A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Reformas religiosas. O contexto histórico As reformas religiosas estão associadas às profundas transformações que a Europa atravessava desde a Baixa Idade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Reformas religiosas. O contexto histórico As reformas religiosas estão associadas às profundas transformações que a Europa atravessava desde a Baixa Idade."— Transcrição da apresentação:

1 Reformas religiosas

2 O contexto histórico As reformas religiosas estão associadas às profundas transformações que a Europa atravessava desde a Baixa Idade Média; Influências do Renascimento ( Aceitação de conceitos e visões de mundo diferentes dos que eram impostos pela Igreja Católica ) Adequação de valores e de concepções espirituais às transformações que a Europa passava nos campos econômico, social e cultural

3 Pressões internas e externas à Igreja (tentativa de mudar a teologia, abertura aos novos anseios intelectuais)

4 O desvirtuamento e a incapacidade de respostas aos anseios espirituais Era marcada por profundas angústias O papel desempenhado pela Igreja desde o início da Idade Média Maior Sra. feudal e a instituição mais sólida e poderosa politicamente A adoção do Celibato Clerical. Sem filhos, sem herdeiros? ( O Papa Inocêncio II, nascido Gregório de Papareschi, foi Papa de 14 de Fevereiro de 1130 até 24 de Setembro de Instituiu o celibato, combateu a usura, a simonia, os falsos pontífices, e também os falsos sacramentos e as falsas penitências )

5 Nasce uma tradição O esgotamento das terras e proximidade entre a nobreza e o clero O segundo filho e o vínculo com a Igreja

6 Contradições As Investiduras leigas e a inadequação dos clérigos Distância entre o cargo religioso e a vocação

7 O nicolaísmo Termo proveniente do Bispo Francês (Nicolau). muitas amantes e muitos filhos Nicolaítas- nicos do grego conquistar, laíta povo ou ainda Nike vitória.

8 As práticas questionáveis Simonia (venda de relíquias sagradas) Venda de indulgências (os papas Sisto IV, Alexandre VI e Júlio II envolveram-se abertamente na simonia, na manutenção de amantes e nas conquistas militares) Enriquecimento Bebedeiras Desvio de recursos da cobrança do Dízimo

9 As Relíquias Sagradas

10 O primeiro exemplo do culto de uma relíquia por crentes cristãos surge em 156 em Smyrna (atual Esmirna na Turquia), a propósito do martírio de São Policarpo relatado, por exemplo, nas obras de Eusébio de Cesareia. Depois de ter sido queimado na fogueira, os discípulos do mártir recuperaram os ossos calcinados do seu mestre e acolheram-nos como objetos sagrados

11

12 Pregos encontrados em tumba em Jerusalém na década de 90 (relíquias?)

13 Santa Helena de Roma A imperatriz cristã Ela nasceu em Britynia e casou-se com um general romano Constancius I Chlorus, pelos idos de 270. Constancius foi feito Cezar em 293.Logo divorciou-se de Helena e casou-se com a filha do imperador Maximiliano. Constantino tonou se imperador em 312 logo após a vitória da Ponte de Milvian e Helena foi nomeada Augusta ou Imperatriz. Ela se converteu para o catolicismo e fez vários atos de caridade, construiu várias templos e igrejas em Roma e na Terra Santa.

14 Constantino (Cezar) 312 Constantino assume o trono em Roma Helena volta a ser Rainha

15 Cima da Conegliano. Santa Helena, cerca de National Gallery of Art, Washington.

16

17 autenticidade Existem vários documentos que comprovam a descoberta, transladação, conservação e veneração da relíquia da Santa Cruz. E cada fragmento dela retirado ao longo dos séculos foi devidamente registrado.

18 O verdadeiro Santuário da Cruz de Cristo Basílica de Santa Cruz de Jerusalém

19 Martinho Lutero


Carregar ppt "Reformas religiosas. O contexto histórico As reformas religiosas estão associadas às profundas transformações que a Europa atravessava desde a Baixa Idade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google