A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Casa Angela Casa de Parto da Associação Comunitária Monte Azul 19° Encontro Nacional de Gestação e Parto Natural e Conscientes.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Casa Angela Casa de Parto da Associação Comunitária Monte Azul 19° Encontro Nacional de Gestação e Parto Natural e Conscientes."— Transcrição da apresentação:

1 Casa Angela Casa de Parto da Associação Comunitária Monte Azul 19° Encontro Nacional de Gestação e Parto Natural e Conscientes

2 Histórico Angela Gehrke da Silva Primeira casa de parto no município de São Paulo Viabilidade de um modelo de assistência humanizada ao parto e ao nascimento, fora do hospital e sem a presença do médico. Conquista e sensibilização das mulheres da comunidade e de seus famíliares. Sensibilização da Instituição Associação Comunitária Monte Azul pela importância da humanização do parto e do nascimento e seu grande potencial transformador e sanante para o desenvolvimento do ser humano e da sociedade no sentido da cultura da paz.

3 Histórico 2004 Elaboração do projeto Casa Angela em parceria: Associação Comunitária Monte Azul SMS - Saúde da mulher/Atenção básica Hospital Municipal Campo Limpo Daisuke Onuki da JAICA Casa Angela, Centro de Parto Normal Autônomo Modelo humanizado de assistência integral à mulher em ciclo gravídico-puerperal Equipe de enfermeira obstétricas Inserido no contexto social das famílias da comunidade Inserido na rede de saúde pública da região: Atenção Básica (PSF) e Hospital de Referência 31 de março de 2005 (...) vimos informar que o projeto Casa Angela já foi analisado e avaliado por esta Secretaria, tendo parecer favorável e deverá ser objeto de Termo Aditivo ao Convênio firmado com a Associação Comunitária Monte Azul, para a implementação do Programa Saúde da Família, no tocante à verba de custeio para complementar a manutenção da Casa de Parto em questão. Esclarecemos que a eficácia do referido Termo só ocorrerá após a conclusão das obras de construção e aquisição dos...equipamentos, sem qualquer investimento por parte desta Secretaria Municipal de Saúde... Coordenadora da Atenção Básica-PSF

4 Histórico 2004/2005Captação de recursos e busca de parcerias 2005/2006Aprovação da planta arquitetônica pela ANVISA 2006/2007Construção 2007/2008Aquisição de equipamentos 12/2008Deferimento do alvará de funcionamento pela ANVISA Habilitação para credenciamento ao SUS (CNES)

5 Posição da Secretaria Municipal de Saúde-SP 18 de julho de 2007, Complexo Regulador do Município, Coordenadora da Atenção Básica A presente solicitação de inclusão do Centro de Parto Normal Casa Angela pela Associação Comunitária Monte Azul, na região de M´Boi Mirim é proposta interessante a ser adotada, todavia não adaptável no momento ao Município de São Paulo e à região escolhida. Assim como, é impossível incluir no convênio do PSF, pois não faz parte do escopo. A coordenação da Atenção Básica manifesta desfavorável a implantação do Centro de Parto Normal proposto 01 de julho de 2008, Coordenação Atenção Básica, Área Técnica de Saúde da Mulher, Programa Rede de Proteção à Mãe Paulistana, Coordenadoria de Saúde Sul-Gabinete...a Rede de Proteção a Mãe Paulistana, ligada a Área Técnica de Saúde da Mulher,...não se opõe desde que a implantação siga as recomendações do CREMESP e da FEBRASGO, ou seja ser localizada próximo ou dentro da área física de um hospital que se responsabilize tecnicamente pela Casa de Parto....a Coordenadoria de Saúde Sul informa, que a Assistência ao Parto na região está totalmente atendida pelos Hospitais: Hospital Municipal de M´Boi Mirim, Santa Casa de Misericórdia de Santo Amaro e Hospital Municipal do Campo Limpo...

6 Posição da Secretaria Municipal de Saúde-SP...aqui no Brasil e particularmente em São Paulo, o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo publicou a resolução 111/04 que veda ao médico exercer atividades nos locais denominados casas de parto. A Área Técnica de Saúde da Mulher da SMS de São Paulo solicitou, em 2004, posicionamento do Ministério da Saúde sobre a resolução n° 111/04 do CREMESP e até o momento não obteve resposta......A Vigilância Sanitária Estadual cria objeções ao funcionamento da Casa de Parto...no que se refere a ausência de médico responsável pelo serviço. Manifesta-se também o Ministério Público contrário perante todas as considerações aqui apontadas. 02 de novembro de 2009, Gerência de Controle (...) Em resposta à solicitação referente à inclusão dessa entidade no Sistema Único de Saúde temos a informar que, de acordo com a Constituição Federal a participação do setor privado no SUS poderá ocorrer, desde que esgotada a capacidade pública... Informamos que se houver necessidade de complementação de serviços na área em questão, esta Secretaria estará providenciando convocação pública..., onde essa entidade poderá vir a participar do processo de seleção. (...)

