A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SGTS – Sistema de Gestão do Trabalho Seguro FOPASE - 2012.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SGTS – Sistema de Gestão do Trabalho Seguro FOPASE - 2012."— Transcrição da apresentação:

1 SGTS – Sistema de Gestão do Trabalho Seguro FOPASE

2 Palmer Hickman National Joint Apprenticeship & Training Committee

3 We know where weve been… 3

4 4

5 5

6 6

7 We know what those types of work practices resulted in… 7

8 Electrical Arc Incident Site and Initial Triage 600 V / ~20,000A Event Note: FR PPE was not in use. Photos courtesy of Dr. Raphael C. Lee, 1997

9 It all Started with a Governmental Organization… The Occupational Safety & Health Administration (OSHA) 9

10 OSHA History and Purpose OSHA was created by the Occupational Safety and Health Act of 1970OSHA was created by the Occupational Safety and Health Act of 1970 Signed into law December 29, 1970 by President Richard M. NixonSigned into law December 29, 1970 by President Richard M. Nixon …to assure as far as possible every working man and women in the nation safe and healthful working conditions and to preserve our human resources…to assure as far as possible every working man and women in the nation safe and healthful working conditions and to preserve our human resources 10

11 OSHA is the Shall OSHA Construction and General Industry standards contain performance-based languageOSHA Construction and General Industry standards contain performance-based language Performance = shall but not howPerformance = shall but not how not one mandated way to complynot one mandated way to comply leaves it up to employers how to complyleaves it up to employers how to comply 11

12 US Electrical Fatalities All Industries (1992 – 1998) Fatal electrical injuries 2,268 Total fatalities overhead power lines 933 / 7= Ref: Homce GT, Cawley JC, et al. An Alarm to warn of overhead power line contact by mobile equipment. Proceedings of IEEE IAS Annual Meeting, Chicago, Data Source: BLS – CFOI, SOII,

13 US OSHA CONSAD ANALYSIS Total Fatality Rate Electric utilities =124,408 people Fatalities = 241 people 0.19 Electrical Contractors = 43,472 people Fatalities = 182 people Source: Federal Registers Electric Power Generation, Transmission, and Distribution; Electrical Protective Equipment; Proposed Rule – 70:

14 …the fatality rates of contractors are more than double the comparable rate for electric utilities. 14 US OSHA CONSAD Analysis Source: Federal Registers Electric Power Generation, Transmission, and Distribution; Electrical Protective Equipment; Proposed Rule – 70:

15 IBEW 2004 Consortium 1995 – 2003 Fatalities Lack of protective equipmentLack of protective equipment Lack of coverLack of cover Lack of groundingLack of grounding Induced voltageInduced voltage Failure to follow proper proceduresFailure to follow proper procedures 15 Source: IBEW/Industry Safety Team Probes Lineman Culture. May 17, From Causes:

16 Three Major Obstacles 1.Entrenched Safety Culture 2.Ignorance (Lack of Technical knowledge & Understanding) 3.Inadequate Codes, Standards & Enforcement 16

17 17 What are the hazards as you approach electrical equipment to perform work? 2. Ignorance

18 For almost 75 years we thought there was only one hazard associated with the electricity… Shock 18 Electrical Hazards

19 ShockShock Arc-FlashArc-Flash HeatHeat FireFire Arc-BlastArc-Blast PressurePressure ShrapnelShrapnel SoundSound 19 Electrical Hazards

20 Data for nonfatal cases Involving days away from work Average of 1,710 electrical burns per year (peaking at 2,200 in 1995) in private industry About 1 an hour in a 40 hour work week 20 Bureau of Labor

21 And then the knight in shining amour appeared… Codes, Standards & Enforcement

22 …work practices and procedures for employees who work on or near exposed energized electrical conductors or circuit parts…. …work practices and procedures for employees who work on or near exposed energized electrical conductors or circuit parts…. 22 Who does NFPA 70E ® cover?

