A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Apresentação I. Ecoturismo em Fernando de Noronha ------------------------------------------------------------------------Descrição: Desenvolvimento de.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Apresentação I. Ecoturismo em Fernando de Noronha ------------------------------------------------------------------------Descrição: Desenvolvimento de."— Transcrição da apresentação:

1 Apresentação I

2 Ecoturismo em Fernando de Noronha Descrição: Desenvolvimento de estudos e projetos para o estabelecimento e implementação do sistema de trilhas interpretativas no Parque Nacional Marinho de Fernando de NoronhaDuração: em andamento Localização: Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha, Estado de Pernambuco.

3 Apresentação I Contexto: O Arquipélago de Fernando de Noronha fica a 345 km da costa do nordeste brasileiro. Em 1988, o antigo território da União, sob administração da Aeronáutica, foi incorporado ao Estado de Pernambuco. De origem vulcânica, Fernando de Noronha possui um dos maiores índices de biodiversidade marinha do Brasil. Além do impacto socioeconômico gerado por esta dependência, o arquipélago possui limitada capacidade de suporte ambiental, não tolerando crescimento contínuo da ocupação humana. Em 1995, o WWF foi convidado pelo Estado de Pernambuco para, juntamente com a Administração Estadual do Arquipélago de Fernando de Noronha, o IBAMA, o Projeto TAMAR/IBAMA e outros representantes da sociedade civil, delinear as diretrizes para a organização, regulamentação e promoção do ecoturismo em Fernando de Noronha.

4 Apresentação I Na divisão de responsabilidades, WWF e IBAMA se ocupam da implementação das atividades no âmbito do Parque Nacional e a Administração Estadual se encarrega da execução de atividades elaboradas de forma participativa no restante do Arquipélago. O respeito à natureza é um dos objetivos do projeto.

5 Apresentação I Fonte de Recursos: - IBAMA e WWF Outros Parceiros: -IBAMA, Projeto TAMAR/IBAMA, Administração Estadual do Arquipélago de Fernando de Noronha, outras representações da sociedade civil. Participação do WWF: O projeto de trilhas interpretativas do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha integra o programa estratégico do WWF de desenvolvimento do ecoturismo como atividade promotora da conservação de ecossistemas no Brasil. Através deste projeto, o WWF visa desenvolver uma experiência modelo da adequada utilização de uma unidade de conservação pelo público, cuja operacionalização inclui atividades

6 Apresentação I recreativas e interpretação ambiental. O WWF é o executor e coordenador técnico do projeto e responsável por assegurar a participação da equipe do Ibama. O projeto está sendo realizado de forma coordenada com a regulamentação do turismo no restante da ilha principal do arquipélago (sob responsabilidade da Administração Estadual), de forma a assegurar integração conceitual e de elementos visuais na interpretação ambiental dentro e fora do Parque. Este projeto está em execução no momento. Elaboração e aprovação do projeto de uso recreativo do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha (PARNAMAR/FN), em julho de Elaboração e aprovação do projeto de engenharia e arquitetura da infra-estrutura de suporte às trilhas interpretativas, cujas obras já foram iniciadas.

7 Apresentação I Elaboração do projeto de interpretação ambiental e comunicação visual dos ambientes terrestres e marinhos. Atividades Previstas: Em 31 de março de 1998 foi firmado novo convênio entre WWF e IBAMA para viabilizar a supervisão dos trabalhos de implantação dos projetos de engenharia, interpretação, monitoramento de impacto e de reflorestamento ao longo das trilhas terrestres.

8 Apresentação I Ecoturismo em Silves Descrição: Desenvolvimento de um modelo de ecoturismo de base comunitária para a Amazônia. Duração: (1ª fase) (2ª fase). Localização: Município de Silves, Estado do Amazonas.

9 Apresentação I Contexto: O ecoturismo é, atualmente, uma das atividades econômicas mais promissoras, além de ser uma rica fonte de recursos para a conservação do meio ambiente. A maioria dos empreendimentos existentes limita-se à exploração do "turismo na natureza", sem adotar os verdadeiros princípios do ecoturismo: uma fonte para a sustentação dos recursos naturais. O ecoturismo deve avançar no sentido de se tornar um instrumento de conservação e de desenvolvimento sustentável da natureza. Portanto, é fundamental a participação da população local na atividade turística. No caso de Silves, a pressão da comunidade levou à criação de uma Reserva de Proteção Ambiental municipal para controlar os lagos.

10 Apresentação I Descrição do Projeto: Se implantado corretamente, o ecoturismo pode contribuir para o manejo de áreas de relevância ambiental e, ao mesmo tempo, para a melhoria da qualidade de vida das populações amazônicas. O objetivo deste projeto é viabilizar o primeiro empreendimento comunitário de ecoturismo da Amazônia, com renda utilizada em benefício da conservação do sistema de lagos de pesca da região. Executante do Projeto: Associação de Silves pela Preservação Ambiental e Cultural (ASPAC)

11 Apresentação I Fontes de Recursos: Governo da Áustria (1ª fase), Governo da Suécia (2ª fase), WWF. Participação do WWF: Este projeto faz parte da estratégia do WWF para a conservação de áreas de várzea na Amazônia. Principais Resultados: O maior resultado do projeto até o momento foi a construção do hotel na Ilha de Silves. Os funcionários do hotel são selecionados entre os participantes.

