A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A TCC PARA OS TRANSTORNOS DO EXAGERO: SUPERANDO A RESISTÊNCIA Renata Brasil Araujo

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A TCC PARA OS TRANSTORNOS DO EXAGERO: SUPERANDO A RESISTÊNCIA Renata Brasil Araujo"— Transcrição da apresentação:

1 A TCC PARA OS TRANSTORNOS DO EXAGERO: SUPERANDO A RESISTÊNCIA Renata Brasil Araujo

2

3 T RANSTORNOS DO E XAGERO Transtorno por uso de substância c InternetJogo patológicoComprar compulsivoSexo compulsivoTricotilomaniaTranstorno da compulsão alimentar periódica.

4 POR QUE AS PESSOAS SIMPLESMENTE NÃO PARAM DE EXAGERAR? Por que as pessoas não mudam o comportamento? Por que as pessoas não melhoram? Por que repetem sempre a mesma coisa?

5 RESISTÊNCIA Qualquer coisa no comportamento, pensamento, resposta afetiva e estilo interpessoal do paciente que interfere em sua habilidade para utilizar o tratamento e adquirir uma habilidade para lidar com problemas fora da terapia e depois que ela foi concluída Leahy, 2008

6

7 Resistência Moral Vitimização Validação Aversão ao risco Auto- incapacitação Esquemática Auto- consistência

8 RESISTÊNCIA DE VALIDAÇÃO Demanda por: empatia, entendimento, assistência do terapeuta Quem se vê como defeituoso pode interpretar como invalidante uma terapia focada em distorções do pensamento

9 AUTO-INVALIDAÇÃO Paciente recusa-se a aceitar suas próprias necessidades Auto-invalidação é um problema central para a terapia Dificuldade para identificar, aceitar a legitimidade das suas necessidades Vê a terapia como sem sentido ou perturbadora

10 AUTOCONSISTÊNCIA Coerência cognitivaCoerência cognitiva 1 Regularidade do viésRegularidade do viés 2

11 N AVEGAR É PRECISO Acreditar durante muito tempo que o mundo terminava em um abismo foi adaptativo Aprendemos a navegar dentro deste mundo Se a crença sobre a forma do mundo fosse muito variável não teríamos saído dos portos

12 COERÊNCIA (CONSISTÊNCIA) COGNITIVA Modelo de autoverificação (Swann): pessoas procuram informações que comprovem seu autoconceito (positivo ou negativo) Desejamos consistência interna Reduz incerteza e complexidade Processamento mais rápido das informações (não é preciso fazer exceções ou esquemas diferenciados) O processo fica mais rápido e eficiente, não obrigatoriamente mais preciso Vantagens da consistência

13 T EORIAS SOBRE SI MESMO Tendência a desenvolver vieses inconscientes em favor de características semelhantes às nossas. Estamos satisfeitos com nossas teorias sobre nós mesmos, mas raramente as testamos. Gostamos de pensar: comigo isto não acontece, mas... Mlodinow,

14 R EGULARIDADE DO VIÉS O que facilita é que somos tendenciosos, não temos plasticidade. Viciamos em alguns vieses Caminho para ir para a roça

15 RESISTÊNCIA ESQUEMÁTICA O paciente vive dentro de uma congruência cognitiva com seus esquemas) Esquema afeta a reconstrução da memória Distorce a informação para caber no esquema Difícil pensar em nova evidência Esquema iniciais mal-adaptativos Deu certo até agora, por que mudar? Quais os modos de enfrentamento?

16 RESISTÊNCIA ESQUEMÁTICA Identificar o esquema Compartimentalizar o esquema: sua identidade não é reduzível ao esquema

17 Conceitualizar o caso Experimentos para examinar a validade dos esquemas Abordar a reatância Associar o esquema à transferência Ficar atento para os vieses cognitivos que vitaminam o esquema RESISTÊNCIA ESQUEMÁTICA

18 RESISTÊNCIA MORAL O paciente vive sob uma tirania do dever Ênfase hipertrofiada no self como causa e responsável Pode pensar que a terapia vai transformá-lo em relapso e imoral Categorizar : bons deveria e maus deveria Se este norte fosse aplicado a todo mundo, como seria? Ex: Devo ser perfeito Ser responsável é sinônimo de colocar forte pressão sobre si mesmo

19 RESISTÊNCIA DE VITIMIZAÇÃO O sujeito só se reconhece no papel de vítima Coisas ruins acontecem com pessoas ruins Coisas boas acontecem com pessoas boas Isto não deveria ter acontecido comigo por que eu não merecia

20 RESISTÊNCIA DO TIPO AVERSÃO A RISCOS Muito capital Maximizar ganhos Pouco capital Minimizar perdas

21 Q UAL A META ? Efeito perda em cascata

22 AUTO-INCAPACITAÇÃO Síndrome de Gabriela...

23 Resistências que podem ser aplicadas a quaisquer outros quadros clínicos Abrir mão de um comportamento que tem em sua essência o prazer T RANSTORNOS DO E XAGERO - D ESAFIOS

24

25

26 26


Carregar ppt "A TCC PARA OS TRANSTORNOS DO EXAGERO: SUPERANDO A RESISTÊNCIA Renata Brasil Araujo"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google