A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EXPOSIÇÃO FEITA NO 4° ENCONTRO DIOCESANO DE COMUNIDADES DA DIOCESE DE LIMEIRA Realizado na Igreja Nossa Senhora Aparecida de Araras - SP 23 de novembro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EXPOSIÇÃO FEITA NO 4° ENCONTRO DIOCESANO DE COMUNIDADES DA DIOCESE DE LIMEIRA Realizado na Igreja Nossa Senhora Aparecida de Araras - SP 23 de novembro."— Transcrição da apresentação:

1 EXPOSIÇÃO FEITA NO 4° ENCONTRO DIOCESANO DE COMUNIDADES DA DIOCESE DE LIMEIRA Realizado na Igreja Nossa Senhora Aparecida de Araras - SP 23 de novembro de 2013

2

3

4

5

6

7

8

9

10 4° ENCONTRO DIOCESANO DECOMUNIDADES NOVA PARÓQUIA Fonte de Água Viva

11

12

13

14 CONTEXTO DO CONCÍLIO VATICANO II Dimensão histórica: Ele encerrou o Vaticano I que havia começado em 1869, não podendo ser concluído por causa da guerra franco-prussiana. A Igreja pós-Vaticano I preocupou-se em combater a modernidade: secularismo secularismolaicismoliberalismorelativismosubjetivismocientificismo

15 DESENVOLVIMENTO TEOLÓGICO Teologia da História História: « lugar onde Deus se revela » Por ser ciência da fé ela tem uma dimensão praxiológica (teoria e prática) Teologia do trabalho (Chenu) Teologia da experiência (Schillebeckx) Teologia política (Metz) Teologia da Esperança (Moltmann) Teologias protestantes: Kerigmática (Bultmann) e da Palavra (Barth) Movimento ecumênico O Concílio foi ecumênico

16 DESENVOLVIMENTO PASTORAL E LITÚRGICO Movimento laico Ação Católica: engajamento social dos cristãos Movimento litúrgico Deus é um mistério que se revela Movimento eucarístico Relação da eucaristia com a história Movimento bíblico

17

18

19

20 PASTORAL

21

22

23 Constituição Dogmática «LUMEN GENTIUM» Constituição Pastoral «GAUDIUM ET SPES»

24

25

26

27 POVO DE DEUS

28 SACRAMENTO DE SALVAÇÃO

29

30

31 Grego: ekklesía (Igreja), genesis (origem"). Termo da teologia que se refere à origem da Igreja. Empregado no sentido de reinvenção da Igreja segundo seus fundamentos originais.

32 Esforço de repensar as origens da Igreja, buscando reinventá-la, de modo a corresponder mais autenticamente ao projeto de Jesus Cristo, particularmente ao seu projeto evangelizador

33 "Evangelizar constitui, de fato, a graça e a vocação própria da Igreja, sua mais profunda identidade. Paulo VI, Exortação Apostólica Evangelii Nuntiandi (1975)

34 A praxis libertadora e humanizadora é intrínseca à evangelização. Paul VI, Evangelii Nuntiandi

35

36

37

38

39

40 Um homem da pobreza, um homem da paz, um homem que amava e protegia a criação.

41

42

43

44

45

46 Esta encíclica dá sequência às encíclicas do Papa Bento XVI sobre a caridade e a esperança.

47

48

49 A primeira redação da Lumen Fidei foi feita pelo Papa Bento XVI, sendo completada e subscrita pelo Papa Francisco. É a primera encíclica escrita por dois papas.

50 Introdução Quatro capítulos Conclusão

51 Objetivo da Encíclica: Recuperar o carácter de luz que é próprio da fé

52

53 A coincidência do início do Ano da Fé com a abertura do Vaticano II permite-nos ver que o mesmo foi um Concílio sobre a fé, por nos ter convidado a repor, no centro da nossa vida eclesial e pessoal, o primado de Deus em Cristo (n° 6).

