A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 OS CONCEITOS E ESFORÇOS DA BM&FBOVESPA PARA ESTIMULAR A LISTAGEM DE EMPRESAS DE MENOR PORTE José Antonio Gragnani 31/Mar/2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 OS CONCEITOS E ESFORÇOS DA BM&FBOVESPA PARA ESTIMULAR A LISTAGEM DE EMPRESAS DE MENOR PORTE José Antonio Gragnani 31/Mar/2011."— Transcrição da apresentação:

1 1 OS CONCEITOS E ESFORÇOS DA BM&FBOVESPA PARA ESTIMULAR A LISTAGEM DE EMPRESAS DE MENOR PORTE José Antonio Gragnani 31/Mar/2011

2 2 Histórico de volume captado no Brasil Volume captado em Ofertas Públicas de ações (em R$ bilhões) ofertas iniciais (IPOs) e ofertas subseqüentes ou seqüencias (follow-ons) Fonte: BM&FBOVESPA. * Volume de captação não considera as Captações Privadas *

3 3 2º Mercados Emergentes 3º Mercados Mundiais...coloca bolsa brasileira como importante mercado para captação FONTE: WFE (dez/10). USD * * * Volume de captação da WFE considera também as Captações Privadas.

4 4 Número de companhias listadas no mercado de bolsa: 467 (fev/11) Valor de Mercado das companhias listadas*: R$ 2,6 trilhões (2011) Distribuição das companhias listadas por receita líquida (2009): Representatividade da BM&FBOVESPA é importante para companhias listadas *Capitalização bursátil das empresas com ações negociadas

5 5 Índice de Telecomunicações - ITEL Índice de Energia Elétrica - IEE Índice do Setor Industrial - INDX Índice de Consumo - ICON Índice Imobiliário – IMOB Índice Financeiro - IFNC Diversidade de setores (dez/10) % da capitalização de mercado Setores novos (após 2004): aluguel de carros, tecnologia da informação, concessões rodovias, produtos de uso pessoal, agricultura, açúcar e álcool, frigoríficos, construção civil, administração imobiliária, intermediação imobiliária, vestuário, serviços educacionais, serviços médico- hospitalares, bolsa de valores. Índices Setoriais

6 6 Fontes: Ministério do Trabalho, IBGE, Valor 1000 e Research Grupo STRATUS 3 mil 15 mil Mais de 3 milhões Pequenas Médias Grandes 250–1.000 empregados Vendas R$ 100M-400M Até 250 empregados Vendas < R$ 100M Mais de empregados Vendas > R$ 400M Número de empresas por porte Das maiores empresas, com receita líquida total de R$ bilhões em 2008, 701 empresas não são listadas, representando uma receita líquida total de R$ 553 bi. Meta: 200 novas empresas listadas até final de 2014 Oportunidades no mercado brasileiro Grande de número de empresas / diferentes potenciais

7 7 Segmentos de Listagem

8 8 Segmentos de Governança Corporativa: Bolsa: Novo Mercado, Nível 2 e Nível 1 (2000) Balcão Organizado: Bovespa Mais (2005) Segmento BOVESPA: listagem de empresas Básico + requisitos de transparência + requisitos societários + ter somente ações ON regras adequadas para acesso gradual ao mercado atender à regulamentação

9 9 Consolidação dos segmentos de bolsa 172 cias *De 2004 a IPOs por Segmento* 35% do número de empresas 66% do valor de mercado 75% do volume negociado 35% do número de empresas 66% do valor de mercado 75% do volume negociado Participação dos segmentos especiais na Bolsa (2010) Fonte: BM&FBOVESPA.

10 10 Comparativo Índice de Governança Corporativa (IGC) com IBOVESPA (Base desde 25/06/2001) – fonte: BM&FBOVESPA Índices IGCIBOV Dez/2010 1,05%2,36% Em ,54%1,04% Desde ,90%377,30%

11 11 Foco no Bovespa Mais

12 12 Histórico de ofertas na BM&FBOVESPA O mercado brasileiro não financia PMEs Histórico de oferta pública inicial (IPO) (de 1995 a fev/2011) Fonte: BM&FBOVESPA. Média de ofertas muito alto, inviabilizando captações menores Acirramento pós- crise financeira internacional 2004: 641,0 2005: 605,2 2006: 591,2 2007*: 694,1 2008*: 261,0 2009*: 562,9 2010: 1.009,8 Fev/2011: 860,2 Para evitar distorções não foram consideradas as ofertas: – Bovespa Holding (R$ 6.6 bilhões) e BMF (R$ 5,9 bilhões) – OGX (R$ 6.7 bilhões), e – Visanet (R$ 8.3 bilhões) e Santander (R$ 13.1 bilhões) 2004: 641,0 2005: 605,2 2006: 591,2 2007*: 694,1 2008*: 261,0 2009*: 562,9 2010: 1.009,8 Fev/2011: 860,2 Para evitar distorções não foram consideradas as ofertas: – Bovespa Holding (R$ 6.6 bilhões) e BMF (R$ 5,9 bilhões) – OGX (R$ 6.7 bilhões), e – Visanet (R$ 8.3 bilhões) e Santander (R$ 13.1 bilhões) Volume médio captado (MM R$) Inclui oferta da Nutriplant de R$ 20,7 milhões Novo Mercado é lançado

