A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RNP/PAL/0200 © 2003 – RNP Campus do Futuro 7º WTIIFES João Pessoa 27 de maio 2013.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RNP/PAL/0200 © 2003 – RNP Campus do Futuro 7º WTIIFES João Pessoa 27 de maio 2013."— Transcrição da apresentação:

1 RNP/PAL/0200 © 2003 – RNP Campus do Futuro 7º WTIIFES João Pessoa 27 de maio 2013

2 Campus do Futuro Educação sem fronteira Pesquisa sem fronteira

3 3 Novo modelo: ciência + ciberinfraestrutura O Plano Nacional de Banda Larga dos Estados Unidos e a Digital Agenda/Geant 2020 da União Européia ampliam redes de pesquisa e acesso banda larga para residências: sistema nervoso da nova ciência.

4 4 Pesquisa orientada a dados Big Data, Tsunami de dados. Mineração em grandes base de doados Simulações no computador in silico Modelagem Teórica Leis de Kepler, Leis de Newton… Empirismo Observação e descrição de fenômenos naturais Evolução dos paradigmas da Ciência

5 5 5 Publicadores Descobrindo Minerando e Indexando Minerando e Indexando Portal científico Registrando Serviços locais e workflows Publicando Usuários Processamento de Big Data Visualização da Informação Repositórios de Dados Instrumentos Principais componentes da infraestrutura para pesquisa científica

6 6 Redes de Pesquisa são celeiros para inovação Resultados para a Indústria, negócios e serviços públicos Impacto direto na educação formal, formação de capacidade digital, capacitação multidisciplinar.

7 7 Experimentar redes do futuro Arquiteturas de redes e serviços experimentais: mobilidade, computação e segurança Novos usos de aplicações em conjunto com universidades e empresas

8 8 Integração do interior

9 Tendências Tecnológicas que iram mudar a realidade Do Campus

10 10 ZETA dados Big Data As aplicações serão gulosas e extravagantes: proteoma, astrofísica, audiovisual 4k/8k, etc –1 bilhão de Terabytes Limites: banda, visualização, financiamento da TI –Vamos continuar fazendo mais do mesmo? Ciberinfraestrutura para educação e pesquisa –Modelagem -> prova de conceito -> serviço experimental -> disponibilização aberta –Associar universidades, CIOs, RNP, agências, empresas –Exemplo: Centro de Dados Compartilhado (CDC)

11 11 SURFnet contrato com Google e Microsoft JANET contrato com a Logicalis Atuais estratégias adotadas nas NRENs Européias SaaA Desenvolvimento de aplicações In-house Desenvolvimento colaborativo Outsourcing Broker para demanda nacional Broker para demanda continental IaaS Construção de nuvem privada Desenvolvimento de infraestrutura nacional Desenvolvimento colaborativo Contratação de nuvem pública Agregação de demanda nacional Agregação de demanda continental Nuvens E&P na Europa

12 12 Ambientes de Visualização Tendências de uso de visualização 4K e 8K em várias áreas –Grande impacto em áreas como Telemedicina

13 13 SD - 720x576 HD x720

14 14 Full HD x1080

15 15 New iPad x1536

16 16 4K x2160

17 17 Telemedicine Telemedicina Primeira cirurgia transmitida pela rede Ipê ao vivo em 4K sem compressão : 4.5 Gbps.

18 18 núcleos operacionais núcleos operacionais até o final de 2011 **Hospital Universitário da UFPI *HU da UFMA **Faculdade de Medicina da UFT **Faculdade de Enfermagem da UNIFAP **HU João de Barros Barreto da UFPA **HU Betina Ferro de Souza da UFPA **Faculdade de Medicina da UFRR *Hospital Getúlio Vargas da UFAM **HU Júlio Müller da UFMT **Faculdade de Medicina da UNIR **Faculdade de Medicina da UFAC **Hospital das Clínicas da UFG **HU Maria Aparecida Pedrossian da UFMS *Hospital das Clínicas da Unicamp *Hospital das Clínicas da FMUSP *Hospital São Paulo da Unifesp *HU da USP *Instituto Dante Pazzanese *Hospital de Clínicas da UFPR *HU Polydoro Ernani de São Thiago da UFSC *Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre (ISCMPA) **Hospital de Clínicas da UFRGS **Hospital Universitário da UFSM **HU Dr. Miguel Riet Correa Júnior da FURG **Hospital Escola da UFPEL **Maternidade Escola Assis Chateaubriand da UFC *Hospital Universitário Walter Cantídio da UFC *Hospital das Clínicas da UFPE *HU Lauro Wanderley da UFPB **HU Alcides Carneiro da UFCG **HU Ana Bezerra da UFRN **Hospital de Pediatria da UFRN **Maternidade Escola Januário Cicco da UFRN **HU Onofre Lopes da UFRN *HU Prof. Alberto Antunes da UFAL **Hospital Universitário da UFS *HU Prof. Edgar Santos da UFBA **Centro Pediátrico Hosannah de Oliveira da UFBA **Maternidade Climério de Oliveira da UFBA **Hospital Universitário na UnB *Hospital das Clínicas da UFMG **Hospital de Clínicas da UFU **Hospital Escola da UFTM **Hospital Universitário da UFJF *HU Cassiano Antônio de Moraes da UFES *Canal Saúde (Fiocruz) *HU Pedro Ernesto e FCM da UERJ **HU Antônio Pedro da UFF **HU Gaffrée e Guinle da UNIRIO **Inst. de Psiquiatria da UFRJ **Inst. de Puer. e Ped. Martagão Gesteira da UFRJ **Inst. de Neurologia Deolindo Couto da UFRJ **Inst. de Doenças do Tórax da UFRJ **Inst. de Ginecologia da UFRJ **Hospital Escola São Francisco de Assis da UFRJ **Maternidade Escola da UFRJ **HU Clementino Fraga Filho da UFRJ Conexão a 1Gbps na capitais Criação formal de Núcleo de Telemedicina e Telessaúde Sala de Videoconferência, Teleconsultoria e Telediagnóstico Homologação de Salas de Videoconferência Capacitação em vídeo- e webconferência Criação e Participação em SIGs Grupos de Interesse Especial

