A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Noções de Primeiros Socorros Gardênia Luiza Messias Almeida.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Noções de Primeiros Socorros Gardênia Luiza Messias Almeida."— Transcrição da apresentação:

1

2 Noções de Primeiros Socorros Gardênia Luiza Messias Almeida

3 Conceito É atenção imediata dada a uma pessoa, cujo estado físico coloca em perigo sua vida. Tem por objetivo manter as funções vitais e evitar o agravamento de suas condições, até que a vítima receba assistência qualificada. A prestação de socorro deve ser dada sempre que a vítima não esteja em condições de cuidar de si própria.

4 Regras Básicas Socorrista sempre inicia sua ação executando a avaliação primária da vítima; A vítima não deve ser movimentada desnecessariamente, e não deve ser permitido a ela que se movimente bruscamente; Suas roupas e sapatos devem ser afrouxados; Deve ser impedida a aglomeração em torno do local do atendimento;

5 Regras Básicas Não se deve oferecer líquidos, alimentos ou medicamentos, sem indicação médica; Conforto da vítima deve ser priorizado, além do apoio emocional.

6 Qualidades de um Socorrista Ter treinamento adequado; Organizar o pensamento; Ter autocontrole; Agir com calma e confiança; Usar o bom senso, sabendo reconhecer as suas limitações como leigo; Usar a criatividade para improvisar, além de demonstrar tranqüilidade dando ao acidentado a segurança de que tanto necessita.

7 Avaliação Inicial O local esta seguro? Será necessário movimentar a vítima? Quantidade de pessoas feridas? Ela está queimada? Há sinais de esmagamento de algum membro ou parte do corpo?

8 PROCEDIMENTOS: NOÇÕES DE PRIMEIROS SOCORROS

9 Hemorragias e Ferimentos A maioria das hemorragias envolvem mais do que um tipo de vaso sanguíneo. O sangue que sai das artérias é vermelho vivo e esguicha, por isso as hemorragias arteriais são as mais perigosas e difíceis de controlar. O sangue que sai das veias flui uniformemente possui coloração escura. Quando sai dos capilares o sangue flui bem devagar. Dessa forma, cada tipo de vaso sanguíneo contém sangue com diferentes tonalidades de vermelho. As hemorragias estão basicamente divididas em internas e externas.

10 Hemorragia Externa Comprimir o local usando um pano limpo; Manter a compressão até os cuidados definitivos; Se possível, elevar o membro que está sangrando; Não utilizar qualquer substância estranha para coibir o sangramento; Encaminhar para atendimento hospitalar.

11 Hemorragia Interna Manter a vítima aquecida e deitada, acompanhando os sinais vitais e atuando adequadamente nas intercorrências; Agilizar o encaminhamento para o atendimento hospitalar.

12 Choque Elétrico Não tocar na vitima sem antes desligar a corrente elétrica, se não for possível, garantir que os pés não estejam molhados, para então afastar a vitima do choque elétrico. Usar um material que não conduza corrente elétrica para afastar a vítima; Não aproximar enquanto a corrente elétrica do local não for desligada. Deitar a vitima e verificar se está respirando, observando se a língua está obstruindo a passagem de ar e chamar o serviço medico..

13 ChoquesChoques Muitos ferimentos envolvem algum grau de choque. O choque ocorre quando o sistema circulatório falha em mandar sangue para as diversas partes do corpo. Tipos de Choques: Hipovolêmico, cardiogênico, neurogênico, anafilático e séptico. Muitos ferimentos envolvem algum grau de choque. O choque ocorre quando o sistema circulatório falha em mandar sangue para as diversas partes do corpo. Tipos de Choques: Hipovolêmico, cardiogênico, neurogênico, anafilático e séptico.

14 HipovolêmicoHipovolêmico O choque hipovolêmico resulta da perda de líquidos e fluídos corporais, quando relacionado com perda de sangue, é conhecido como Choque Hemorrágico.

15 Sinais e Sintomas Respiração e pulso rápido; Palidez ou pele azulada; Lentidão no repreenchimento capilar; Pele úmida e fria; Transpiração forte; Pupilas dilatadas; Olhos escuros e fundos; Ânsia, vômito e náusea; Perda da consciência em choque profundo. Respiração e pulso rápido; Palidez ou pele azulada; Lentidão no repreenchimento capilar; Pele úmida e fria; Transpiração forte; Pupilas dilatadas; Olhos escuros e fundos; Ânsia, vômito e náusea; Perda da consciência em choque profundo.