13 13 Tamanho médio das ofertas mercados principais O ticket médio dos IPOs nos mercados mais maduros mostra uma tendência a ofertas de menor valor O ticket médio de IPOs em mercados emergentes também reduz quando aumenta a oferta de empresas Fonte: WFE – World Federation of Exchanges (até out/10) Volume de Recursos captados em IPOs (USD bilhões) Número empresas listadas por meio de IPO Ticket médio (USD MM) Hong Kong EX 949 Shenzhen SE 135 Shanghai SE London SE Group 207 NYSE Euronext (US) 177 Korea EX 114 Tokyo SE BME Spanish EX Australian SE 137 NASDAQ OMX 99 BM&FBOVESPA 700 National SE India 98 Warsaw SE 50 Bursa Malaysia 86 Indonesia SE 124

14 14 BM&FBOVESPA trabalha para tornar mercado de acesso brasileiro viável... Alternativa para um maior número de empresas, de todos os portes e com estratégia gradual de acesso ao mercado Governança em evolução Reduzido capital em circulação Distribuições concentradas Segmento de listagem com regras de governança diferenciadas

15 15 Captação de volumes menores Inferiores aos usualmente captados por empresas que estão no Novo Mercado Suficientes para financiar seus projetos de crescimento Distribuições mais concentradas Entre investidores com maior conhecimento dos setores de atuação das empresas e melhor entendimento sobre a fase em que elas se encontram Junto a poucos investidores (sem buscar colocação pulverizada) com perspectivas de médio e longo prazos Construção de histórico para criar valor Empresas que pretendem aumentar a sua exposição junto ao mercado, construindo um histórico de relacionamento Possibilidade de realizar oferta pública de ações em momento posterior à listagem (em até 7 anos) para adquirir confiança e despertar interesse dos investidores (impacto no processo de precificação)...para empresas de todos os portes

16 16 NOVO MERCADO X BOVESPA MAIS Algumas características societárias... SemelhançasDiferenças Caso existam ações preferenciais emitidas, essas não serão admitidas à negociação e deverão ser conversíveis em ordinárias Conselho de Administração de acordo com legislação, composto por, no mínimo, três membros Free float mínimo de 25%, até o 7º ano de listagem Dispensa de esforço de dispersão em caso de distribuição pública Emitir apenas ações ordinárias após o ingresso Tag along de 100% para as ações ordinárias Oferta pública, no mínimo, pelo valor econômico (deslistagem e fechamento de capital) Adoção de arbitragem para solução de conflitos Lock-up para acionistas controladores e administradores nos 6 meses iniciais

17 17 Exemplos Internacionais: Londres, Canadá, Espanha, Hong Kong e China Continental

18 18 Segmento de acesso É uma discussão internacional das bolsas Small Companies, big dreams O tema do boletim mensal da WFE este mês é justamente o mercado de IPOs para pequenas e médias empresas, destacando o sucesso da bolsa de Shenzhen que já realizou 261 IPOs (até outubro) que captaram um total de USD 36 bilhões (média de USD 138 milhões por oferta). Existem outros 400 IPOs aguardando a aprovação de seus prospectos. De acordo com o Ministério do Comércio da China: -Existem 10 milhões de PMEs registradas na China, das quais 99% são empresas privadas -Representam 60% do PIB e 70% das exportações

19 19 Mercado de Acesso: Exemplos internacionais AIM Market Criado em 1995 pela London Stock Exchange Número de empresas listadas (dez/10): Volume médio diário negociado (2010): £ milhões – USD 200,7 milhões Valor de Mercado (dez/10): £ 79,4 bilhões – USD 123,2 bilhões 57 empresas migraram do AIM para a London Stock Exchange (jan/2001 a dez/2010) Número de empresas listadas no mercado principal da LSE (dez/10): TSX Venture Criado em 2002 pela Toronto Stock Exchange Número de empresas listadas (dez/10): Volume médio diário negociado (2010): USD 137,52 milhões Valor de Mercado (dez/10): USD 72,22 bilhões 470 empresas migraram da TSX Venture para a Toronto Stock Exchange (jan/2001 a dez/2010) Número de empresas listadas no mercado principal da TSE (dez/10): 1.516

