A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

INTRODUÇÃO E ALGUNS CONCEITOS PROFESSOR ESP. CHRISTIAN VALÉRIO Corrosão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "INTRODUÇÃO E ALGUNS CONCEITOS PROFESSOR ESP. CHRISTIAN VALÉRIO Corrosão."— Transcrição da apresentação:

1 INTRODUÇÃO E ALGUNS CONCEITOS PROFESSOR ESP. CHRISTIAN VALÉRIO Corrosão

2

3 Conceitos A corrosão é a deterioração de um material, geralmente metálico, por ação química ou eletroquímica do meio ambiente aliada ou não a esforços mecânicos. Essa deterioração representa alterações prejudiciais indesejáveis, tais como desgaste, variações químicas ou modificações estruturais, tornando-o inadequado para o uso.

4 Algumas instalações que sofrem com a corrosão Estruturas metálicas enterradas ou submersas (minerodutos, oleodutos, gasodutos, cabos de comunicação e energia elétrica, tanques de armazenamento,...); Meios de transporte (trens, navios, aviões, automóveis, caminhões e ônibus); Estruturas metálicas sobre o solo ou aéreas (torres de transmissão de energia elétrica, postes, tanquess de armazenamento, viadutos, pontes,...); Essas instalações tem que ser duráveis, para que justifiquem seus custos e para evitar acidentes.

5 Com poucas exceções, como o ouro, que podem ser encontrados naturalmente no estado elementar, os metais são geralmente encontrados na forma de compostos, comumente óxidos e sulfetos. Esses compostos possuem conteúdo energético inferior ao dos metais, por isso são mais estáveis do que eles. Desse modo, os metais tendem a reagir espontaneamente com os líquidos ou gases do meio ambiente em que são colocados.

6 Muitas vezes, podemos admitir a corrosão como o inverso do processo metalúrgico.* Comumente, o produto da corrosão é bem semelhante ao minério do qual é originalmente extraído. O metal tenta voltar ao seu estado de maior estabilidade. Exemplo: Hematita (Fe 2 O 3 ) e ferrugem (Fe 2 O 3.nH 2 O).

7 As perdas causadas pela corrosão Nas diversas atividades em que a ação da corrosão pode ser sentida, vários são os fatores que causam danos. As perdas econômicas podem ser classificadas em diretas e indiretas.

8 Perdas diretas Custos da substituição de peças equipamentos corroídos (incluindo mão-de-obra e energia); Custos e manutenção dos processos de proteção (recobrimentos, pinturas,...);

9 Perdas Indiretas Podem ser mais difíceis de identificar e apresentar custos superiores às das diretas. Algumas são*: a) paralisações acidentais; b) perda de produto; c) perda de eficiência; d) contaminação de produtos;

10 Outros casos... Em alguns casos, a corrosão pode não representar grandes perdas diretas, mas devemos considerar o que ela pode representar em:* a) Questões de segurança; b) Interrupção de comunicações; c) Preservação de monumentos históricos; d) Poluição ambiental

11 Conservação das Reservas Minerais Tendo em vista a permanente destruição dos materiais metálicos pela corrosão, há a necessidade de uma produção adicional desses materiais para repor o que foi deteriorado, e esta parcela é muito significativa. Pode chegar até a 40%. A reposição de minérios faz com que as reservas naturais de alguns metais tendam ao esgotamento e, além disso, há uma agressão ao meio ambiente, pois áreas de minérios antes montanhosas ficam reduzidas a vales com acentuadas profundidades.

12

13


Carregar ppt "INTRODUÇÃO E ALGUNS CONCEITOS PROFESSOR ESP. CHRISTIAN VALÉRIO Corrosão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google