23 NJATC Overview NJATC MissionNJATC Mission NJATC StructureNJATC Structure IBEW – International Brotherhood of Electrical WorkersIBEW – International Brotherhood of Electrical Workers NECA – National Electrical Contractors AssociationNECA – National Electrical Contractors Association Apprenticeship TrainingApprenticeship Training Curriculum Development & TrainingCurriculum Development & Training

24 The mission of the National Joint Apprenticeship and Training Committee is to develop and standardize training to educate the members of the International Brotherhood of Electrical Workers and the National Electrical Contractors Association; insuring and providing the Electrical Construction Industry with the most highly trained and highly skilled workforce possible. Circa 1941 NJATC Mission

25 NJATC Structure & Organization NJATC was founded in 1941 by the IBEW & NECA NJATC has approximately 285 Local JATC affiliates in the United States, Canada and Puerto Rico NJATC has (9) Area-Wide (AJATC) affiliates in the United States covering the Outside Power Generation, Transmission & Distribution Industry

26 IBEW Training Facilities United States 285

27 IBEW Joint Apprenticeship Committees Canada - 9

28 The NJATC has two Parent Companies; The IBEW and NECA

29 IBEW Structure & Organization The International Brotherhood of Electrical Workers (IBEW) represents approximately 750,000 members who work in a wide variety of fields, including utilities, construction, telecommunications, broadcasting, manufacturing, railroads and government., The IBEW has members in both the United States and Canada and stands out among the American unions in the AFL-CIO because it is among the largest and has members in so many skilled occupations.

30 Mission and Purpose To serve the management interests of the entire electrical contracting industry.To serve the management interests of the entire electrical contracting industry. Over a century of service to the $130 billion electrical construction industry that brings power, light, and communication technology to buildings and communities across the United States.Over a century of service to the $130 billion electrical construction industry that brings power, light, and communication technology to buildings and communities across the United States. NECA and its 119 local chapters advance the industry through advocacy, education, research, and standards development.NECA and its 119 local chapters advance the industry through advocacy, education, research, and standards development.

31 The NJATC offers Apprenticeship Programs in (4) primary occupations: 1.Inside [ Commercial-Industrial Electrical Work] 2.Outside [ Power Generation, Transmission & Distribution] 3.Residential [ One & Two Family Housing,] 4.Installer Technician [ Low Voltage Integrated Building Systems] NJATC Apprenticeship Programs

32 The Apprenticeship Model is build upon On-The- Job Training & Related Classroom Training

33 Local JATC

34 Every Local Program you Visit has the same Organization Structure as the National Organization

35 Textbooks and Workbooks

36

37 Blended Learning

38 Instructors see where students are struggling and which students are struggling

39 NJATC University

40 Train the Trainer

41 Webinars

42 Instructor & Technical Training Annually at the University of Michigan

43 GTESC –.... Antonio Fábio diz ter implantado na AES Eletropaulo um Grupo de Acreditação voltado para empresas contratadas, propõe uma parceria das empresas com a Fundação COGE para a certificação das contratadas em geral; Miranda ficou de manter contato com a ELEKTRO, a fim de confirmar ou não a coordenação do Grupo e fala das recentes mudanças positivas havidas naquela empresa.GTESC –.... Antonio Fábio diz ter implantado na AES Eletropaulo um Grupo de Acreditação voltado para empresas contratadas, propõe uma parceria das empresas com a Fundação COGE para a certificação das contratadas em geral; Miranda ficou de manter contato com a ELEKTRO, a fim de confirmar ou não a coordenação do Grupo e fala das recentes mudanças positivas havidas naquela empresa. Voltar

