A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Filo Mollusca Classe Aplacophora Classe Monoplacophora Classe Polyplacophora Classe Scaphopoda.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Filo Mollusca Classe Aplacophora Classe Monoplacophora Classe Polyplacophora Classe Scaphopoda."— Transcrição da apresentação:

1 Filo Mollusca Classe Aplacophora Classe Monoplacophora Classe Polyplacophora Classe Scaphopoda

2 Classe Aplacophora Moluscos bizarros, pequenos, vermiformes e escavadores de profundezas marinhas. Os neomeniomorfos passam a vida inteira dentro dos cnidários dos quais se alimentam. Não tem pé bem desenvolvido nem concha sólida. Não tem cabeça distinta, olhos ou tentáculos. Muito primitivos evoluiram antes do surgimento da concha Classe Polyplacophora (quítons) Corpo oval e concha de 8 placas dorsais independentes e articuladas. Medem de 7mm a + 35cm. Marinhos habitantes de região entremarés

3 Classe Monoplacophora Concha peça única em forma de capuz, como uma lapa. Medem de mm a 4cm. Vivem profundidades grandes e moderadas. Arranjo repetidos de vários órgãos é característica mais notável. Classe Scaphopoda Conchas de dente-de- elefante. Vivem enterrados superficialmente sedimentos marinhos de várias profundidades. Concha formada por uma única peça tubular não enrolada aberta em ambas extremidades. Mede de 2 a 15cm

4 Concha Sem concha Classe Aplacophora Classe Polyplacophora(quítons) Concha com 8 valvas ou placas transversais circundadas por um manto espesso chamado cinturão nela embutido. Cinturão é espesso com espículas, espinhos ou escamas calcárias, ou cerdas. Concha do quiton

5 Classe Monoplacophora Concha formada por uma única peça grande, forma de lapa. Ápice situado na extremidade anterior. Manto é expandido formando um lobo que circunda todo o pé e o corpo, delimitando sulcos paliais laterais. Classe Scaphopoda Presas de elefante em miniaturas e ocas – o que justifica as denominações de vernáculasconchas presa-de- elefante e dentálio. Concha é aberta em ambas extremidades – abertura menor na extremidade posterior. Levemente curvadas – o lado côncavo sendo superfície dorsal. Abertura posterior funciona para entrada e saída da água.

6 Locomoção Classe Aplacophora Não possuem pé bem desenvolvido. Locomoção primeiramente por deslizamento ciliar lento sobre o solo. Alguns escavadores e outros simbiontes sobre cnidários. Classe Polyplacophora Possuem pé muito amplo, capaz de aderir firmemente a substratos duros. Usam cinturão também para se aderir.

7 Classe Monoplacophora Pé distinto e evidente. Pé forma uma sola rastejadora achatada e ventral. Sola ciliada e com células glandulares que produzem uma trilha pelo qual animal desliza. Classe Scaphopoda Adaptados ao hábito infaunal, enterrando-se verticalmente semelhante aos bivalves. Pé alongado é projetado para interior substratos e sua extremidade é expandida, servindo de mecanismo de ancoragem.

8 Alimentação Classe Aplacophora Os dentes quando presentes estão inseridos numa esteira do epitélio bucal. Dentes são em forma de placas simples, embutidas em ambos os lados da parede do tubo digestivo. Classe Polyplacophora Dentes da rádula organizados em numerosas fileiras transversais, 17 dentes por fileira (1 dente central flanqueado por 8 dentes de cada lado). Maioria pastadoras (herbívoras) e outros comem algas e pequenos invertebrados. Rádula

9 Classe Monoplacophora Rádula consiste esteira membranosa com fileiras com 11 dentes (1 dente mediano delgado, flanqueado de cada lado com 5 dentes laterais mais largos) São pastadores generalistas que se alimentam de diminutos organismos. Classe Scaphopoda Comedores seletivos de depósitos alimentando-se de partículas orgânicas minúsculas. 2 lobos flanqueiam a cabeça dotados de muitos tentáculos longos denominados captáculos com bulbos terminais ciliados. Partículas aderidas nos cílios são transferidas para a boca. Rádula bem desenvolvida puxa alimento para dentro boca.