20 20 Mercado de Acesso: Exemplos internacionais GEM Criado em 1999 pela Hong Kong Stock Exchange Número de empresas listadas (dez/10): 169 Volume médio diário negociado (até dez/10): USD 64 milhões Valor de Mercado (dez/10): USD 17,326 bilhões 52 empresas migraram do GEM para a HKEx (jan/01 a dez/10) Número de empresas listadas no mercado principal da HKEx (dez/10): Criado em 2008 pela BME – Bolsas y Mercados Españoles Número de empresas listadas (dez/10): 12 Volume médio diário negociado (2010): 16,2 milhões - USD 21,66 milhões Valor de Mercado (dez/10): 295 milhões- USD 394,4 milhões MAB Empresas en Expansión

21 21 Mercado de Acesso: Exemplos internacionais Criado em outubro de 2009 pela Shenzhen SE Plataforma para financiamentos de empresas inovadoras e com alto potencial de crescimento, voltado para investidores institucionais Número de empresas listadas (dez/10): 153 Volume médio diário negociado (2010): USD 39 milhões Valor de Mercado (dez/10): USD 111,47 bilhões ChiNext Segmento de PMEs da Bolsa de Shenzhen Criado em agosto de 2004 pela Shenzhen SE Mesmas regras do mercado principal para empresas menores que ficam segmentadas Número de empresas listadas (dez/10): 531 Volume médio diário negociado (até dez/10): USD 226,5 milhões Valor de Mercado (dez/10): USD 535,26 bilhões Número de empresas listadas no mercado principal de Shenzhen (dez/10): 485

22 22 Existe demanda para o BOVESPA MAIS ?

23 23 Realidade atual Existe demanda para o Bovespa Mais? Recomendação dos bancos de investimento: Ofertas bem-sucedidas devem superar o patamar de R$ 500 milhões (na opinião de alguns, USD 500 milhões) Alocação ideal: 60% investidor institucional estrangeiro; 30% investidor institucional brasileiro e 10% pessoa física Custo da operação: é onerado pela necessidade de 1-2 semanas de viagem aos EUA, Europa e muitas vezes, Ásia e Oriente Médio Players estrangeiros: começam a visitar o Brasil com regularidade para oferecer soluções de captação em volumes menores, no NASDAQ, no AIM ou via emissão de dívida no exterior – viabilizam valores em torno de USD milhões Investidores domésticos: normalmente se ressentem de não participarem de maneira adequada nas alocações das ofertas

24 24 Potencial Existe demanda para o Bovespa Mais? Recomendação dos bancos de investimento: Viabilizar ofertas menores, em torno de R$ 100 – 150 milhões Alocação prioritária para investidores institucionais domésticos Fundos de Investimento dedicados ao segmento Bovespa Mais Participando dos IPOs Viabilizando a entrada de fundos de pensão e investidores estrangeiros Atuando como market maker Outros produtos No futuro, possibilidade de criação de índices do segmento e ETFs

25 25 Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPC) Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS) Assets Limite de exposição em ações pela Res. 3792: Novo Mercado – 70% Bovespa Mais – 50% ATIVOS (R$ bi) Exposição em Ações (%) Oportunidades Aperfeiçoamento da Regulação, que limita muito o investimento em renda variável Média mundial de exposição em ações: 40% Atuação junto a investidores institucionais visando ampliar sua participação nos mercados da BVMF e no uso dos produtos e serviços da empresa Investidores Institucionais

26 26 Expectativa para o BOVESPA MAIS... NOVO MERCADO Primeira adesão ocorreu apenas 2 anos após o lançamento Crescimento passou a se dar apenas em 2005, 5 anos depois BOVESPA MAIS Primeira adesão ocorreu apenas 3 anos após o lançamento Crise financeira mundial impediu crescimento mais acelerado em 2008 e 2009 Evolução do NOVO MERCADO Evolução do BOVESPA MAIS Fonte: BM&FBOVESPA.

27 27 Iniciativas da BM&FBOVESPA

28 28 Estágios de Maturidade de Empresas Gestão de Negócios, Governança Corporativa, Gestão Financeira e Sustentabilidade

29 29 Iniciativas BM&FBOVESPA para o segmento Fórum de Desenvolvimento Bovespa Mais – Realização de reuniões para apresentação de empresas com perfil de abertura de capital no Bovespa Mais para investidores Reuniões e Parcerias com Intermediários para promover o BOVESPA MAIS e estimular atuação no segmento – Convênio com Banco do Brasil Parceria com Entidades/Instituições diversas com o objetivo de levar conhecimento sobre o mercado de capital brasileiro e listagem em bolsa (Federação da Industria do Rio de Janeiro e do Paraná) Iniciativa com AMCHAM – com Ernst&Young, Souza Cescon, Goldman Sachs, TOTVS – pesquisa sobre o grau de preparação de companhias de 5 regiões: Recife, Goiânia, Porto Alegre, Curitiba, Campinas e realização de seminário sobre abertura de capital nas 5 cidades Elaboração de Convênio com entidades de fomento para promoção e desenvolvimento do Bovespa Mais e Novo Mercado – Parceria FINEP e BNDES Parceria com ABVCAP e realização do 1º Workshop com Gestores de PE/VC Reuniões com consultorias, gestores e outros interessados no segmento Criação da Câmara Consultiva de Listagem Capacitação de executivos e funcionários de empresas fechadas: Escola de Negócios do Instituto Educacional BM&FBOVESPA Visita à empresas não listadas em bolsa