54

55 13ª Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos Vaticano 7 a 28 de outubro de 2012

56 Resumo das intervenções e propostas que deverão ser contempladas na Exortação Apostólica Pós-Sinodal, que o Papa Francisco deverá publicar em breve

57 Como enfrentar a situação sempre mais preocupante da falha na transmissão da fé e também o abandono e a perda da fé cristã? A indiferença em relação à fé, e até mesmo a perda da fé, da parte de muitos batizados, são fenômenos atuais altamente preocupantes.

58 IGREJA TRÍPLICE MUNUS (MISSÃO) DE CRISTO

59 As alegrias e as esperanças,As alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos homens de hoje, sobretudo dos pobres e de todos aqueles que sofrem, são também as alegrias e as esperanças, são também as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos discípulos de Cristo; e não há realidade alguma verdadeiramente humana que não encontre eco no seu coração. (Gaudium et Spes)

60 Ação conjunta de toda a Igreja frente à globalidade da realidade, particularmente as situações que geram sofrimentos humanos.

61

62

63 VERJULGARAGIR Mediaçãosócio-analíticaMediaçãohermenêuticaMediaçãoprática

64 A ação pastoral se articula, enquanto resposta a perguntas postas pela realidade, a partir das necessidades de evangelização. Tais respostas, de acordo com as diferentes épocas e contextos, conformam modelos de ação que, por sua vez, dão origem a modelos eclesiais distintos.

65 Eclesiologia reinocêntrica, recuperada da Igreja primitiva pelo Concílio Vaticano II, que descentra a Igreja de si mesma e lança-a numa atitude de diálogo e colaboração com todas as pessoas de boa vontade.

66

67

68

69

70 A Conferência de Aparecida nos convidou a passarmos de uma pastoral de mera conservação para uma pastoral decididamente missionária CONVERSÃO PASTORAL

71 A conversão pastoral de nossas comunidades exige que se vá além de uma pastoral de mera conservação para uma pastoral decididamente missionária. Assim, será possível que o único programa do Evangelho siga introduzindo-se na história de cada comunidade eclesial com novo ardor missionário, fazendo com que a Igreja se manifeste como uma mãe que nos sai ao encontro, uma casa acolhedora, uma escola permanente de comunhão missionária (DA 370).

72

73 EVANGELIZAR a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária e profética, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida (cf. Jo 10,10), rumo ao Reino definitivo.

74 PERSPECTIVAS DE AÇÃO

75 Estas Diretrizes apontam para o compromisso evangelizador da Igreja no Brasil no início da segunda década do século XXI. Elas manifestam, através de cinco urgências, uma resposta a este tempo de profundas transformações. COMPROMISSO DE UNIDADE NA MISSÃO

76 Elas assumem o mais profundo espírito do Concílio Vaticano II e da Conferência de Aparecida. Elas representam um forte apelo à efetiva unidade na diversidade que, ao realizá-la, a Igreja no Brasil tornar-se-á imagem do Deus-Trindade, quando, segundo Paulo: Cristo será tudo em todos no amor (1 Cor 15,28).

77

78

79

80

81 A renovação das paróquias exige reformular suas estruturas, para que sejam redes de comunidades e grupos (cf. DA 173)

82 AÇÃO COMUM

83 A partir das pequenas comunidades, passando pelas paróquias e desembocando em uma pastoral de conjunto diocesana.

84 O plano pastoral diocesano deve ser uma resposta consciente e eficaz, para às exigências do mundo de hoje. Os leigos precisam participar do discernimento, da tomada de decisões, do planejamento e da execução (cf. DA 371).

85

86 RESSUSCITADO

87 Imagem da Trindade

88

89

90

91

92 13º INTERECLESIAL DAS CEBs Tema: "Justiça e Profecia a Serviço da Vida Lema: "CEBs Romeiras do Reino no Campo e na Cidade 07 a 11 de janeiro de a 11 de janeiro de 2014 Juazeiro do Norte - Diocese de Crato (CE)

93

94

95

96


Carregar ppt "EXPOSIÇÃO FEITA NO 4° ENCONTRO DIOCESANO DE COMUNIDADES DA DIOCESE DE LIMEIRA Realizado na Igreja Nossa Senhora Aparecida de Araras - SP 23 de novembro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google