A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof.Tit. Emérito Flavio Massone. Deve ser afixado na parede.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof.Tit. Emérito Flavio Massone. Deve ser afixado na parede."— Transcrição da apresentação:

1 Prof.Tit. Emérito Flavio Massone

2

3

4

5 Deve ser afixado na parede

6

7 Deve ser afixado na parede

8 DECRETO Nº , de 24 de Outubro de 1995 (ESTADO DE SÃO PAULO) Instalação de Estabelecimentos Veterinários. Mário Covas, Governador do Estado de São Paulo, no uso de suas atribuições legais, Decreta: Este decreto entrará em vigor na data de sua publicação. Palácio dos Bandeirantes, 24 de outubro de 1995 MÁRIO COVAS Antônio Angarita, Secretário do Governo e Gestão Estratégica Publicado na Secretaria de Estado do Governo e Gestão Estratégica, aos 24 de outubro de ANEXO: a que se refere o artigo 1º do Decreto nº , de 24 de outubro de Norma Técnica Especial relativa às condições de funcionamento de estabelecimentos veterinários, determinando as exigências mínimas de instalações, de uso de radiações, de uso de drogas, de medidas necessárias para o trânsito de animais e do controle de zoonoses. Título I - Das Definições Artigo 1º Consideram-se estabelecimentos veterinários para os efeitos desta Norma Técnica Especial: I - consultório veterinário: o estabelecimento onde os animais são levados apenas para consulta, vedada a realização de cirurgias; II - clínica veterinária: o estabelecimento onde os animais são atendidos para consulta, tratamento médico e cirúrgico; funciona em horário restrito, podendo ter, ou não, internação de animais atendidos; III - hospital veterinário: o estabelecimento destinado ao atendimento de animais para consulta, tratamento médico e cirúrgico e internação de animais; funciona durante as vinte e quatro horas do dia; IV - maternidade veterinária: o estabelecimento destinado ao atendimento de fêmeas prenhes ou paridas, para tratamento pr e pós-natal e realização de partos;

9 Perante a legislação vigente ele só pode fazer a prova 48 horas que antecedem os congressos do Colégio Brasileiro de Cirurgia e Anestesiologia Veterinária (CBCAV)

10

11

12 1-Transportar fármacos no seu veiculo a menos que não tenha autorização para a Maleta de emergência Capítulo IX Portaria 6 de 29 de janeiro e 1999 Portaria SVS/MS /05/98 2- Transportar cilindros de oxigênio Vide normas da CIPA e White Martins

13 Uma sociedade só é democrática quando ninguém for tão rico que possa comprar alguém e ninguém seja tão pobre que tenha de se vender a alguém Jean Jaques Rousseau

14 David 2

15 Será que o recado chega para alguns anestesistas?

16

17

18 Aparelhos de Anestesia

19 Decreto de 24 de outubro de 1995 Veja a ementa Alterada a redação do artigo 10, da Norma Técnica Especial, pelo Decreto nº , de 2 de fevereiro de 1996 Decreto nº

20

21 AlfentanilaBenzilmorfinaBenzoilmorfinaBuprenorfinaButorfanol DidromorfinaEtorfinaFenoperidinaFentanilaHidromorfona LevorfanolMetadonaMorfinaNormorfinaPetidina RemifentanilaSufentanila

22 EtilmorfinaNalburfinaNalorfinaTramadol

23 AnfetaminaFenciclidina

24 AmobarbitalBromazepamClorazepamDiazepamFenobarbital FlunitrazepamFlurazepamLorazepamMidazolamNitrazepam OxazepamPentobarbitalSecobarbitalTiamilalTiopental

25 CetaminaClorpromazinaDroperidolDesfluoranoEnfluorano EtomidatoFenitoinaFlumazenilHaloperidolHalotano Hidrato de CloralIsofluoranoLevomepromazinaMetopromazinaMetoxifluorano NaloxonaPromazinaPropiopromazinaPropofolSevofluorano Tetracaina

26 AcetonaAcido Clorídrico Acido sulfúricoAnidro acético Cloreto de metileno ClorofórmioÉter sulfúricoPermanganato de potássioSulfato de sódio Tolueno

27

28

29 Não pode exceder 60 dias de tratamento

30

31 Tipo de NotificaçãoNotificação de Receita "A"Notificação de Receita "B"Notificação de Receita Retinóides MedicamentosEntorpecentesPsicotrópicosRetinóides Sistêmico ListasA1, A2 e A3B1 e B2C2 AbrangênciaEm todo o território nacionalNa Unidade Federada onde for concedida a numeração Cor da Notificação Amarela (oficial) AzulBranca] Quantidade máxima por receita5 ampolas - Quantidade por período de tratamento 30 dias, acima acompanha justificativa 60 dias30 dias Quem imprime o talão da notificação Autoridade Sanitária O profissional retira a numeração junto da Autoridade Sanitária, escolhe a gráfica para imprimir o talão às suas expensas. Receita de Controle Especial ou Comum MedicamentosControle EspecialAnabolizantesAnti-retrovirraisAdendos das listas ListasC1C5C4A1; A2; B1 AbrangênciaTodo o território nacional CorÀ critérioÁ critério Quantidade máxima por receita 5 ampolas 3 medicamentos 5 ampolas 5 substâncias 5 medicamentos 3 medicamentos Quantidade Período de tratamento 60 dias Quem imprime o talão de receitaO profissional 5 - Quadro demonstrativo: A quantidade a ser observada em cada prescrição atende a necessidade do tratamento a que o paciente estiver submetido.

32 Tipo de Notificação Receita A Receita B Receita Retinóides MedicamentosENTORPECENTESPSICOTRÓPICOSRetinóides sistémicos ListasA1,A2 e A3B1 e B2C2 AbrangênciaEm todo Território Nacional Na Unidade Federada onde for concedida a numeração Cor da NotificaçãoAMARELA (oficial) AZULBRANCA Quantidade máxima p/receita 5 ampolas - Quantidade p/período de tratamento 30 dias Acima acompanha justificativa 60 dias30 dias Quem imprimeAutoridade Sanitária O Profissional retira a numeração junto à Autoridade Sanitária,escolhe a gráfica para imprimir o talão às suas expensas

33 RECEITA DE CONTROLE ESPECIAL ou COMUM MedicamentosControle especial AnabolizantesAnti-retroviraisAdendos das listas ListasC1C5C4A1, A2 e B1 AbrangênciaTodo território Nacional CorA critério Quantidade máxima por receita 5 ampolas 3 medicamentos 5 ampolas 5 substâncias 5 medicamentos 3 medicamentos Quantidade por período de tratamento 60 dias Quem imprimeO profissional

34

35


Carregar ppt "Prof.Tit. Emérito Flavio Massone. Deve ser afixado na parede."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google