A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

132º ENCOMEX ENCONTROS DE COMÉRCIO EXTERIOR Certificação de Unidades Armazenadoras Logística do Agronegócio MAIO/2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "132º ENCOMEX ENCONTROS DE COMÉRCIO EXTERIOR Certificação de Unidades Armazenadoras Logística do Agronegócio MAIO/2009."— Transcrição da apresentação:

1 132º ENCOMEX ENCONTROS DE COMÉRCIO EXTERIOR Certificação de Unidades Armazenadoras Logística do Agronegócio MAIO/2009

2 Principais Tendências da Produção

3 BRASIL Variação (%) EXPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO FLORESTAL Celulose e Papel (toneladas) ,26 EXPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO SUCRO-ALCOOLEIRO Açúcar (toneladas) ,66 Álcool (m³) ,80 EXPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO DE CARNE toneladas Bovinos ,45 Suínos Aves ,40 TOTAL ,86 EXPORTAÇÕES DO AGRONEGÓCIO SOJA toneladas Soja em Grãos ,61 Farelo ,,61 IMPORTAÇÃO DE FERTILIZANTES E MATÉRIAS PRIMAS ,85 Fonte: MDIC/SECEX

4 BRASIL - PARTICIPAÇÃO NO MERCADO INTERNACIONAL DE EXPORTAÇÕES TOTAL GERAL *1,5% AGRONEGÓCIO*6,0% Fonte: OMC – ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO COMÉRCIO * ÍNDICES REFERENCIAIS APROXIMADOS

5 16 Brasil – Ranking Mundial 2008

6 MT-MS-GO-DF-TO 2007/2008 – 52 milhões de toneladas 2008/2009 (março) – 49 milhões de toneladas Mato Grosso 2007/ milhões de toneladas BRASIL Produção de Grãos: 2007/2008 – 143,8 milhões tons 2018/2019 – 180 milhões tons PRODUÇÃO DE GRÃOS Safra 2018/19 – 180 milhões de toneladas (AGE/MAPA) Grãos: soja, milho, trigo,arroz, feijão, aveia, centeio, cevada, amendoim, girassol, mamona

7

8 Capacidade de Carga Custos do Transporte 12 4

9 Consumo de Combustível Transportar 1 tonelada por km

10 Emissão de Monóxido de Carbono (CO) Transportar 1 tonelada por km

11 Custos de Implantação Para 1 km de infraestrutura

12 Hidrovia Teles Pires Tapajós Hidrovia Tietê-Paraná Hidrovia Paraná-Paraguai Hidrovia Araguaia-Tocantins Eclusa de Tucuruí Terminal Hidroviário de Marabá HIDROVIAS

13 RODOVIAS E FERROVIAS BR 364 BR 242 BR 163 BR 158 Projeto Ferroviário Uruaçu-Vilhena FERRONORTE BR 070 FERROVIA NORTE SUL FERROESTE Santarém Itaqui Terminal da Vale em Pirapora TRANSNORDESTINA

14 Sistema Nacional de Certificação de Unidades Armazenadoras Certificação É o reconhecimento formal, concedido por organismo autorizado para certificar – OCP Organismo de Certificação de Produto – de que uma Unidade Armazenadora tem competência técnica para prestar serviços de armazenagem. Quem deve ser certificado Unidade armazenadora, PESSOA JURÍDICA, que presta serviço remunerado de armazenagem (grãos e fibras) a terceiros ou aquele que de forma voluntária solicitar a certificação.

15 Sistema Nacional de Certificação de Unidades Armazenadoras Legislação –Lei 9.973/2000 – dispõe sobre o sistema de armazenagem dos produtos agropecuários; –Decreto 3.855/2001 – estabeleceu como atividade de armazenagem o exercício da guarda e conservação de produtos agropecuários, seus derivados, subprodutos e resíduos de valor econômico, próprios ou de terceiros, por pessoa jurídica de direito público ou privado, em estruturas apropriadas para esse fim. –Instrução Normativa MAPA nº 33/2007 – aprovou os requisitos técnicos obrigatórios e recomendados e o regulamento de avaliação da conformidade, –Instrução Normativa MAPA n.º 52/2008 – Prorrogou o prazo de vigência do Sistema para ; –Portaria MAPA nº 173, de e – Constituiu a Comissão Técnico Consultiva –Portaria MAPA nº 04 e nº 21/2008 – designou os membros da Comissão Técnico Consultivo.

16 Sistema Nacional de Certificação de Unidades Armazenadoras Bases da Certificação Requisitos Técnicos Operacionais Registro das Operações Capacitação da mão-de-obra

17 Sistema Nacional de Certificação de Unidades Armazenadoras Objetivo – fortalecimento da relação do setor armazenador com o setor produtivo e a sociedade, aumentando o profissionalismo do setor e reduzindo as perdas que ocorrem durante o processo de armazenamento e aumento da credibilidade do setor frente aos mercados externos. VIGÊNCIA nãonão Unidades Armazenadoras não certificadas não poderão prestar serviços remunerados de armazenamento de produtos agropecuários.

18 Sistema Nacional de Certificação de Unidades Armazenadoras CDA Certificado de Depósito Agropecuário – título de crédito representativo de promessa de entrega de produtos agropecuários. WA Warrant Agropecuário – título de crédito representativo de promessa de pagamento em dinheiro que confere direito de penhor sobre o CDA correspondente, assim como o produto nele descrito. A partir de , somente poderão ser emitidos pelas unidades armazenadoras certificadas

19 Benefícios da Certificação –Redução das perdas; –Melhoria das relações comerciais; –Melhoria da imagem da empresa; –Maior facilidade de acesso ao mercado externo; –Diminuição dos controles e avaliações por parte dos seus clientes; –Redução dos custos operacionais; –Possibilidade de praticar o comércio de produtos similares aos recebidos em depósito; –Autorização para emissão dos títulos lastreados por produtos (CDA, WA, etc). Sistema Nacional de Certificação de Unidades Armazenadoras

20 Etapas do processo de Certificação Depositário –Adaptações da estrutura armazenadora – requisitos técnicos obrigatórios; –Formalização de pedido a um dos OCP Organismos de Certificação de Produto acreditado pelo INMETRO para a certificação, acompanhado dos seguintes documentos: declaração de atendimento aos requisitos; documento de constituição da empresa; regimento interno do armazém e termo de nomeação do fiel depositário. OCP Organismo de Certificação de Produto – analisa a documentação: –Não havendo conformidade: o OCP de comum acordo com o armazenador, realiza a auditoria inicial nos processos da unidade armazenadora; –Havendo conformidade: o OCP concede, após apreciação pela Comissão de Certificação, a licença para o uso da identificação da certificação. Sistema Nacional de Certificação de Unidades Armazenadoras

21

22

23 Biramar Nunes de Lima Diretor do DIEL/SDC/MAPA – Departamento de Infra-Estrutura e Logística Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Abastecimento


Carregar ppt "132º ENCOMEX ENCONTROS DE COMÉRCIO EXTERIOR Certificação de Unidades Armazenadoras Logística do Agronegócio MAIO/2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google