A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Uma comparação entre os critérios de qualidade utilizados para avaliação de cursos a distância. Prof a. Dr a. Andrea C. Versuti ABED/ Santos 2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Uma comparação entre os critérios de qualidade utilizados para avaliação de cursos a distância. Prof a. Dr a. Andrea C. Versuti ABED/ Santos 2008."— Transcrição da apresentação:

1 1 Uma comparação entre os critérios de qualidade utilizados para avaliação de cursos a distância. Prof a. Dr a. Andrea C. Versuti ABED/ Santos 2008

2 2 Origem da Discussão O contato com critérios de avaliação da qualidade: Referenciais MEC (1998) e os parâmetros elaborados pelo NEA/Blackboard (2000) foram base para as entrevistas qualitativas realizadas numa pesquisa de doutorado com os coordenadores do curso Gestores da UNICAMP. (2007)

3 3 Objetivo da sistematização Fundamentar teoricamente o instrumento e as categorias de análise da pesquisa. Investiga a questão da qualidade em cursos a distância, baseando-se nos dois indicadores. Propõe um Estudo de caso sobre o curso semi-presencial Gestores da Unicamp/ Secretaria da Educação de SP.

4 4 O curso GESTORES Curso oferecido pela Faculdade de Educação da Unicamp e Secretaria de Educação do Estado de São Paulo e oferecido para servidores em cargos de gerenciamento do sistema público estadual de ensino participantes do CEGE - Curso de Especialização em Gestão Educacional.

5 5 Problema de Pesquisa Quais aspectos foram considerados pelos coordenadores no planejamento dos módulos do curso visando garantir o processo de aquisição de conhecimentos e habilidades solicitadas para a formação do gestor? Investigação sobre a qualidade.

6 6 Indicadores de Qualidade MEC MEC – Cursos de Graduação Indicadores para orientar professores, técnicos e gestores de instituições de ensino superior com o objetivo de garantir que a autorização de cursos a distância venha atrelada ao empenho por maior qualidade em seus processos e produtos. (CASTRO NEVES, 1998).

7 7 Articulação entre Indicadores Os dez indicadores encontram-se articulados entre si. Necessário adotá-los de forma global na construção de seu projeto. Orienta também as comissões de avaliação.

8 8 Discussão dos Indicadores MEC 1. Integração com políticas, diretrizes e padrões de qualidade definidos para o ensino superior como um todo e para o curso específico. 2. Desenho do projeto: a identidade da educação a distância.

9 9 Discussão dos Indicadores MEC 3. Equipe profissional multidisciplinar (conteudistas, técnicos, suporte pedagógico e estrutural). 4. Comunicação/Interatividade entre professores e aluno.

10 10 Discussão dos Indicadores MEC 5. Qualidade dos recursos educacionais. Qualidade no presencial não é garantia de sucesso nas ações a distância. – Resultado mais importante da pesquisa de doutorado citada anteriormente.

11 11 Discussão dos Indicadores MEC 6. Infra-estrutura de apoio 7. Avaliação de qualidade contínua e abrangente 8. Convênios e parcerias 9. Edital e informações sobre o curso de graduação a distância 10. Custos de implementação e manutenção da graduação a distância.

12 12 As referências de Qualidade IHEP abril de IHEP - Institute for Higher Education Policy. Essa pesquisa resultou em um total de 45 itens de qualidade recomendados. Identificação de instituições com experiência em cursos de EAD mediados pela internet.

13 13 As referências de Qualidade IHEP A escolha das instituições levou em consideração entre outros aspectos: O tempo de experiência da instituição em ensino a distância Seu nível de reconhecimento regional e nacional Oferecerem mais de um programa de pós- graduação e graduação a distância pela internet.

14 14 As referências de Qualidade IHEP Foram identificados 24 padrões de referência considerados essenciais para garantir a excelência em aprendizagem a distância mediada pela Internet. Estes foram agrupados em sete categorias:

15 15 As referências de Qualidade IHEP 1. Suporte Institucional; atividades para garantir um ambiente adequado para a qualidade do ensino a distância e políticas que orientam o desenvolvimento do ensino pela Internet. Esses padrões relacionam aspectos como infra – estrutura técnica, planos de tecnologia e incentivos profissionais.

