A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Panorama do Turismo no Brasil. Indústria do Turismo Hospedagem Restaurante Agencia Entretenimento Transporte Outras Atividades Relacionadas Publicações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Panorama do Turismo no Brasil. Indústria do Turismo Hospedagem Restaurante Agencia Entretenimento Transporte Outras Atividades Relacionadas Publicações."— Transcrição da apresentação:

1 Panorama do Turismo no Brasil

2 Indústria do Turismo Hospedagem Restaurante Agencia Entretenimento Transporte Outras Atividades Relacionadas Publicações Gráficas Serviços Financeiros Equipamentos Moveis Industria do Vidro Sanidade Serviços de Segurança Administração Transporte Carros Industria Metalúrgica Industria de Plásticos Industria da Borracha Industria de Computadores Desenvolvimento de Soft-ware Perifericos Administração Transportes Industria Química Industria Têxtil Industria Alimentos Fabricantes de Automóveis Jornais Revistas Serviços de Aluguel de Equipamentos Fonte: WTTC / WEFA Economia do Turismo

3 Consumo na Classe C Em 2020 o Brasil será um dos maiores mercados consumidores e uma das maiores economias globais. A classe C detém o poder de consumo de mais de R$ 1 trilhão – 51% do consumo total. De cada R$ 100,00 gastos, pelo menos R$ 65,00 são desembolsados para a contratação de serviços. O consumo das famílias no Brasil irá atingir R$ 3,5 trilhões em 2020, mais de 65% do PIB.

4 O Turismo na cesta de consumo 98% das pessoas da nova classe média deseja desfrutar a vida. (Fractal) Agências de turismo diversificaram as programações e flexibilizaram as condições de pagamento. Houve um grande incremento nas vendas de pacotes nacionais e internacionais 8,7 milhões de pessoas da classe C fizeram sua estreia no transporte aéreo.

5 Indicadores

6 Receita Cambial Os gastos dos turistas estrangeiros no Brasil, medidos em dólares, subiram apenas 0,8% em 2013, gerando uma receita cambial turística de US$ 6,709 bilhões US$ US$ US$ US$ 6.709

7 ,05,1 4,85,25,86,2 Chegadas Internacionais de Turistas O número total de 2013 ainda não foi fechado, mas a perspectiva do MTur é de que em 2013 o Brasil tenha alcançado 6,2 milhões de turistas estrangeiros. Em 5 de dezembro, a Embratur contabilizou o turista de número seis milhões, um recorde histórico que rompe a barreira dos cincos milhões no qual o País estava desde Para os próximos anos, o MTur projeta uma taxa média de crescimento de 8% ao ano, em razão das variáveis como a continuidade de crescimento das economias dos países fronteiriços e do fluxo turístico deles oriundos, além da realização dos megaeventos.

8 (projeção) Empregos temporários de verão no turismo As contratações sazonais no turismo devem crescer 1,4% no verão de 2014 em relação a O período é responsável por duas de cada três vagas temporárias geradas no setor ao longo de 12 meses do ano. A desvalorização do real, ocorrida nos últimos 12 meses, desestimula viagens ao exterior e contribui para o turismo interno. Os setores hoteleiro e de alimentação devem responder por 85% das vagas criadas.

9 Cadeia Produtiva do Turismo Não há maneira alternativa de se avaliar o significado econômico do turismo que não seja aplicando mecanismos e métodos de análises intersetoriais, existem mais de 50 atividades relacionadas direta ou indiretamente ao setor. O Turismo é uma atividade que fornece e consome bens e serviços. Hospedagem Alimentação Serviços de Apoio Turístico Comercialização Transportes

10 Impactos do Turismo no Comércio O comércio só tem a crescer com as atividades desenvolvidas pelo turismo. Como exemplo, um estudo realizado em Santa Catarina, no período das férias de verão, demonstra que o comércio localizado no centro das cidades foi visitado por 70,4% dos turistas em Florianópolis, e por 70,7% dos visitantes em Balneário Camboriú. A variação do faturamento em relação aos meses comuns do ano é bastante elevada (37,54% em Florianópolis, 51,13% em Balneário Camboriú e 18,13% em Imbituba), isso mostra a importância das férias para o faturamento do comércio dessas cidades turísticas.

