A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Em jornada sinodal, Todos juntos, mão na mão, Numa igreja a renovar-se Em Comunhão para a Missão Em jornada sinodal, Todos juntos, mão na mão, Numa igreja.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Em jornada sinodal, Todos juntos, mão na mão, Numa igreja a renovar-se Em Comunhão para a Missão Em jornada sinodal, Todos juntos, mão na mão, Numa igreja."— Transcrição da apresentação:

1 Em jornada sinodal, Todos juntos, mão na mão, Numa igreja a renovar-se Em Comunhão para a Missão Em jornada sinodal, Todos juntos, mão na mão, Numa igreja a renovar-se Em Comunhão para a Missão Em Igreja, tu e eu abertos pra acolher Quem aceita o desafio de mudar para crescer. Cristo é nosso caminho que ao Pai nos conduz, Na alegria do Espírito, Fonte da Eterna Luz. HINO DO SÍNODO

2 Ó Trindade Santa, Pai, Filho e Espírito Santo, modelo perfeito de comunidade, fonte da verdadeira comunhão, iluminai o nosso Bispo, sacerdotes e diáconos, religiosos e leigos com o Dom da Vossa Sabedoria, para tornar a nossa igreja diocesana aberta e acolhedora, renovada e rejuvenescida à luz do Evangelho, e que ninguém se sinta estranho. Maria, Mãe da Igreja acolhe-nos nesta Missão, anima o nosso compromisso baptismal a fim de sermos capazes de viver, testemunhar e anunciar Jesus Cristo ao mundo de hoje. Ámen.

3 Oragos das Paróquias São Pedro, rogai por nós (Covelo de Paivô) São Facundo, rogai por nós (Covas do Rio) Nossa Senhora do Pranto, rogai por nós (Gafanhão) São Martinho, rogai por nós (São Martinho das Moitas) Santo Adrião, rogai por nós (Sul) Santíssimo Salvador, tende piedade de nós (Figueiredo de Alva) Nossa Senhora da Purificação, rogai por nós (Vila Maior) São João Batista, rogai por nós (Pinho) São Félix, rogai por nós (São Félix)

4 ASSEMBLEIA DE LEIGOS EM S. FÉLIX – Programa 20,00h Momento de recolhimento na Igreja 20,15h Acolhimento pelos Jovens Horizonte no salão 20,30h Hino e oração do Sínodo 20,40h –Oração comunitária e leitura da Palavra de Deus 20,45h -Proémio da Constituição Conciliar Gaudium et Spes 20,50h-Interdependência da pessoa humana e da sociedade humana (Gaudium et Spes) 21,10h –Tema de estudo: A alegria e esperança a iluminar o caminho Diálogo com os participantes 21,45h -Proposta do Tema para a próxima assembleia de Maio 21,50h-Resumo, oração e cântico final Chá rolante

5 Caríssimos, amemo-nos uns aos outros, pois o amor é de Deus e todo aquele que ama nasceu de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conheceu a Deus, porque Deus é Amor. Nisto se manifestou o amor de Deus por nós: Deus enviou o seu Filho único ao mundo para que vivamos por ele. Nisto consiste o amor: não fomos nós que amamos a Deus, mas foi ele quem nos amou e enviou-nos o seu Filho como vítima de expiação pelos nossos pecados. Caríssimos, se Deus assim nos amou, devemos, nós também, amar-nos uns aos outros. Ninguém jamais contemplou a Deus. Se nos amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós, e o seu Amor em nós é levado à perfeição. Nisto reconhecemos que permanecemos nele e ele em nós: ele nos deu o seu Espírito. Palavra do Senhor, R/ G. a Deus 1ª Carta de S. João 4,7-14

6 PROÉMIO DA CONSTITUIÇÃO CONCILIAR GAUDIUM ET SPES Íntima união da Igreja com toda a família humana As alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos homens de hoje, sobretudo dos pobres e de todos aqueles que sofrem, são também as alegrias e as esperanças, as tristezas e as angústias dos discípulos de Cristo; e não há realidade alguma verdadeiramente humana que não encontre eco no seu coração. Porque a sua comunidade é formada por homens, que, reunidos em Cristo, são guiados pelo Espírito Santo na sua peregrinação em demanda do reino do Pai, e receberam a mensagem da salvação para a comunicar a todos. Por este motivo, a Igreja sente-se real e intimamente ligada ao género humano e à sua história.

