A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

METI Lei da Reciclagem de Eletrodomésticos no Japão 12 de março de 2013 Bureau de Política de Informações Comerciais Divisão de Equipamentos de Informática.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "METI Lei da Reciclagem de Eletrodomésticos no Japão 12 de março de 2013 Bureau de Política de Informações Comerciais Divisão de Equipamentos de Informática."— Transcrição da apresentação:

1 METI Lei da Reciclagem de Eletrodomésticos no Japão 12 de março de 2013 Bureau de Política de Informações Comerciais Divisão de Equipamentos de Informática e Telecomunicações Satoshi Suenaga JICA Seminário Japão – Brasil sobre Reciclagem de Resíduos de Equipamentos Eletroeletrônicos

2 METI Conteúdo da Apresentação 2 – Resumo da Lei de Reciclagem de Eletrodomésticos 1.Fluxo da disposição do lixo eletrônico antes da Lei da Recilagem de Eletrodomésticos 2.Equipamentos sujeitos à Lei de Reciclagem de Eletrodomésticos 3.Motivo do recolhimento do custo no momento do descarte do lixo eletrônico 4.Papel do Descartante 5.Papel do Varejista 6.Papel do Fabricante de Eletrodomésticos 7.Estrutura da logística e custo de disposição da reciclagem de eletrodomésticos usados. – Resumo da Apresentação

3 METI Consumidor Cerca de 600 mil t Varejistas, etc Cerca de 480 mil t Empresas de processamento Cerca de 360 mil t Prefeitura Cerca de 240 mil t Aterro direto Esmagamento, descarte Recuperação de metais Cerca de 80 Cerca de 20 Cerca de 60 Cerca de 40 1.Fluxo da disposição do lixo eletrônico antes da Lei da Recilagem de Eletrodomésticos Grande parte de recursos reutilizáveis descartados. Dificuldade na redução do volume por usina de processamento das prefeituras. Escassez do aterro (disposição final) Aplicação da Lei Específica da Reciclagem de Eletrodomésticos (Lei de Reciclagem de Eletrodomésticos) (Promulgada em junho de 1998, em vigor a partir de abril de 2001) Resumo da Lei de Reciclagem de Eletrodomésticos 3

4 METI Ar condicionadoAparelho de TVGeladeira, freezer Máquina de lavar roupa, secadora Alvo da Recicla gem Não é Alvo Normas de reciclagem Acima de 70% (60%) CRT 55% (55%) Cristal líquido/Plasma 50% Acima de 60% (50%)Acima de 65% (50%) Normas de Reciclagem – o valor () indica a norma anterior Dificuldade em ser reciclado pelas Prefeituras, etc. Necessidade especialmente alta para ser reciclado. A seleção de desenho, peças, etc tem influência significativa na reciclagem. Coleta racional por varejistas por ser produto de entrega. 4 Equipamentos sujeitos à Lei de Reciclagem de Eletrodomésticos Resumo da Lei de Reciclagem de Eletrodomésticos

5 METI 5 3. Motivo do recolhimento do custo no momento do descarte do lixo eletrônico Pode ser aplicado para produtos vendidos (cerca de 300 milhões de unidades). Imprevisibilidade do custo de processamento da disposição, no momento da aquisição. Possibilita o atendimento mesmo no caso da falência do fabricante. Promove o uso prolongado do produto e redução de resíduos. Não requer o sistema de reembolso do custo de reciclagem. Equiparação do ônus do benefício Resumo da Lei de Reciclagem de Eletrodomésticos

6 METI Entrega apropriada, arca com custos Utiliza os eletrodomésticos por longo prazo e reduz o descarte de eletrodomésticos usados. Entrega para varejistas, para que a reciclagem seja seguramente realizada. Arca com o custo necessário para coleta, transporte e reciclagem. Entrega apropriada, arca com custos Utiliza os eletrodomésticos por longo prazo e reduz o descarte de eletrodomésticos usados. Entrega para varejistas, para que a reciclagem seja seguramente realizada. Arca com o custo necessário para coleta, transporte e reciclagem. Papel do Descartante Resumo da Lei de Reciclagem de Eletrodomésticos