11 CNC – Confederação Nacional do Comercio de Bens, Serviços e Turismo

12 A Confederação Nacional do Comércio foi fundada em 4 de setembro de 1945 e reconhecida pelo Decreto nº , de 30 de novembro de É uma entidade sindical representante legal, máxima e legítima do empresariado do comércio de bens, de serviços e de turismo brasileiro. A Criação da CNC

13 Empresas 1º grau Sindicatos 2º grau Federações 3º grau Confederação AcionistasClientes Pirâmide Confederativa Sistema CNC S O C I E D A D E Sistema de Representação Empresarial

14 O que inclui o Comércio de Bens, Serviços e Turismo

15 O Turismo na CNC

16 CTUR - Conselho de Turismo No Conselho de Turismo são realizadas reuniões que abordam temas específicos para produção das publicações de interesse do trade turístico. A Revista Turismo em Pauta que está na 22ª edição, reúne artigos de personalidades do turismo nacional

17 CET - Câmara Empresarial do Turismo Na Câmara Empresarial do Turismo são discutidos os principais temas de interesse do trade. A CET é composta por 22 entidades associativas do turismo nacional, o que respalda as decisões pleitos e estratégias do setor.

18 Câmara Empresarial do Turismo nos Estados ACRE ALAGOAS BAHIA DISTRITO FEDERAL ESPÍRITO SANTO MATO GROSSO MATO GROSSO DO SUL MINAS GERAIS PARAÍBA PARANÁ PERNAMBUCO RIO GRANDE DO NORTE RIO GRANDE DO SUL SANTA CATARINA SERGIPE SÃO PAULO (Conselho de Turismo) Ao todo foram instaladas quinze Câmaras Empresariais de Turismo e um Conselho de Turismo, no âmbito das Fecomércios.

19 ASTUR - Assessoria de Turismo e Hospitalidade Órgão executivo e consultivo, criado em 2010, responsável pelo ordenamento das ações internas do Sistema CNC-SESC-SENAC, com objetivo de ampliar a atuação política da entidade, em prol do turismo nacional. Atividades: 1) Participação em Feiras e Congressos – desde 2009 a Assessoria de Turismo e Hospitalidade, em parceria com a FNHRBS, tem promovido a divulgação das ações da CNC em prol do turismo, através da atuação de profissionais do Sistema CNC-SESC-SENAC, durante os eventos patrocinados. 22 participações em 2013 Previsão 2014 – participação em 33 eventos

20 2) Relacionamento Institucional – comprometimento no atendimento de políticas de interesses das entidades empresariais do trade turístico junto ao Ministério do Turismo, Comissões de Turismo da Câmara dos Deputados e Senado, Embratur, Secretarias Estaduais de Turismo e demais órgãos demandantes, o que gera importantes parcerias nos âmbitos governamentais e não governamental. 3) Implantação e Manutenção das CETs – desde o ano de 2009 a Assessoria de Turismo e Hospitalidade assiste ao coordenador da Câmara Empresarial de Turismo da CNC, na gestão da implantação de Câmaras nas Fecomércios. 4) Boletim Informativo do Turismo – BIT – sinopse de artigos publicados nos veículos especializados em turismo que são enviados por às Federações, Sindicatos e Universidades s enviados periodicamente

21 Ações 2013 Participação no Fórum Panrotas com a presença da Marina Silva Participação na Equipotel SP Participação na ABAV com a presença do Ministro do Turismo Gastão Vieira

22 Marcia Cristina Alves Assessoria de Turismo e Hospitalidade - CNC Tel: e


Carregar ppt "Panorama do Turismo no Brasil. Indústria do Turismo Hospedagem Restaurante Agencia Entretenimento Transporte Outras Atividades Relacionadas Publicações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google