar ppt "Plataforma Tecnológica Portuguesa da Construção Breve panorâmica da actividade desenvolvida pelo grupo promotor Luís Bragança Univ. Minho – Dep. Eng. Civil."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google