A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Infraestrutura e Logística do Agronegócio Andamento das principais obras Agosto/2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Infraestrutura e Logística do Agronegócio Andamento das principais obras Agosto/2009."— Transcrição da apresentação:

1 Infraestrutura e Logística do Agronegócio Andamento das principais obras Agosto/2009

2 Principais Tendências da Produção

3 RODOVIA – BR 163 Obras em andamento 1. Restauração de 266 km entre Lucas do Rio Verde e Santa Helena (MT): obra dividida em 4 lotes dos quais 146 km (lotes 1 e 2) com contrato assinado para início da execução imediata. Lotes 3 e 4 (120 km) em fase de contratação. 2. Guarantã (MT) – Divisa MT/PA = Trecho em obras de pavimentação de 53 km (12km = 23% concluídos). Dentro do cronograma. 3. Santarém a Rurópolis (PA) –– 121 km - concluída a pavimentação de 30 km (25%). 4. Prazo de conclusão da rodovia: 4º trimestre/2011

4 RODOVIAS BR 158 – Canarana (MT) – Divisa (PA) Canarana Marabá 1.Conclusão da pavimentação de 97 km entre Ribeirão Cascalheira e Alô Brasil (MT) prevista para dez/2009 – R$ 63 milhões. Obras em andamento. 2.Pavimentação de 213 km entre a divisa com o Pará e o Posto da Mata ordem de serviço para início da execução da obra emitida em – R$ 163 milhões. Previsão: dezembro/ Reserva indígena – projeto de desvio em fase de licitação (aumento de 40 km). 4.Prazo previsto para conclusão da rodovia no Mato Grosso = até o fim de 2011.

5 RODOVIAS BR 242 – MT Projeto inserido no PAC 585,7 km Em fase de elaboração do projeto de engenharia

6 Eclusa de Tucuruí Início dos testes previsto para o 2º semestre de Eclusa estará disponível para operação em julho de Hidrovia Araguaia-Tocantins RIO ARAGUAIA PROPOSTA 1º RIO PARQUE DO BRASIL

7 Hidrovia Araguaia Tocantins Eclusa de Lajeado – Em processo de retomada das obras. Os recursos já foram alocados. Eclusa de Estreito – Em fase de assistência preparatória, com desenvolvimento do projeto de engenharia. Assinado Convênio entre o Governo do Pará e a União para a construção de Terminal hidroviário em Marabá (PA), que permitirá o escoamento da produção da região Centro-Norte, via Porto de Vila do Conde, em Barcarena (PA). Em estudo no Ministério dos Transportes alternativa de transporte entre os dois rios, com transbordo rodoviário de cargas. Estreito

8 Hidrovia Tietê-Paraná Ampliação do trecho navegável dos atuais 800 km para km e da capacidade de transportar dos atuais 5 para 30 milhões de toneladas. Orçamento estimado: R$ 8 bilhões. Previsão de construção de 12 eclusas. Assinado projeto técnico para aumentar em 200 km o trecho navegável permitindo operacionalização em Salto – localizada a 90 km de São Paulo – e interligação ferroviária com o Porto de Santos. Também está prevista a construção de barragens com eclusas ao longo do trecho que passa a ter usos múltiplos: transporte de cargas, geração de energia, irrigação agrícola, abastecimento e turismo. Em fase de assistência preparatória o projeto de ampliação do complexo Paraná/Tietê, dividido em três segmentos (alto, médio e baixo Paraná), para navegação até Itaipu.

9 Hidrovia Teles Pires –Tapajós Aprovado o termo de referência para os estudos. Estudos de impacto ambiental e socioeconômico está sendo finalizado pela EPE. Iniciada a 2ª fase de estudo de viabilidade técnica e o projeto de engenharia em elaboração no DNIT. Construção de 5 eclusas ampliará a navegabilidade do rio Teles Pires dos atuais 300 km para km e transportará de 3 a 5 milhões de toneladas de carga.

