A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Temas tratados: Antropologia da Vocação Opções Vocacionais Teologia da Vocação Metodologia e Planejamento da Pastoral Vocacional Itinerário das Vocações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Temas tratados: Antropologia da Vocação Opções Vocacionais Teologia da Vocação Metodologia e Planejamento da Pastoral Vocacional Itinerário das Vocações."— Transcrição da apresentação:

1

2 Temas tratados: Antropologia da Vocação Opções Vocacionais Teologia da Vocação Metodologia e Planejamento da Pastoral Vocacional Itinerário das Vocações

3 Saiu de novo, viu outros que estavam na praça, desocupados... (Mt 20, 3) Atenção à pessoa humana, chamada a desenvolver relações constitutivas: consigo mesma, com Deus, com o mundo, com o mundo e com os outros. SAV é convidado a cultivar uma visão integral, integradora e unitária da pessoa humana. Dois fenômenos merecem atenção: Pós-modernidade e retorno ao sagrado. O SAV é chamado a ajudar os vocacionados a tomarem consciência de suas reais motivações vocacionais.

4 Educacional (escolas e universidades). Eclesial. Comunicação (internet, comunidades em rede, televisão, imprensa...) Cultural (música, esporte, lazer, eco-turismo, vídeos, cinemas,,,) Política (partidos políticos, ONGs, movimentos sociais) Mundo do trabalho (realidade urbana e rural). Cárceres (população formada por jovens negros e pobres).

5 Mais consciência da importância da dimensão vocacional na evangelização. Consciência missionária dos animadores. Resgate do valor da pessoa. Consciência de ser Igreja chamada a chamar. Novas iniciativas, metodologias... Experiência da Intercongregacionalidade. Maior consciência da importância do itinerário vocacional. Equipes vocacionais com visão mais eclesial.

6 Cultura do imediato. Falta de pastoral orgânica e isolamento. Fragilidade da consciência vocacional, missionária e ministerial. Cultura do descartável, do provisório... Contratestemunho.... Sobrecarga de trabalho dos animadores vocacionais. Investimento insuficiente na formação dos animadores. Pouco apoio dos Padres e Bispos.

7 Encontrar uma pedagogia adequada para apresentar a pessoa de Jesus Cristo, como modelo e fundamento da vocação. Assumir um processo de reflexão em todas as instâncias eclesiais. Preparar pessoas em nível suficiente, para a animação vocacional. Promover formação integral e permanente, Ajudar a compreender a realização vocacional como alegria, testemunho e doação. Dar mais atenção ao mundo juvenil a partir da escuta, da formação e do acompanhamento. Desenvolver uma prática e uma cultura do acolhimento.

8 Ide também vós para a minha vinha (Mt 20, 4) Tomar consciência da eleição divina para compreender a dinâmica vocacional. A experiência de sermos pessoas amadas, antes mesmo de amarmos, gera em nós um impulso missionário extraordinário. O apelo de Deus que chama chega até nós através dos clamores que nos vem da humanidade. O SAV precisa ter a audácia e a coragem de explicitar o chamado divino. Muitas vezes é no caos que se revela a beleza da generosidade. Falta apenas quem possa chamar. A Animação Vocacional está a serviço da vida, uma vez que esta é a primeira vocação do ser humano. A espiritualidade ocupa um lugar de primazia dentro da animação Vocacional. Ela é a seiva que alimenta e vitaliza as atividades do SAV.

9 A espiritualidade do seguimento de Jesus é uma espiritualidade da eleição, através da qual a pessoa sente-se amada e querida pela Santíssima Trindade, nascendo dessa experiência uma paixão por Deus e pela humanidade. Do encantamento brota o amor, o testemunho fascinante, a felicidade e a fidelidade pela opção feita e, consequentemente, a capacidade de partilhar gratuitamente os dons recebidos pessoalmente e na comunidade.

10 Práticas significativas na Animação Vocacional, a partir da experiência com a TRINDADE: - Incentivo à oração pelas vocações; - Eclesiologia de comunhão; - Clareza acerca do lugar e da missão das diversas vocações; - Compromisso com uma Igreja Ministerial; - Animação Vocacional contínua e permanente; - Respeito pelo itinerário dos vocacionados (as);

11 Atitudes não condizentes com a nova fisionomia da Animação Vocacional que serão rompidos com uma espiritualidade de comunhão: Isolamento entre os diversos sujeitos da evangelização; Queima de etapas no acompanhamento vocacional; Falta de convicção e entusiasmo de animadores e animadoras vocacionais; Falta de liberação de pessoas para o SAV; Invidualismo que geram disputa e fragilizam a animação vocacional; Compreensão de Animação Vocacional como recrutamento de candidatos (as);

12 Chama os trabalhadores e faze o pagamento, começando pelos últimos até os primeiros! (Mt 20, 8) A grande fragilidade da Animação Vocacional é improvisação, portanto é indispensável definir um método pedagógico, planejar e organizar as ações. Etapas do Método Pedagógico da Animação Vocacional: Aproximação da realidade dos vocacionados e vocacionadas; Catequese – anúncio. Nesta etapa os vocacionados são colocados em contato com a Palavra de Deus.

13 Cultivo – Educação da fé. Partilha ou acompanhamento. O animador (a) vocacional precisa ser companheiro (a) do vocacionado (a), Etapa missionária. Um animador que se preze deve promover vocações responsáveis, maduras e livres.

14 É muito difícil fazer animação vocacional sem um prévio planejamento bem pensado, estruturado e discernido. Com o planejamento consegue-se superar o amadorismo e a improvisação, tendo objetivos e metas bem definidas, tornado-se verdadeiramente um processo de decisão e de construção eclesial e vocacional.

15 Eu quero dar a este último o mesmo que dei a ti (Mt 20, 4) O chamado de Deus chega até as pessoas através das mediações humanas. A comunidade cristã é chamada a chamar. 1- Quanto a Método Pedagógico 2- Quanto ao planejamento 3- Quanto à organização 4- Quanto a lugar do SAV 5- Quanto à missão do SAV 6- Quanto ao lugar da espiritualidade no SAV 7- Quanto ao itinerário dos vocacionados e vocacionadas

16 REFERÊNCIA Documento Final do II Congresso Vocacional do Brasil – Estudos da CNBB Nº 90 – Ide também vós para minha vinha! Obs.: O documento pode ser encontrado em Livrarias Católicas ou nos Centros Diocesanos de Pastoral. Diagramação- Ir. Neriuza Franco

17 Quanto ao Itinerário para a Vida Consagrada: Valorizar o acompanhar os jovens e suas famílias para ajudá-los no discernimento; Deixar bem claro para os jovens o itinerário a ser percorrido no processo formativo;

18 Toma o que é teu e vai! (Mt 20, 14) TRÊS DIREÇÕES CONVERGENTES E COMPLEMENTARES: Necessidade de continuarmos fazendo animação vocacional histórica. A história da humanidade, e mais concretamente a história dos vocacionados, é lugar normal e comum da manifestação divina. Para essa história Deus nos chama e envia. Termos indicações metodológicas e pedagógicas concretas. Planejamento e organização.


Carregar ppt "Temas tratados: Antropologia da Vocação Opções Vocacionais Teologia da Vocação Metodologia e Planejamento da Pastoral Vocacional Itinerário das Vocações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google