A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Na criação Deus chamou o homem de Adâm, mas depois de dar-lhe a sua companheira, Ele o chamou Ish (esposo) e a ela Ishá (esposa).

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Na criação Deus chamou o homem de Adâm, mas depois de dar-lhe a sua companheira, Ele o chamou Ish (esposo) e a ela Ishá (esposa)."— Transcrição da apresentação:

1

2 Na criação Deus chamou o homem de Adâm, mas depois de dar-lhe a sua companheira, Ele o chamou Ish (esposo) e a ela Ishá (esposa).

3 O casamento judaico é uma instituição divina, ato sagrado. O casamento passou a significar uma associação de interesses, em vez de uma fusão de virtudes. Os chefes da religião temendo ver o matrimônio degenerar em promiscuidade dos sexos, instituíram uma consagração religiosa particular e com prescrições obrigatórias.

4 AFFECTIO MARITALIS: Diz-se da reciprocidade de tratamento entre marido e mulher, devendo existir entre eles compreensão, afeição e harmonia. HONOR MATRIMONII: Realização digna da convivência conjugal. Trato que o marido dispensava a mulher, proporcionando a dignidade de esposa. (Dic. Expressões Latinas)

5 O desejo mutuo, duradouro e continuativo de serem os conjuges marido e mulher (affectio maritalis). Torta de cevada dividida: simbolo da vida comum que se iniciava O novo status em que se investem os nubentes = a vida da affectio maritalis. Exteriormente se traduzia na coabitaçao.

6 Manifestação exterior, ou seja, o modo como os cônjuges tratam, em todas as formas, um ao outro. Perante a sociedade. Conservando a mulher a posição social do marido y a dignidade deste.

7

8 ESPOSO = Dono, mestre. A frase "se casar com uma esposa" vem da raiz da palavra que significa "se tornar mestre" (Deuteronômio 21:13). Esposa = posse. Deixava sua família e ia para o clã de seu esposo. Filhos = posse. O pai tinha o direito de vender suas filhas (Êxodo 21:7), e até tinha o poder de decisão de vida ou morte sobre eles.

9

10 O Casamento no Antigo Egito era um ato do foro privado, a concretização do desejo de viver em conjunto, sem qualquer tipo de enquadramento jurídico e sem necessidade de sanção religiosa. Monogâmico Concubinas.

11

12 Dois atos simbólicos: 1- Duas peças de açúcar cristalizado, friccionadas em conjunto para a adoçar a vida do casal. 2- Duas partes do mesmo tecido são costuradas em conjunto, simbolizando lábios juntos.

13

14 A intençao de ser marido e mulher (affectio maritalis). A realizaçao digna da convivencia conjugal (honor matrimonii). Morte do marido = Elevação à condição de criatura sagrada. Mulheres: Se manter belas para seus maridos Culto Doméstico Pater: Chefe político, sacerdote e juíz

15

16 Aspecto religioso. A deusa do casamento, (Hera) tinha como característica a proteção das mulheres casadas. O objetivo principal: a procriação visando dar continuidade à linhagem, proceder o funeral dos pais e da família. Casamento = Também era uma forma de reparação à ofensas. o agressor oferecia uma filha à vítima como forma de reparação.

17

18 ENQUANTO A PROVA DA AFFECTIO MARITALIS, QUE É O ELEMENTO SUBJETIVO SE DEMOSNTRA MEDIANTE AS DECLARAÇÕES DOS PRÓPRIOS CÔNJUGES, DE PARENTES E DE AMIGOS. O divórcio era a falta de Affectio Maritalis

19 Si um homem e uma mulher casados mantém reciprocamente o Honor Matrimonii, o matrimônio existe.

20


Carregar ppt "Na criação Deus chamou o homem de Adâm, mas depois de dar-lhe a sua companheira, Ele o chamou Ish (esposo) e a ela Ishá (esposa)."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google