19 19 40 SIGs, participação de 300 instituições, 50 sessões/semana gravadas Educação, pesquisa e opinião formativa

20 20 Recursos Instrucionais Abertos Acesso ao conhecimento gerado para ampliar o alcance da universidade –O conteúdo de um curso tem um valor econômico? Ensinar e aprender TI também não depende só de um bom material –Novas modalidades para nova educação: todas necessitam de tecnologias de informação e comunicação Produzir conteúdos instrucionais abertos para plataformas colaborativas –Serviço

21 21 Recursos Instrucionais Abertos Ex. Sistemas Operacionais, Prof. Valmir Barbosa, UFRJSistemas Operacionais, Prof. Valmir Barbosa, UFRJ.

22 22 Ambientes para Aprendizado Colaborativo Além da sala aula há uma enorme possibilidade de intercâmbio de conhecimento –Co-laboratórios integrados para compartilhar práticas –Plataformas para facilitar a visualização e manipulação de informações Facilidades para aprendizado interativo e emersivo –Teleaulas, –Telepresença –Ex. Rede Universitária de Telemedicina

23 23 Ensino à distância em grande escala

24 24 Novas Plataformas e Conteúdos A escolha de plataformas multimídias portáteis transforma a geração e uso de conteúdos digitais –Integração de textos didáticos, jogos e vídeos –Informação científica, dados experimentais e simulação Plataformas com suporte e evolução –Em 20 anos foi a maior mudança para a educação e a indústria editorial Novo modelo para publicação e distribuição de conteúdo digital –Livro didático, periódicos científicos, melhores práticas, etc –Ex. FEB – federação de objetos educacionais

25 25 Serviços móveis seguros A integração de alunos e professores não se restringe ao campus –Rede nacional de cobertura wifi/3-4G para serviços seguros em educação e pesquisa –Identificação única, mobilidade e autorização Grandes eventos e a interiorização –Como atender a demanda por banda larga nas redes móveis? Federação de serviços móveis e gestão de identidade –CAFe (se ainda não tem, será difícil passar sem) –Eduroam –ICPEdu

26 26 Integração internacional Integrada a iniciativa Research and Educations Federations (REFEDS) da Trans-European Research and Education Networking (TERENA). Serviços móveis seguros

27 27 eduroam pelo mundo 27 Brasil, através da RNP, é Roaming Operator (RO) no Global eduroam Governance Committee (GeGC).

28 28 Cartoon by Peter Steiner. The New Yorker, July 5, 1993 issue (Vol.69 (LXIX) no. 20) page 61The New Yorker ICPEdu

29 29 Segurança Science DMZ Desmilitarizando sua rede para educação e pesquisa Parte do perímetro da rede, desenhada para que equipamentos, configurações e políticas de segurança sejam otimizados para aplicações científicas de alto desempenho, ao invés de atender requisitos genéricos de computação corporativos ou de negócios.

30 30 Windows (OS) Windows (OS) Windows (OS) Windows (OS) Linu x Mac OS Mac OS x86 (Computador) x86 (Computador) Windows (SO) Windows (SO) Apl Linu x Mac OS Mac OS SO Mac SO Mac Virtualização Apl Substrato de hardware simples, comum, estável Programabilidade Modelo de isolamento forte Competição acima Inovação mais rápida Controller 1 Apl Controller 2 Controller 2 Virtualização (FlowVisor) Apl OpenFlow Controller 1 Controlad or 1 Controller 2 Controller 2 Controlador 2 Controlador 2 Virtualização de redes

31 31 Redes Experimentais (Testbeds) Usável por muitos experimentos simultaneamente Facilmente programável Pode realizar experimentos em qualquer nível (do ótico até o de aplicações) Usuários podem se conectar mesmo de localizações remotas

32 32 Virtualizando a infraestrutura do Campus Processamento Normal L2/L3 Tabela de Fluxos VLANs do Pesquisador A VLANs do Pesquisador B VLANs do Pesquisador C VLANs de Produção Controlador A Controlador B Controladorr C Tabela de Fluxos

33 33 Conclusões A globalização da forma de fazer ciência A globalização e massificação da informação e do conhecimento Serviços Multidominios NOCs interfederados Autenticação e autorização Criação de fóruns globais para discutir problemas E nós? Como nos preparar para essa nova onda? Como chegar com essas aplicações nos cursos de Pós- Graduação? RNP + Gestores de TI => mãos dadas!

34 34 Visão HABITUAL NORMAL USUAL GERAL TRIVIAL ORDINÁRIO comum FEITO EM SOCIEDADE compartilhado Ciberinfraestrutura do Conhecimento

35 35 Nossa Estratégia Alto desempenho Conectar para missão crítica Assessorar, testar e implantar Antecipar e simplificar Promover ganhos de escala Capacitar Novos modelos Serviços para colaboração P&D colaborativo

36 36 TAV - por André Luiz de Toledo – Obrigado! Iara Machado


Carregar ppt "RNP/PAL/0200 © 2003 – RNP Campus do Futuro 7º WTIIFES João Pessoa 27 de maio 2013."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google