16 Fratura - Interna Deve se imobilizar o local afetado com tala e acolchoá-las com pano macio; Deixar na posição normal se possível (não tente colocar o osso no lugar) e não amarrá-las no local da fratura. Procurar socorro médico.

17 Fratura - Exposta Deve-se proteger o ferimento com gaze ou pano limpo antes de imobilizar, Imobilizar (não tentar colocar o osso no lugar); Procurar socorro médico.

18 QueimadurasQueimaduras Queimadura é a lesão causada por ação de calor sobre o organismo. As queimaduras, além de provocarem intensa dor local, podem causar choque e levar a vítima à morte, dependendo do estado e da extensão da área atingida. Os seguintes agentes podem causar queimaduras: Líquidos ferventes, contato direto com chama, sólidos superaquecidos ou incandescentes, vapores quentes, substâncias químicas, radiações infravermelhas e ultravioletas naturais, emanações radiativas e eletricidade. Queimadura é a lesão causada por ação de calor sobre o organismo. As queimaduras, além de provocarem intensa dor local, podem causar choque e levar a vítima à morte, dependendo do estado e da extensão da área atingida. Os seguintes agentes podem causar queimaduras: Líquidos ferventes, contato direto com chama, sólidos superaquecidos ou incandescentes, vapores quentes, substâncias químicas, radiações infravermelhas e ultravioletas naturais, emanações radiativas e eletricidade.

19 Classificação:Classificação: As queimaduras externas podem ser superficiais, quando atingem apenas camadas da superfície da pele, ou profundas, quando há destruição da pele na área atingida. A classificação das queimaduras em graus é uma classificação prática, que indica apenas a profundidade da lesão. Queimaduras de todos os graus podem apresentar-se no mesmo paciente. As queimaduras externas podem ser superficiais, quando atingem apenas camadas da superfície da pele, ou profundas, quando há destruição da pele na área atingida. A classificação das queimaduras em graus é uma classificação prática, que indica apenas a profundidade da lesão. Queimaduras de todos os graus podem apresentar-se no mesmo paciente.

20 Classificação:Classificação: 1º GRAU: Caracteriza a lesão superficial da pele, sem formação de bolhas. Forma-se somente eritema, isto é, vermelhidão. A dor é suportável. E o caso das queimaduras causadas pelos raios solares e por radioatividade. 2º GRAU: Caracteriza a lesão das camadas mais profundas da pele, com formação de flictenas(bolhas). Por vezes extensas, por desprendimento das camadas superficiais. 3 º GRAU: Neste nível, as lesões atingem todas as camadas da pele, tecido celular subcutâneos, em certos casos, os músculos profundos, podendo chegar à carbonização da área atingida. 1º GRAU: Caracteriza a lesão superficial da pele, sem formação de bolhas. Forma-se somente eritema, isto é, vermelhidão. A dor é suportável. E o caso das queimaduras causadas pelos raios solares e por radioatividade. 2º GRAU: Caracteriza a lesão das camadas mais profundas da pele, com formação de flictenas(bolhas). Por vezes extensas, por desprendimento das camadas superficiais. 3 º GRAU: Neste nível, as lesões atingem todas as camadas da pele, tecido celular subcutâneos, em certos casos, os músculos profundos, podendo chegar à carbonização da área atingida.

21 Classificação:Classificação: 3 º GRAU: Neste nível, as lesões atingem todas as camadas da pele, tecido celular subcutâneos, em certos casos, os músculos profundos, podendo chegar à carbonização da área atingida. 3 º GRAU: Neste nível, as lesões atingem todas as camadas da pele, tecido celular subcutâneos, em certos casos, os músculos profundos, podendo chegar à carbonização da área atingida.

22 Avaliação Inicial da Vítima Está permeável ? Existem corpos estranhos ? Existe sangue, vómito, etc.? A B Está presente ? Está presente ? É adequada ? É adequada ? Expansão torácica? Expansão torácica? Existe pulso ? Existe pulso ? Existe saída de sangue? Existe saída de sangue? Existem sinais de CHOQUE? Existem sinais de CHOQUE? vias aéreas respiração circulação Procedimentos de Emergência C

23 1. Consciente? Estimule e fale em voz alta A= Vias aéreas abertas? Hiperextensão do pescoço, sem suspeita de trauma na coluna. 3. B= respiração? Ver, ouvir e sentir. 4. C= Circulação ? Procure por sinais de circulação. Avaliação Inicial da Vítima Procedimentos de Emergência


Carregar ppt "Noções de Primeiros Socorros Gardênia Luiza Messias Almeida."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google