44 SGTS – Sistema de Gestão do Trabalho Seguro

45 VANTAGENS DO SGTS Ele foi desenvolvido especificamente para empresas do setor elétrico e de construção. Ele já é utilizado com sucesso em empresas do setor elétrico, no Canadá e Estados Unidos. Testemunhado pela Fundação COGE.Ele foi desenvolvido especificamente para empresas do setor elétrico e de construção. Ele já é utilizado com sucesso em empresas do setor elétrico, no Canadá e Estados Unidos. Testemunhado pela Fundação COGE. Um sistema de gestão parecido foi adotado com sucesso no setor elétrico numa empresa predominantemente Distribuidora e no setor industrial brasileiro.Um sistema de gestão parecido foi adotado com sucesso no setor elétrico numa empresa predominantemente Distribuidora e no setor industrial brasileiro. As implementações acima mencionadas levaram a uma melhoria no desempenho de SST através de mudança cultural. As empresas passaram a dar mais valor às ações preventivas e aos indicadores pró-ativos.As implementações acima mencionadas levaram a uma melhoria no desempenho de SST através de mudança cultural. As empresas passaram a dar mais valor às ações preventivas e aos indicadores pró-ativos. Os 22 Elementos interferem diretamente no processo de mudança cultural das empresas.Os 22 Elementos interferem diretamente no processo de mudança cultural das empresas. As normas OHSAS e BS 8800 não estabelecem padrões de desempenho deixando isso a critério das empresas.As normas OHSAS e BS 8800 não estabelecem padrões de desempenho deixando isso a critério das empresas. O SGTS estabelece padrões de desempenho e peso específico de cada Elemento, conforme o seu nível de importância dentro do sistema. Cada um dos 22 Elementos é avaliado e expresso em percentuais.O SGTS estabelece padrões de desempenho e peso específico de cada Elemento, conforme o seu nível de importância dentro do sistema. Cada um dos 22 Elementos é avaliado e expresso em percentuais. Empresas de consultoria (algumas ligadas a organismos de certificação) não enfatizam que a certificação é apenas o estágio inicial de um processo de melhoria contínua e não um fim em si mesmo.Empresas de consultoria (algumas ligadas a organismos de certificação) não enfatizam que a certificação é apenas o estágio inicial de um processo de melhoria contínua e não um fim em si mesmo.

46 Desenvolvimento do SGTS Segurança de Sistemas Prevenção de Perdas Gestão do Desempenho Gerenciamento de Risco Princípios de Barreiras/Energias Força de Trabalho Descentralizada/ Sem Supervisão Sistema de Gestão do Trabalho Seguro Setor Elétrico Transmissão Distribuição Geração Construção

47 Princípios Básicos do SGTS Os princípios sobre os quais se baseia o SGTS podem ser assim resumidos: Todos os acidentes são evitáveis. A liderança explícita da alta direção é fator essencial para a implantação e manutenção do SGTS. A gerência de linha é responsável direta pelo desempenho de segurança e saúde ocupacional; A gestão da segurança e saúde no trabalho é um processo sistemático que envolve toda a organização; O gerenciamento dos riscos deve ser integrado em todos os aspectos da gestão da segurança e saúde no trabalho.

48 Características do SGTS Conjunto de Melhores Práticas Avaliação Pró-Ativa Cultura da Organização

49 Elementos do SGTS

50 Sistema de Gestão do Trabalho Seguro Liderança Compromisso Gerencial Planejamento Estratégico Comitê Bipartite SST Itens: Política de SST, compromisso do desempenho em SST estabelecendo a responsabilidade, prestação de contas, participação e suporte da gerência. Objetivo: Integrar o desempenho em SST na responsabilidade da gerência de linha. Itens: Objetivos anuais de SST e iniciativa de prioridades, designação de atividades e responsabilidades, mensuração do desempenho e designação do Coordenador. Itens: Papel e função, treinamento dos membros, reuniões, atas e inspeções, investigação de acidentes e acompanhamento.. Voltar