7 Interdependência da pessoa humana e da sociedade humana (Gaudium et Spes) 25. A natureza social do homem torna claro que o progresso da pessoa humana e o desenvolvimento da própria sociedade estão em mútua dependência. Com efeito, a pessoa humana, uma vez que, por sua natureza, necessita absolutamente da vida social (3), é e deve ser o princípio, o sujeito e o fim de todas as instituições sociais. Não sendo, portanto, a vida social algo de adventício ao homem, este cresce segundo todas as suas qualidades e torna-se capaz de responder à própria vocação, graças ao contacto com os demais, ao mútuo serviço e ao diálogo com seus irmãos.

8 Entre os laços sociais, necessários para o desenvolvimento do homem, alguns, como a família e a sociedade política, correspondem mais imediatamente à sua natureza íntima; outros são antes fruto da sua livre vontade. No nosso tempo, devido a várias causas, as relações e interdependências mútuas multiplicam-se cada vez mais; o que dá origem a diversas associações e instituições, quer públicas quer privadas. Este facto, denominado socialização, embora não esteja isento de perigos, traz, todavia, consigo muitas vantagens, em ordem a confirmar e desenvolver as qualidades da pessoa humana e a proteger os seus direitos (4).

9 GAUDIM ET SPES - A ALEGRIA E A ESPERANÇA a iluminar o Caminho… Aquele que diz: Eu sou o caminho diz também que é CAMINHO de VERDADE para a VIDA. Daí ser indispensável a alegria e a esperança para que esse Caminho se revele de Verdade para a Vida que se procura. Como não faltam caminhos de falsidade a desviar o Homem para os becos sem saída da angústia e desespero, mais indispensável se revela então esse CAMINHO em que a Igreja se propõe à Humanidade como esperança de um tempo novo. Revelará então a Igreja essa capacidade de promover a apresentação de tempos novos? - Poderá a Igreja apresentar-se como anunciadora de tempos novos enquanto se mantiver a repetir gestos velhos e sem sentido? – Eis o desafio posto à Igreja Conciliar em cada uma das suas Comunidades Locais em PERCURSO SINODAL.

10 QUE GESTOS É PRECISO ENTÃO MUDAR PARA SE TORNAR CREDÍVEL O ANUNCIO DA BOA NOVA EM TEMPO NOVO? Vede como eles se amam, era o sinal decisivo para se apresentar ao mundo uma Igreja que nascia do TESTAMENTO DE JESUS, SELADO COM O SEU PRÓPRIO SANGUE. Não era pois um testamento qualquer nem uma mera última vontade. Era a CONSUMAÇÃO DE TODA UMA VIDA oferecida ao Pai, por toda a Humanidade e para toda a Humanidade, no altar da Cruz. Alcançada aí a plenitude do Tempo tem que ser novo o tempo que começa, como tem de ser nova a maneira de agir, em cada PRIMEIRO DIA DA SEMANA em que esse Tempo Novo se celebra.

11 Essa NOVA MANEIRA não quer dizer perfeita em tudo e, assim, imutável, mas antes a aperfeiçoar-se em tudo, já que é essa a missão da Igreja Peregrina num mundo a caminho de Novo Céu e de Nova Terra. Daí que, quando os primeiros cristãos se ocupam apenas em distribuir o que há, como se outro tempo não houvesse que o último, e não dão verdadeira atenção ao Tempo Novo, que amanhece em adequada partilha, tenham gerado condições de diferendo e conflito que só a instituição diaconal haverá de resolver para que o MINISTÉRIO DA IGREJA se cumpra em plenitude. ( Act.6) A constituição conciliar GAUDIUM ET SPES é, assim e para a Igreja dos tempos de hoje, esse MANUAL PRÁTICO onde, estando aí referidos e explanados os problemas da humanidade, se sugerem os consequentes gestos que essa Igreja Conciliar e Sinodal tem de aprender e exercitar para se curarem tais feridas e se consolidar tal esperança. Saibamos então lê-la à luz deste tempo, sempre último e sempre novo. A Equipa da Pastoral Social do Arciprestado de São Pedro do Sul.

12 ESTE É O DIA QUE O SENHOR FEZ, NELE NOS ALEGREMOS E EXULTEMOS … BOAS FESTAS!…ALELUIA!...ALELUIA!... - Para que o Senhor edifique a Sua Casa… - Para que nessa Casa se reúnam todos os seus filhos… - Para que aí se ponha a mesa onde se sentam os pobres da Terra… EIS-ME AQUI, SENHOR, PARA FAZER A TUA VONTADE… - Na Casa que Deus ergue se põe a MESA DA ALEGRIA que convoca e reúne todos os Povos da Terra… Saudemos, então, a parte da nossa herança!... Mensagens Pascais


Carregar ppt "Em jornada sinodal, Todos juntos, mão na mão, Numa igreja a renovar-se Em Comunhão para a Missão Em jornada sinodal, Todos juntos, mão na mão, Numa igreja."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google