7 METI 7 Papel do Varejista Resumo da Lei de Reciclagem de Eletrodomésticos Coleta e transporte do lixo eletrônico Coleta e transporte do lixo eletrônico (recolher/entregar) Coleta o eletrodoméstico do descartante e entrega para o fabricante. Objeto: Equipamento que o próprio varejista vendeu no passado Equipamento solicitado a recolher no momento da nova aquisição Coleta e transporte do lixo eletrônico Coleta e transporte do lixo eletrônico (recolher/entregar) Coleta o eletrodoméstico do descartante e entrega para o fabricante. Objeto: Equipamento que o próprio varejista vendeu no passado Equipamento solicitado a recolher no momento da nova aquisição

8 METI Descarte Coleta/Trasnporte Reciclagem, etc. Descartante Consumidor, etc Entrega adequada, arcar com custo relacionado com coleta e reciclagem Tarifa de reciclagem (exemplo de grande fabricante de eletrodomésticos): ar condicionado: \1,575, TV: \1,785 (pequena), \2,835 (grande), geladeira/freezer: \3,780 (pequeno), \4,380 (grande), máquina de lavar roupa/secadora: \2,520 Dever de coleta junto ao Descartante Equipamento que o próprio Varejista vendeu no passado Equipamento solicitado a recolher no momento da nova aquisição Dever de entrega junto ao Fabricante, etc. Varejista Pontos de coleta designados Empresa designada Fabricante Importador Dever execução da reciclagem de acordo com a Norma de Reciclagem Prefeitura, etc Equipamento-alvo que foi produzido ou importado pelo fabricante ou por importador Ausência do responsável, etc Consignação das empresas P&M Monitoramento da implementação Entregar/Circular Formulário de gestão de Resíduos Industriais (MANIFESTO) Garantia de transporte seguro pelo sistema Fluxograma da Lei de Reciclagem de Eletrodomésticos Fluxograma da Lei de Reciclagem de Eletrodomésticos Importante a gestão do lixo eletrônico 8

9 METI Gestão centralizada do Cupom de Reciclagem de Eletrodomésticos no Ponto de Coleta Designado Gestão centralizada do Cupom de Reciclagem de Eletrodomésticos no Ponto de Coleta Designado Coleta de 4 eletrodomésticos usados Conferência do cupom de reciclagem de eletrodomésticos com 4 eletrodomésticos usados Leitura e entrada do cupom de reciclagem de eletrodomésticos Envio de dados para Sistema de Reciclagem de Eletrodomésticos Conservação do cupom de reciclagem de eletrodomésticos Carregamento de 4 eletrodomésticos usados (transporte para Unidade de Reciclagem) Carregamento de 4 eletrodomésticos usados (transporte para Unidade de Reciclagem) 9

10 METI Tela do website para descartante confirmar a coleta (Homepage RKC) Confirmação da situação da coleta de eletrodoméstico usado Confirmação da situação da coleta de eletrodoméstico usado 10

11 METI Descarte Coleta/Transsporte Reciclagem, etc Descartante Consumidor, etc Entrega adequada, arcar com custo relacionado com coleta e reciclagem Tarifa de reciclagem (exemplo de grande fabricante de eletrodomésticos): ar condicionado: \1,575, TV: \1,785 (pequeno), \2,835 (grande), geladeira/freezer: \3,780 (pequeno), \4,380 (grande), máquina de lavar roupa/secadora: \2,520 Dever de coleta junto ao Descartante Equipamento que o próprio Varejista vendeu no passado Equipamento solicitado a recolher no momento da nova aquisição Dever de entrega junto ao fabricante, etc Varejista Ponto de coleta designado Dever de Coleta Empresa designada Fabricante Importador Dever execução da reciclagem de acordo com a Norma de Reciclagem Prefeitura, etc Equipamento-alvo que foi produzido ou importado pelo fabricante ou por importador Ausência do responsável, etc Consignação das empresas P&M Monitoramento da implementação Cupom de reciclagem de eletrodoméstico emitido por Varejistas Cupom de reciclagem de eletrodoméstico emitido por Varejistas Importante a gestão do resíduo eletrônico 11