51 Elementos do SGTS Sistema de Gestão do Trabalho Seguro Gestão de Riscos Planejamento da Segurança no Trabalho Procedimentos de Trabalho Bloqueio e Etiquetagem Normas e Requisitos Legais Objetivo: Controlar os riscos elevados criados durante as atividades de trabalho. Itens: Avaliação do risco, análise das barreiras de energia, análise de segurança da tarefa, análise de risco, análise ergonômica. Itens: Desenvolvimento, introdução e revisão das normas de segurança, atividades de reforço e conformidade, centros de informação. Itens: Desenvolvimento, introdução, atualização e treinamento nos procedimentos de trabalho para tarefas críticas. Itens: Desenvolvimento, interpretação, atualização e treinamento no procedimento. Uso de diagramas operacionais. Itens: Procedimento/diretrizes, treinamentos para a gerência e trabalhadores, planos escritos, comunicação e monitoramento dos planos. Análise do Esquema de Segurança Voltar

52 Itens: Controle de acesso do público às instalações e equipamentos, identificação e controle dos riscos ao público, apresentações de SST ao público. Elementos do SGTS Educação Treinamento dos Gerentes e Supervisores Treinamento da força de trabalho Reuniões de Segurança Promoções de Segurança e Saúde Segurança do público Objetivo: Criar uma força de trabalho com conhecimento, habilidade e consciente das suas responsabilidades em relação à SST. Itens: Avaliação das necessidades de treinamento, coordenação e registro de treinamento. Treinamento em gestão de riscos, habilidades da supervisão, treinamento de orientação. Itens: Avaliação das necessidades de treinamento, coordenação e registro de treinamento. Proficiência em habilidades técnicas, treinamentos em SST, orientação dos novos empregados. Itens: Diretrizes para reuniões efetivas de segurança, planejamento e atas das reuniões, incluem treinamento e informação. Itens: Aconselhamento e assistência aos empregados para estresse, vícios, etc. promoção de saúde e bem estar, reconhecimento pelo desempenho em SST. Sistema de Gestão do Trabalho Seguro Voltar

53 Elementos do SGTS Higiene Industrial Planejamento para Emergências Segurança das Contratadas Objetivo: Enfocar o controle dos riscos inerentes ao ambiente de trabalho. Itens: Perfil dos EPIs, padrões e requisitos, fornecimento e treinamento no uso de EPIs, reforço e conformidade do uso adequado. Itens: Relação de itens críticos, inspeções das instalações, verificações antes de usar equipamentos operacionais, cronograma de inspeções regulares, testes e manutenção de itens críticos. Itens: Higiene Industrial, programa de controle de materiais perigosos, controle de ruído e riscos ocupacionais. Itens: Planos de resposta para lesões graves, incêndios, derramamentos de óleo, ameaças aos empregados e interrupção das operações. Itens: Procedimento escrito para contratação, treinamento nas responsabilidades, pré-qualificação e orientação de segurança para contratados, monitoramento do desempenho e registro das observações. Sistema de Gestão do Trabalho Seguro Controle & Proteção Equipamentos de Proteção Inspeções & Manutenções Voltar

54 Elementos do SGTS Sistema de Gestão do Trabalho Seguro Monitoramento Observações do Trabalho Seguro Investigação de Acidentes Auditorias & Avaliações Análise Estatística Objetivo: Monitorar o desempenho em SST, para avaliar a eficácia do programa de SST e para aprender com os acidentes. Itens: Procedimento escrito e treinamento sobre observações das frentes de trabalho, formulários padrão incluindo itens críticos a serem observados, discussão com os trabalhadores e processo de acompanhamento. Itens: Procedimento escrito para relato e investigação, formulários padronizados para acidentes, veículos motorizados, incêndio, investigação de acidentes de alto risco, processo de acompanhamento para recomendações e gerenciamento de lesões. Itens: Relatórios com resumo dos acidentes, estatística, análise de tendências e análise estatística de outras atividades da gestão de SST, por exemplo, observações das frentes de trabalho, reuniões de segurança. Itens: Pesquisa com empregados, avaliações internas periódicas, auditorias externas independentes. Voltar