30 30 Encontro BOVESPA Mais Aproximação de empresas com intermediários Quem participou? III Entretenimento (RJ) T.I. (SP)Varejo (BA) Eletrônicos (RS)Dermocosméticos (SP)T.I. (SP) II I T.I. (SP)Data center (RJ)Biodiesel (RS)

31 31 Fórum de Desenvolvimento BOVESPA MAIS

32 32 Em 2011, relacionamento ativo com 141 companhias com potencial de abertura de capital. Iniciativas da BM&FBOVESPA Quantidade de Empresas alocadas por setor Foram desconsiderados 2 empresas: Arezzo (IPO em fev/2011 e Alog (vendida em fev/2011 para a americana Equinix

33 33 Instituto Educacional – Escola de Empresas e Empreendedores

34 34 Instituto Educacional BM&FBOVESPA Escola dos Mercados Financeiro, de Capitais e de Derivativos Segmentos de atuação Escola do Investidor Escola de Empresas e Empreendedores Escola de Empresas e Empreendedores Capacitação, formação e especialização para profissionais de mercado, provenientes de corretoras, bancos, fundos de investimento e empresas. Também compreende treinamentos específicos para operar os sistemas administrados pela Bolsa. Dedicada à formação de investidores conscientes, capacitando-os para a negociação dos produtos disponíveis no mercado de renda variável. Criada para fomentar a cultura empreendedora e apoiar o crescimento sustentável de empresas de todos os portes e em todos os níveis de maturidade, que tenham a inovação como um diferencial competitivo. Criada para fomentar a cultura empreendedora e apoiar o crescimento sustentável de empresas de todos os portes e em todos os níveis de maturidade, que tenham a inovação como um diferencial competitivo.

35 35 Instituto Educacional BM&FBOVESPA Escola de Empresas e Empreendedores Escola de Empresas e Empreendedores Atuação complementar no sistema de educação empresarial, alavancando a base competitiva e o crescimento da economia Formação nas áreas de gestão financeira, gestão de negócios, governança corporativa e sustentabilidade Fomento a aproximação dos diversos atores do ambiente de inovação com os agentes de fomento do mercado financeiro Formação nas áreas de gestão financeira, gestão de negócios, governança corporativa e sustentabilidade Fomento a aproximação dos diversos atores do ambiente de inovação com os agentes de fomento do mercado financeiro

36 36 Instituto Educacional Escola de Empresas e Empreendedores Projeto ou idéia Start-ups Empresas Iniciantes Empresas Emergentes Empresas em Expansão Empresas Maduras Fundadores Familiares Amigos Angel Investors Seed capital Venture Capital Private EquityIPO Parceiros Parceiros

37 37 06 de Junho Legislação Aplicável ao Mercado de Capitais 06 de Junho Legislação Aplicável ao Mercado de Capitais Calendário Escola de Empresas e Empreendedores 1º Semestre 2011 MARÇO 1º de Março A Bolsa e o Mercado de Capitais sob a Perspectiva do Empresário 1º de Março A Bolsa e o Mercado de Capitais sob a Perspectiva do Empresário ABRIL MAIO JUNHO 15 de Março Transição de Sócios em Empresas Familiares 15 de Março Transição de Sócios em Empresas Familiares 18 de Março Aperfeiçoamento em Governança Corporativa 18 de Março Aperfeiçoamento em Governança Corporativa 23 de Março a 29 de Abril Gestão e Crescimento Empresarial de Alto Impacto 23 de Março a 29 de Abril Gestão e Crescimento Empresarial de Alto Impacto 16 e 17 de Maio Formação em R.I 16 e 17 de Maio Formação em R.I 11, 18 e 25 de Maio Capital para crescer 11, 18 e 25 de Maio Capital para crescer 23 e 24 de Maio Alterações em Curso na Contabilidade Brasileira 23 e 24 de Maio Alterações em Curso na Contabilidade Brasileira

38 38


Carregar ppt "1 OS CONCEITOS E ESFORÇOS DA BM&FBOVESPA PARA ESTIMULAR A LISTAGEM DE EMPRESAS DE MENOR PORTE José Antonio Gragnani 31/Mar/2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google