16 16 As referências de Qualidade IHEP 2. Desenvolvimento de curso; Esta categoria inclui itens relativos ao desenvolvimento do curso pela Internet, incluindo a análise, o planejamento, a implementação, testes, avaliação e manutenção.

17 17 As referências de Qualidade IHEP 3. Processo de Tecnologia e Aprendizado; Relaciona a complexidade de atividades necessárias ao bom funcionamento dos cursos quanto aos critérios de pedagogia e didática.

18 18 As referências de Qualidade IHEP 4. Estrutura do curso; Definem as políticas e procedimentos que fornecem suporte ao processo de tecnologia e aprendizado e incluem definição dos objetivos do curso. Disponibilidade de recursos bibliográficos, tipos de materiais disponíveis para estudantes, tempo de resposta aos estudantes e avaliação das expectativas dos estudantes.

19 19 As referências de Qualidade IHEP 5. Suporte ao Estudante; Esta categoria inclui um conjunto de serviços oferecidos em suporte às atividades dos estudantes tais como; treinamento e assistência no uso dos recursos online.

20 20 As referências de Qualidade IHEP 6. Suporte ao Corpo Docente; Os itens dessa categoria relacionam algumas atividades de assistência e suporte fornecidos por membros mais experientes ou por terceiros.

21 21 As referências de Qualidade IHEP 7. Avaliação e Auditoria; Os itens nessa categoria são políticas e procedimentos que definem como as instituições devem avaliar a qualidade de seus cursos.

22 22 Aproximação dos 2 Referenciais Proximidade entre as categorias e indicadores/padrões que os compõem. Temos, a seguir, um quadro, com a exposição das semelhanças entre os referenciais propostos.

23 23 Quadro Comparativo

24 24 Diferenciação Os indicadores de qualidade do IHEP enfatizam a necessidade de existir de um plano de tecnologia documentado que inclui medidas de segurança (senha de proteção, criptografia, sistemas de cópias de segurança, entre outras.) Garantia da integridade e a validade das informações e também a manutenção do padrão de qualidade.

25 25 Diferenciação A eficiência do programa educacional deve ser avaliada através de um processo que use vários métodos e aplique padrões específicos. Relevância ao processo de infra-estrutura que deve ser centralizado e prover suporte para construção e manutenção do projeto de EaD.

26 26 Diferenciação Os critérios e as recomendações do MEC/SEED (1998) enfatizam o estabelecimento de padrões que busquem integração com políticas, diretrizes e padrões de qualidade definidos para o ensino superior como um todo, não somente o ensino a distância.

27 27 Diferenciação Enfatizar a necessidade de convênios e parcerias na viabilização dos cursos e principalmente a necessidade de intensa comunicação e interação entre professor e aluno. Não existe aproximação entre o critério 8. Convênios e parcerias com os indicadores IHEP.

28 28 Categorias de análise da pesquisa 1. Ensino/aprendizagem; 2. Estrutura de cursos; 3. Suporte ao aluno; 4. Suporte ao corpo acadêmico; 5. Indicadores de avaliação; 6. Suporte institucional; 7. Desenvolvimento de cursos.

29 29 Sujeitos da Pesquisa Coordenadores e supervisores de nove módulos que compõem o curso Gestores. Entrevistas abertas com roteiro pré- estruturado e posteriormente submetidas à análise de conteúdo. (BARDIN, 2001)

30 30 Principais resultados Objetivo da pesquisa: percepção dos coordenadores e supervisores. De maneira geral: Positiva Aprenderam com a experiência – o funcionamento com autonomia das disciplinas foi um elemento positivo.

31 31 Principais resultados É necessária uma Avaliação crítica do curso pela Instituição e por todos os envolvidos. Repensar a forma de ofertar o curso, sua estrutura e a adequação às reais condições do público-alvo.

32 32 Discussão final Atualidade dos referenciais ou necessidade de Atualização? Necessidade de articulação entre todos os padrões. Critérios para orientar os cursos de pós graduação, especialização a distância.

33 33 Contato Obrigada!!!!


Carregar ppt "1 Uma comparação entre os critérios de qualidade utilizados para avaliação de cursos a distância. Prof a. Dr a. Andrea C. Versuti ABED/ Santos 2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google