7

8

9

10

11

12

13 Pré-natal desde março 2009 Opção da mulher Vínculo com UBS Segue os protocolos do MS Cuidados humanizados Acolhimento e escuta Atenção diferenciada e individual Fortalecimento dos vínculos familiares 422 consultas 50 gestantes inscritas 51% primigestas 33,7% adolescentes

14 Atenção à mãe e ao bebê no puerpério Visita domiciliar logo após alta do hospital Visita domiciliar logo após alta do hospital Consulta puerperal 5°-7° dia Consulta puerperal 5°-7° dia Consultas e VD por livre demanda conforme necessidade Consultas e VD por livre demanda conforme necessidade 242 atendimentos 51 mães e bebês

15 Apoio à amamentação Ambulatório de aleitamento materno Ambulatório de aleitamento materno Visitas domiciliares e atenção conforme necessidade de mãe e bebê Visitas domiciliares e atenção conforme necessidade de mãe e bebê Posto de coleta de leite materno em cooperação com o banco de leite humano do Hospital Regional Sul Posto de coleta de leite materno em cooperação com o banco de leite humano do Hospital Regional Sul 82,4% (n=51) em aleitamento materno exclusivo

16 Coleta de leite materno

17 Oficinas de alimentação infantil após o desmame

18 Grupos e oficinas para gestantes e pais Cursos para gestantes e mães Trabalho corporal Oficinas de trabalhos manuais etc. Outras atividades criativas 65 participantes por mês 65 participantes por mês

19 Grupos e oficinas para gestantes e mães

20

21

22 Participação do pai

23 Jovens Tecendo Laços –Curso para adolescentes Amor e relacionamentos Feminino-Masculino Ciclo da fertilidade Sexualidade Métodos contraceptivos Ser mãe, ser pai Paternidade responsável Gestação, Parto e nascimento Cuidados com bebês e amamentação Educação infantil 280 jovens atendidos

24 Palestras e cursos de capacitação para as equipes do ESF Cursos e palestras voltados à atenção integral à saúde materno-infantil e à saúde do adolescente Cursos e palestras voltados à atenção integral à saúde materno-infantil e à saúde do adolescente Sensibilização de profissionais da rede pública pela atenção humanizada à mulher em ciclo grávido-puerperal Sensibilização de profissionais da rede pública pela atenção humanizada à mulher em ciclo grávido-puerperal Em 2008/2009: profissionais

25 Perfil das mulheres atendidas da Casa Angela Moradoras das subprefeituras de M´Boi Mirim e Campo Limpo 2° lugar em número de favelas no município Altos índices de exlusão social Altíssimos índices de violência Baixos níveis socioeconômicos Baixa escolaridade (75% sem segundo grau completo) 33,7% adolescentes 51% primíparas 18% solteiras

26 Levantamento 3/ /2009 Local do partoN=51% Hospital de referência2039% Outro hospital do SUS2243% Hospital de plano de saúde59,8% Domicílio35,8% Casa Angela11,96%

27 Avaliação 3/ /2009 Pré-natal Casa Angela N=51 % Hospital Referência N=2 758 % Região M´Boi Mirim N=7 595 % Indicadores de qualidade Cobertura pré-natal (7 consultas) 96%73,5%77,6% Baixo peso ao nascer 0%13,5%8,91% Prematuridade 1,96%11,6%8,2% Pré-natal Casa Angela – Parto em hospital N=47 Índice de cesáreas 23,5%42,2%44,5% Índice de episiotomia 79,5 % Posição decúbito dorsal 80,7% Presença de acompanhante 38,5% Contato mãe-bebê imediato 43,6% Fonte de dados: SINASC, 2009; Levantamento interno Casa Angela

28

29 Perspectivas Persistir... Sensibilizar, conscientizar, divulgar... Solidariedade - Fortalecer o movimento nacional pelas casas de parto Envolver outros segmentos da sociedade civil e classes profissionais Mobilização e participação social Gerar vontade política nos gestores municipais – estaduais...

30 Contatos Fone:


Carregar ppt "Casa Angela Casa de Parto da Associação Comunitária Monte Azul 19° Encontro Nacional de Gestação e Parto Natural e Conscientes."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google