55 Higiene Industrial Promoções de Segurança e Saúde Análise Estatística Comitê Bipartite de Segurança e Saúde Auditorias e Avaliações Investigação de Acidentes Análise do Esquema de Segurança Cultura dos Especialistas Segurança do Público Planejamento Estratégico Segurança das Contratadas Compromisso Gerencial Treinamento dos Gerentes e Supervisores Reuniões de Segurança Inspeções e Manutenção Planejamento para Emergências Cultura da Gerência Procedimentos de Trabalho Foco no Trabalho Seguro Treinamento da Força de Trabalho Normas e Requisitos Legais Observações do Trabalho Seguro Planejamento da Segurança do Trabalho Bloqueio e Etiquetagem Equipamentos de Proteção Cultura do Trabalhador TRABALHO SEGURO

56 A classificação de performance para cada Elemento assim como a Geral, deve ser interpretada como se segue: Superior a 80% é excelente Entre 60% e 80% é bom Entre 40% e 59% está na média Entre 20% e 39% é fraco Inferior a 20% é quase inexistente Performance

57 Comparação entre as Primeiras Avaliações de Empresas do Setor Elétrico no SGTS Obs.: As empresas avaliadas pela primeira vez são integrantes do setor elétrico, como:Obs.: As empresas avaliadas pela primeira vez são integrantes do setor elétrico, como: Geradoras;Geradoras; Geradoras / Transmissoras / Distribuidoras;Geradoras / Transmissoras / Distribuidoras; Transmissoras; eTransmissoras; e Distribuidoras.Distribuidoras. EMPRESA/PAÍS ESCORE DA AVALIAÇÃO INICIAL ANO BRASIL34,9%2008 BRASIL45,3%2008 BRASIL58,0%2005 CANADÁ41,0%2001 CANADÁ45,0%1999 CANADÁ46,0%1997 ESTADOS UNIDOS 54,0% ,0% ,0%2001

58 Exemplo de Escore ABCDEFGH Elementos Pontos Possíveis Pontos N/A Total de Pontos (B-C) Pontos Alcançados Escore % (E/D)x100 Peso Total (GxF) Compromisso Gerencial %0,085,2% Planejamento Estratégico %0,085,4% Comitê Bipartite de Segurança e Saúde %0,043,2% Análise do Esquema de Segurança em Projetos e Instalações %0,041,4% Normas e Requisitos Legais %0,043,4% Procedimento de Trabalhos Escritos %0,043,6% Bloqueio e Etiquetagem de Sistemas de Energia %0,043,8%

59 Exemplo de Escore ABCDEFGH Elementos Pontos Possíveis Pontos N/A Total de Pontos (B-C) Pontos Alcançados Escore % (E/D)x100 Peso Total (GxF) Planejamento da Segurança no Trabalho %0,085,8% Treinamento dos Gerentes e Supervisores %0,052,9% Treinamento da Força de Trabalho %0,076,3% Reuniões de Segurança %0,042,5% Promoções de Segurança e Saúde %0,021,6% Segurança de Visitantes e da População %0,021,8% Equipamento de Proteção %0,065,5%

60 Exemplo de Escore ABCDEFGH Elementos Pontos Possíveis Pontos N/A Total de Pontos (B-C) Pontos Alcançados Escore % (E/D)x100 Peso Total (GxF) Inspeções e Manutenção %0,043,6% Higiene Industrial %0,032,8% Pronta Ação para Emergências %0,032,8% Segurança das Contratadas* %0,043,5% Observações das Frentes de Trabalho %0,084,8% Investigação de Acidentes %0,031,8% Relatório e Análise Estatística %0,020,7% Auditoria e Avaliações %0,031,9% Total 1,0074,3%

61 Protocolos

62 Exemplo de Gráfico

63


Carregar ppt "SGTS – Sistema de Gestão do Trabalho Seguro FOPASE - 2012."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google