12 METI Descarte Coleta/Transsporte Reciclagem, etc Descartante Consumidor, etc Entrega adequada, arcar com custo relacionado com coleta e reciclagem Tarifa de reciclagem (exemplo de grande fabricante de eletrodomésticos): ar condicionado: \1,575, TV: \1,785 (pequeno), \2,835 (grande), geladeira/freezer: \3,780 (pequeno), \4,380 (grande), máquina de lavar roupa/secadora: \2,520 Dever de coleta junto ao Descartante Equipamento que o próprio Varejista vendeu no passado Equipamento solicitado a recolher no momento da nova aquisição Dever de entrega junto ao fabricante Varejista Ponto de coleta designado Dever de Coleta Empresa designada Fabricante Importador Dever execução da reciclagem de acordo com a Norma de Reciclagem Equipamento-alvo que foi produzido ou importado pelo fabricante ou por importador Ausência do responsável, etc Consignação das empresas P&M Importante a gestão do lixo eletrônico 12

13 METI 13 Diferença entre Varejista e Ponto de Coleta Designado Diferença entre Varejista e Ponto de Coleta DesignadoVarejistaVarejista Ponto de coleta designado Desnecessária a taxa de coleta/transporte, por ser transporte próprio. Não pode transportar eletrodomésticos de grande porte, como geladeira Desnecessária a taxa de coleta/transporte, por ser transporte próprio. Não pode transportar eletrodomésticos de grande porte, como geladeira É conveniente para o Varejista transportar o resíduo eletrônico da residência. Por pagar a taxa de coleta/transporte, aumenta o custo de descarteo É conveniente para o Varejista transportar o resíduo eletrônico da residência. Por pagar a taxa de coleta/transporte, aumenta o custo de descarteo

14 METI 14 Papel do Fabricante de Eletrodomésticos, etc Resumo da Lei de Reciclagem de Eletrodomésticos Coleta/Reciclagem do eletrodoméstico usado por próprio fabricante Reciclagem eficiente por fabricante, projetista do desenho. Promover o desenho ambientalmente correto, considerando o momento do descarte. Recuperação de CFC do ar condicionado, geladeira e máquina de lavar roupas. Execução da reciclagem. Ar condicionado 70%, TV de tubo catódico (CRT ) 55%, TV de cristal líquido/plasma 50%, geladeira/freezer 60%, máquina de lavar roupa/secadora 65%. Coleta/Reciclagem do eletrodoméstico usado por próprio fabricante Reciclagem eficiente por fabricante, projetista do desenho. Promover o desenho ambientalmente correto, considerando o momento do descarte. Recuperação de CFC do ar condicionado, geladeira e máquina de lavar roupas. Execução da reciclagem. Ar condicionado 70%, TV de tubo catódico (CRT ) 55%, TV de cristal líquido/plasma 50%, geladeira/freezer 60%, máquina de lavar roupa/secadora 65%.

15 METI Oficina de reciclagem Seminário sobre Tecnologia DfE (Design for Environment) Troca de opiniões Treinamento dos técnicos Reciclagem eficiente por fabricante, projetista do desenho. 15 Treinamento de Projetistas sobre reciclagem de eletrodomésticos

16 METI 16 Quadro Unidade AVC Tampa traseira Painel de filtro Tampa traseira Unidade de Alto falante Quadro de Metal Unidade de painel + chassis Placa Assy Ass y Antigo Novo Promoção do Desenho Ambientalmente Correto Promoção do Desenho Ambientalmente Correto

17 METI Símbolo de Reciclagem para melhoria da desmontagem :exemplo da indicação da posição do parafuso para remoção e número de parafusos Idéias para facilitar a reciclagem Exemplo da Consideração do Momento do Descarte Exemplo da Consideração do Momento do Descarte Indicação do número de parafusos Indicação da posição do parafuso para remoção e tipo de parafuso 17

18 METI 18 Recuperação de CFC do ar codicionado, geladeira e máquina de lavar roupa Recuperação de CFC do ar codicionado, geladeira e máquina de lavar roupa Recuperação de CFC Símbolo de Reciclagem para recuperação eficiente do CFC: indica o tipo de metal utilizado, uniformizado com carimbo e marca para recuperação eficiente de CFC, etc.

