A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O IAPMEI e a Dinamização do Empreendedorismo Jaime Andrez Presidente do Conselho Directivo 9 de Maio de 2006 ISEG, Auditório 2 ConferênciaEmpreendedorismo,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O IAPMEI e a Dinamização do Empreendedorismo Jaime Andrez Presidente do Conselho Directivo 9 de Maio de 2006 ISEG, Auditório 2 ConferênciaEmpreendedorismo,"— Transcrição da apresentação:

1 O IAPMEI e a Dinamização do Empreendedorismo Jaime Andrez Presidente do Conselho Directivo 9 de Maio de 2006 ISEG, Auditório 2 ConferênciaEmpreendedorismo, o caminho para o futuro

2 1.Âmbito e Enquadramento 2.Formas de financiamento 3. Outros apoios Dinamização do Empreendedorismo Estrutura da Apresentação

3 1. Âmbito e enquadramento Dominar o Empreendedorismo Compreender o âmbito: dinâmica de identificação e aproveitamento económico de oportunidades de negócio Percepcionar os contributos: ao nível do crescimento económico, do rejuvenescimento da estrutura empresarial e da inovação Conhecer os constrangimentos: ao nível da Sociedade (valores culturais) e do ambiente de negócios (financiamento e assistência) * Compreender as exigências de acção: abordagem sistémica em termos instrumentais e institucionais que exigem parcerias activas

4 1. Âmbito e enquadramento Tipologia de intervenções Alteração de atitudes: Indução de comportamentos favoráveis a uma cultura inovadora e empreendedora Reforço de competências: completar individual ou colectivamente Facilitar o financiamento: melhoria do acesso a mecanismos de dívida e de capital * Apoiar a criação de empresas: transferência de tecnologias, inovação, e geração de produção e emprego

5 Tempo FINICIA FINCRESCE FINTRANS Capital Risco Business Angels Micro garantia Coaching Private Equity Garantia Mercado Capitais Capital Risco Garantia M&A 2. Formas de Financiamento Programa FINICIA INOVAÇÃO FINANCEIRA PARA O MERCADO DAS PME Programa - Quadro

6 2. Formas de Financiamento Programa FINICIA Objectivos Valorizar economicamente o conhecimento Facilitar o financiamento do investimento de forma integrada Desenvolver o sector informal de CR apoiando redes de empreendedorismo e de inovação Instrumentos Capital de risco / Fundo de Sindicação do CR Garantia mútua / Fundo de Contragarantia Mútua * Eixos de intervenção I – Projectos de forte conteúdo de inovação / investimento até 2,5 M II – Negócios emergentes de pequena escala / investimento 100 m III – Iniciativas empresariais de base regional / investimento até 45 m

7 Parceria de Capital Promotores 10% FINICIA90% EECR/PME Capital 27% FSCR/PME Capital 63% Exemplo 2. Formas de Financiamento Programa FINICIA

8 Empréstimos de Médio e Longo Prazo Fundo de Contragarantia Mútuo 60% Instituição de Crédito 25% Sociedade de Garantia Mútua 15% Exemplo 2. Formas de Financiamento Programa FINICIA

9 É um produto financeiro para apoiar as micro, pequenas e médias empresas (PME), disponibilizado pelas Sociedades de Garantia Mútua (SGM) Através da emissão de garantias pelas SGM em nome das PME, a favor de um beneficiário (um banco ou qualquer outra entidade) * As PME têm de adquirir uma pequena participação de capital na Sociedade de Garantia Mútua que presta a garantia (por isso se fala de mutualismo) 2. Formas de Financiamento Programa FINICIA

10 3. Outros Apoios O Projecto MOVER ( ) Objectivos Revitalização do tecido empresarial em áreas estratégicas de forte potencial e de grande inovação Identificação sistemática de novas oportunidades de negócio Facilitação de uma dinâmica de concretização de projectos inovadores e/ou de base tecnológica * Eixos de Intervenção Indução de uma cultura inovadora, tecnológica e empreendedora Desenvolvimento de competências instrumentais Dinamização do arranque de novas empresas Apoio ao início de actividade Apoio à valorização do conhecimento

11 3. Outros Apoios O Projecto BIOTEC Empresa ( ) OBJECTIVOS GENÉRICOS Tornar o sector nacional da biotecnologia mais competitivo promovendo novas iniciativas empresariais e criando um ambiente de negócio que alavanque as empresas do sector. * EIXOS DE INTERVENÇÃO Eixo 1- Fomento do bioempreendedorismo na investigação Eixo 2 – Desenvolvimento de mecanismos de gestão da tecnologia Eixo 3 – Fomento e apoio à criação de empresas de biotecnologia Eixo 4 – Apoio à actividade e expansão de empresas Eixo 5 – Plano de Comunicação

12 3. Outros Apoios Bolsa de Ideias e de Meios Objectivo Selecção de ideias/projectos inovadores Promoção da criação e robustecimento de novas empresas * Apoios Comparticipação dos custos de assistência técnica para elaboração dos planos de negócio Facilitação do acesso a mecanismos de financiamento

13 Contribuir para combater o desperdício de ideias e de empreendedores em Portugal ! Dinamização do Empreendedorismo


Carregar ppt "O IAPMEI e a Dinamização do Empreendedorismo Jaime Andrez Presidente do Conselho Directivo 9 de Maio de 2006 ISEG, Auditório 2 ConferênciaEmpreendedorismo,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google