10 Troca Gasosa Classe Aplacophora Geralmente brânquias ausentes ou quando presentes em forma de bolsa lamelar ciliada. Localizadas atrás da região da cavidade pericárdica. Caudofoveata possui brânquia situada na região posterior. Classe Polyplacophora Cavidade do manto forma sulco palial ao longo da margem do corpo. Várias brânquias simples se localizam no interior do sulco. Margem manto firmemente aderida no substrato somente 2 regiões se mantém elevada a anterior para entrada da água e posterior para saída da água. Sifão inalante e exalante.

11 Classe Aplacophora Classe Polyplacophora

12 Classe Monoplacophora Brânquias semelhantes gastropoda. Ocorrem em 3 a 6 pares distribuídos linearmente no interior do sulco palial lateral semelhante dos quítons. Lamelas bem desenvolvidas de um dos lados do eixo das brânquias. Classe Scaphopoda Perderam as brânquias, o coração e quase todos os vasos sanguíneos. Sistema circulatório é reduzido a seios simples contendo hemolinfa. Trocas gasosas através da superfície do manto e do corpo.

13 Classe MonoplacophoraClasse Scaphopoda

14 Excreção e Osmorregulação Classe Aplacophora Nefrídios ausentes Classe Polyplacophora Um único par de nefrídios. Nefrídios abrem-se na região exalante do sulco palial. Classe MonoplacophoraClasse Scaphopoda 3, 6 ou 7 pares de metanefrídios. Arranjo dos nefróstomas não é bem conhecido. Nefrídios abrem-se na região exalante do sulco palial. Um único par de nefrídios. Nefrídios abrem-se próximo ao ânus.

15 Sistema Nervoso Classe Aplacophora, Polyplacophora e Monoplacophora Gânglios são pouco desenvolvidos. Um anel nervoso simples circunda o esôfago, com pequenos gânglios cerebrais em ambos os lados. Cada gânglio cerebral ou anel nervoso emite pequenos nervos para região bucal e cordões nervosos pediosos e vicerais. Classe Scaphopoda Gânglios bem mais definidos. 3 pares de gânglios grandes se interconectam para formar uma anel nervoso parcial ou completo ao redor do esôfago. Gânglios cerebrais, pleurais e pediosos.

16 Órgãos Sensoriais Classe Aplacophora Não possuem órgãos sensoriais: tentáculos, estatocistos, fotorreceptores e osfrádios. Classe Polyplacophora Desprovidos de estatocistos, olhos cefálicos e tentáculos. Depende de 2 estruturas sensoriais: – Órgão sub-radular: região modificada para quimiorrecepção situada região anterior tubo digestivo. – Estetos: um sistema especializado de fotorreceptores localizado na superfície dorsal das placas da concha.

17 Classe Monoplacophora Sem olhos, tentáculos presentes somente ao redor da boca. Classe Scaphopoda Perderam os olhos, tentáculos e osfrádios típicos de moluscos epibentônicos. Captáculos podem funcionar como estruturas táteis. Pode se sabe sobre órgãos sensoriais.

18 Reprodução Classe Aplacophora Dióicos - gônodas impar ou pareadas. Hermafroditas - um par gônodas (testículo e ovário). Fecundação externa Classe Polyplacophora Dióica poucas espécies hermafroditas. 2 gônodas fundidas situadas na linha mediana do corpo e anterior a cavidade pericárdia. Fecundação externa, mas frequentemente ocorre no interior cavidade do manto.

19 Classe Monoplacophora 2 pares de gônodas cada uma com um gonoduto conectado a um dos metanefrídios pares. Fecundação externa. Classe Scaphopoda Gonocóricos (macho e fêmea) Gônoda impar na região posterior corpo. Gametas eliminados para dentro rim direito e atingem a cavidade do manto.


Carregar ppt "Filo Mollusca Classe Aplacophora Classe Monoplacophora Classe Polyplacophora Classe Scaphopoda."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google