10 Hidrovia do Rio Paraguai PAC = R$ 20 milhões Dragagem de manutenção no canal navegável, derrocamento, sinalização náutica, balizamento e recuperação de margens degradadas Conclusão prevista: junho 2010.

11 Ferrovia Norte-Sul Açailândia – Colinas do Tocantins Concluído – Em operação

12 Ferrovia Norte-Sul Guaraí Palmas Colinas do Tocantins a Guaraí (TO ) 116 km - 100% concluídos Tem 2 linhas ferroviárias e necessita de 6 linhas. A Vale vai operar através de terminal a partir de agosto. Também está inserindo 46 vagões da Bunge no sistema e colocará mais 153 que juntos somam 365 vagões. Isso significa aumentar a capacidade de transporte em 400 mil toneladas. A Vale transportou pela ferrovia 377 mil toneladas de soja em junho, chegando a mais de 1 milhão no ano. A demanda não pode ser aumentada por falta de porto.

13 Ferrovia Norte Sul Guaraí Guaraí a Palmas (TO) – 148 km – 35% concluídos – OBRA PARALISADA PELO TCU HÁ MAIS DE 1 MÊS. Uruaçu-Anápolis (GO) – 280 km – 35% concluídos. Palmas (TO) – Uruaçu (GO) – 575 km – 7% concluídos.

14 Conclusão prevista – Julho/2011 Ferrovia Integração Oeste Leste Caetité a Ilhéus (BA)

15 Terminal da Vale em Pirapora Noroeste de Minas Gerais Desenvolvimento de nova fronteira agrícola através de corredor logístico integrado de exportação Investimentos de R$ 300 milhões (FCA e parceiros) Trecho recuperado pela Vale = 150 km. De Pirapora a Vitória = km. O funcionamento desse trecho, que recolhe soja de Minas Gerais, Oeste da Bahia e Nordeste de Goiás, reduz o percurso da mercadoria em caminhões de 750 km para 250 km, ou seja esse investimento viabilizou 500 km de ferrovia.

16 Ferrovia da Integração Oeste Leste Uruaçu (GO) – Vilhena (RO) PAC – Concluídos os estudos de demanda.

17 Ferrovia Senador Vicente Vuolo FERRONORTE Cuiabá Alto Araguaia Rondonópolis 1.PAC – R$ 750 milhões do BNDES. Alto Araguaia –Rondonópolis (MT) – 260 km; 2.Projeto executivo da ALL América Latina Logística aprovado pela ANTT; 3.Licença de instalação do trecho Alto Araguaia a Rondonópolis (segmento 1) com 13 Km, entregue em permite a retomada imediata das obras. 4.Prazo concedido à ALL para conclusão do trecho: dezembro/ Trecho Rondonópolis a Cuiabá = 210 km: pendente da definição do traçado e dos estudos ambientais.

18 Capacidade de Carga Custos do Transporte 12 4

19 Consumo de Combustível Transportar 1 tonelada por km

20 Emissão de Monóxido de Carbono (CO) Transportar 1 tonelada por km

21 Custos de Implantação Para 1 km de infraestrutura

22 Cáceres 46 mil toneladas Itacoatiara mil toneladas Santarém 842 mil toneladas Itaqui 93 mil toneladas Ilhéus 52 mil toneladas Vitória mil toneladas Santos mil toneladas Paranaguá 548 mil toneladas São Francisco do Sul 561 mil toneladas EXPORTAÇÕES DE SOJA DO MATO GROSSO Por Porto - em 2008 Fonte: IMEA Volume total mil toneladas

23 Itacoatiara 427 mil toneladas Vitória 495 mil toneladas Santos mil toneladas Paranaguá 161 mil toneladas São Francisco do Sul 10 mil toneladas EXPORTAÇÕES DE MILHO DO MATO GROSSO Por Porto - em 2008 Fonte: IMEA Volume total mil toneladas

24 Biramar Nunes de Lima Diretor de Infraestrutura e Logística Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo


Carregar ppt "Infraestrutura e Logística do Agronegócio Andamento das principais obras Agosto/2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google