19 METI 19 Resultado Efetivo da Reciclagem Implementação da Reciclagem Implementação da Reciclagem Ano Fiscal 2008 Ano Fiscal 2009 Ano Fiscal 2010 Ano Fiscal 2011 Norma de Reciclagem Pós Ano Fiscal 2009 (até Ano Fiscal 2008) Ar condicionado Acima de 70% (Acima de 60%) TV tubo catódico (CRT) Acima de 55% Acima de TV cristal líquido, plasma Acima de Geladeira/Freezer Acima de (Acima de ) Máquina de lavar /secadora de roupa Acima de (Acima de ) a partir do ano fiscal 2009 inclui a secadora de roupa

20 METI São recuperados ferro, cobre, alumínio, metal misto, latão, placa, plásticos e fluído refrigerante CFC, etc. Fluxo de Processamento na Usina de Reciclagem Ar condicionado Fluxo de Processamento na Usina de Reciclagem Ar condicionado 20

21 METI São recuperados painel de vidro, funil de vidro, ferro, cobre, alumínio, metal misto, placa, etc. Fluxo de Processamento na Usina de Reciclagem TV Fluxo de Processamento na Usina de Reciclagem TV 21

22 METI São recuperados ferro, cobre, alumínio, uretano, plásticos, fluído refrigente CFC, material de isolamento CFC, etc. Ferro Metais não ferrosos Uretano Plástico Fluxo de Processamento na Usina de Reciclagem Geladeira/Freezer Fluxo de Processamento na Usina de Reciclagem Geladeira/Freezer 22

23 METI São recuperados ferro, cobre, alumínio, metal misto, plástico, etc. Fluxo de Processamento na Usina de Reciclagem Máquina de lavar roupa/Secadora Fluxo de Processamento na Usina de Reciclagem Máquina de lavar roupa/Secadora 23

24 METI Taxa de composição da recliclagem por matéria prima (por produto) Resultado Efetivo da Reciclagem por Matéria Prima Resultado Efetivo da Reciclagem por Matéria Prima Dados do Ano Fiscal

25 METI fonte: Relatório Anual sobre Reciclagem de Eletrodomésticos Bandeja de drenagem da geladeira Cobertura do permutador térmico Plásticos como da embalagem de verduras Reutilizado pelo fabricante 25 Exemplos de reciclagem (do resíduo eletrônico p/novo eletrodoméstico) Implentação da Reciclagem Implentação da Reciclagem

26 METI PlásticoCobre Cabides, etc Através do forno a arco eletrônico, etc passa a para produtos de ferro. Através da fundição, etc passa para produtos de cobre. 26 Exemplos de reciclagem (do resíduo eletrônico para outros produtos) Implentação da Reciclagem Implentação da Reciclagem

27 METI Encargo do Descartante Encargo do Fabricante 27 Estrutura da logística e custo de disposição da reciclagem de eletrodomésticos usados Resumo da Lei de Reciclagem de Eletrodomésticos

28 METI 28 Lei Básica para Promover a Formação da Sociedade de Reciclagem (Lei de Estrutura Básica) Destinação correta de resíduos Promoção da reciclagem Promoção de 3Rs Lei de Disposição de Resíduos Lei de Promoção da Utilização Eficiente de Recursos Regulamentação de acordo com as características de cada produto Aplicação plena Aplicação plena Aplicação plena Aplicação plena Aplicação plena Lei sobre Promoção de Compra Verde – aplicação plena Lei Básica do Ambiente – aplicação plena Lei de Reciclagem de de embalagens e recipientes Lei de Reciclagem de Eletrodomésticos Lei de Reciclagem da Alimentação Lei de Reciclagem de Construção Lei de Reciclagem de Automóveis produtos designados para reciclagem Bateria secundária pequena Computador Início em – Início sistema Empresarial – Início sistema Domiciliar Referência Sistema Jurídico para Promover a Formação da Sociedade de Reciclagem Resumo da Lei de Reciclagem de Eletrodomésticos

29 METI Necessidade da Reciclagem de Eletrodomésticos Fazer o uso eficiente de recursos naturais limitados. O custo de processamento de eletrodomésticos usados são arcados por ambas as partes, descartante (consumidor) e fabricante. Introdução de produtos recicláveis e desenvolvimento de tecnologia de reciclagem. É importante a recuperação do lixo eletrônico O descartante (Consumidor) deve dispor o lixo eletrônico de acordo com as normas estabelecidas. A chave é o lixo eletrônico levado para Varejista ou Ponto de Coleta Designado chegar devidamente ao Fabricante. Resumo da Apresentação Resumo da Apresentação 29

30 METI Muito Obrigado! 30


Carregar ppt "METI Lei da Reciclagem de Eletrodomésticos no Japão 12 de março de 2013 Bureau de Política de Informações Comerciais Divisão de Equipamentos de Informática."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google