12 Apresentação I A ASPAC criou a Canaçari Turismo, uma empresa operadora que ficará responsável pela organização dos roteiros e da administração do hotel. Segundo o estudo de viabilidade econômica, os públicos- alvo prioritários são os adeptos do "turismo de aventura", estudantes e pesquisadores do Brasil e do exterior. No componente de conservação, a ASPAC está trabalhando com voluntários de uma igreja local na fiscalização dos lagos de preservação que, pela primeira vez, contam com vigilância constante. A nova administração da Prefeitura Municipal de Silves fechou um acordo com a ASPAC para mútua atuação e investimento na fiscalização da Reserva. Dez membros da comunidade receberam treinamento do IBAMA para integrarem a estratégia de fiscalização contra pesca ilegal no município.

13 Apresentação I A ASPAC estabeleceu uma parceria com o projeto Manejo de Várzea em Santarém para a implantação de um sistema comunitário de monitoramento de pesca e manejo dos lagos. Atividades Previstas: O WWF vai continuar dando suporte à ASPAC na implementação das atividades de ecoturismo e conservação. As próximas ações estão voltadas para a consolidação do ecoturismo, o que inclui a implementação do plano de marketing, desenvolvimento de interpretação ambiental, material informativo para turistas e continuação do treinamento para capacitar a ASPAC para gerenciar o Hotel Aldeia dos Lagos. Será feito o monitoramento dos eventuais impactos ambientais e socioeconômicos decorrentes do turismo.

14 Apresentação I Descrição: Apoio ao projeto TAMAR do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) para desenvolvimento de atividades de ecoturismo e educação ambiental Duração: em andamento Localização: Arquipélago de Fernando de Noronha, Estado de Pernambuco.

15 Apresentação I Contexto: As tartarugas marinhas estão entre os animais mais antigos do planeta. Para proteger essas áreas iniciou- se, em 1980, o projeto TAMAR cujo enfoque principal é a conservação das espécies através da pesquisa científica, educação ambiental da comunidade e proteção das áreas de desova. Nos 17 anos de atividade, através do monitoramento das praias para proteção dos ovos, o TAMAR conseguiu reduzir drasticamente o consumo das tartarugas mães pelas comunidades costeiras, que foram integradas ao programa de proteção à espécie. Por um lado, desenvolve infra-estrutura e capacita pessoal no âmbito do ecoturismo, com ênfase para a visitação e interpretação do hábitat natural (utilização de recursos variados que permitam ao turista conhecer e compreender um ecossistema) das tartarugas marinhas. Por outro lado, desenvolve atividades de educação ambiental que envolva a comunidade local e os turistas, de

16 Apresentação I forma a gerar e aumentar a conscientização sobre a fragilidade e importância da conservação das espécies. Desde 1997 a meta do projeto é desenvolver um programa de formação de guias-mirins, freqüentadores da Escola do Arquipélago de Fernando de Noronha, para a condução de visitantes e interpretação ambiental da ecologia das tartarugas marinhas. Parceiro/Executante do Projeto: Fundação Pró-TAMAR, base de Fernando de Noronha. Principais Fontes de Recursos: Programa "Pennies for the Planet" da Earth Force, WWF e USAID (no programa de capacitação em ecoturismo de base comunitária).

17 Apresentação I Outros Parceiros: Escola do Arquipélago de Fernando de Noronha. Participação do WWF O projeto TAMAR é uma das mais antigas e consistentes parcerias do WWF no Brasil. Além de suporte financeiro e técnico a diversas atividades, colabora também na formação de técnicos envolvidos no trabalho, na elaboração de propostas e sua divulgação, assim como nas atividades de ecoturismo no âmbito da rede internacional do WWF. Principais Resultados: Os principais resultados das atividades em Fernando de Noronha foram a construção e instrumentalização do Centro de Visitantes e o Museu da Tartaruga Marinha.

18 Apresentação I A base de Fernando de Noronha do Projeto TAMAR, juntamente com a Escola Estadual do Arquipélago, concluíram a primeira fase do treinamento de guias mirins que passam a auxiliar o Projeto TAMAR em atividades de proteção e orientação de visitantes. Também estão sendo realizas atividades de educação ambiental na escola da comunidade local. Pelo trabalho desenvolvido com as tartarugas, os coordenadores nacionais do Projeto TAMAR, Guy e Neca Marcovaldi, receberam em 1997 o Prêmio Getty do WWF - considerado o Nobel de conservação ambiental. Haverá também continuidade do trabalho com os guias- mirins.

19 Apresentação I Acadêmicos: Aline Bieger Daniele Vieira Jocélia Müller Ponte Silvana Frederich da Costa Professora: Helenice R. Reis - 0(xx) 359 – 2688 ou


Carregar ppt "Apresentação I. Ecoturismo em Fernando de Noronha ------------------------------------------------------------------------Descrição: Desenvolvimento de."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google