A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 O Papel do BNDES na Recuperação da Competitividade Industrial na Área de TICs Rafael Oliva Assessor da Presidência do BNDES 19 de setembro de 2007 Conferência.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 O Papel do BNDES na Recuperação da Competitividade Industrial na Área de TICs Rafael Oliva Assessor da Presidência do BNDES 19 de setembro de 2007 Conferência."— Transcrição da apresentação:

1 1 O Papel do BNDES na Recuperação da Competitividade Industrial na Área de TICs Rafael Oliva Assessor da Presidência do BNDES 19 de setembro de 2007 Conferência Nacional Preparatória de Comunicações

2 2 Estrutura da Apresentação 1.Desenvolvimento e Competitividade da Indústria de Telecomunicações no Brasil: Desafios e Oportunidades 2.O Papel do BNDES no Incremento da Competitividade do Setor de Telecomunicações

3 3 Quadro atual Indústria de Equipamentos demanda doméstica fortemente atendida por importações: equipamentos, partes, peças e componentes fabricação local: concentrada em etapas de menor intensidade tecnológica P&D: restrito e concentrado em software (apropriação de incentivos da Lei de Informática) PMEs tecnologia nacional: especialização em nichos de mercado Software e Serviços especializados TI: em expansão, com perspectivas muito favoráveis de crescimento

4 4 Desafios 1. Promover internalização de etapas de fabricação mais relevantes 2. Ampliar espaços para tecnologias nacionais 3. Impulsionar crescimento dos setores de software e serviços especializados em TI oferta doméstica e exportações 4. Elevar esforço tecnológico local

5 5 Vetores de Expansão do Mercado Tecnológicos: Avanço da convergência tecnológica demanda por atualização e modernização das plataformas existentes possibilidade de ampliação de atividades de empresas de nicho: maior flexibilidade de adequação a mudanças de mercado Introdução e difusão de novas tecnologias (WiMAX, TV Digital, 3G...)

6 6 Vetores de Expansão do Mercado Sociais: Aumento da massa salarial: 9,8% em 2006 Melhor distribuição de renda Mercado consumidor em aceleração e com enorme potencial de crescimento 12,0 milhões de computadores em 2006 (22,1% das residências) - 9,8 milhões em ,8 milhões de usuários Banda Larga

7 7 Vetores de Expansão do Mercado Prioridade Governamental: Inclusão Digital Computador e Banda Larga para todos Utilização mais intensiva das TICs (Tecnologias de Informação e Comunicação) em benefício da população: Saúde Educação Serviços Públicos. Compras do Governo

8 8 Expansão do Mercado e Convergência Tecnológica Momento favorável para fortalecer indústria e tecnologia locais: –Condições macroeconômicas pró-investimento –Vetores de crescimento e redefinição do perfil da demanda –Novos segmentos de mercado para equipamentos e serviços –Incorporação de leque mais amplo de faixas de renda ao mercado interno –Inclusão digital: oportunidade de utilização do poder de compra do Governo para estimular a produção e o desenvolvimento tecnológico locais Abertura de Janela de Oportunidades para o Brasil

9 9 Conversão dos Desafios em Oportunidades para o Brasil –Visão integrada e planejamento de longo prazo –Coordenação de diferentes atores e instituições: Estado, setor privado, sociedade civil –Mecanismos de financiamento (infra- estrutura, ampliação de capacidade e inovação) e capitalização das empresas Requisito: POLÍTICAS PÚBLICAS

10 10 1.Desenvolvimento e Competitividade da Indústria de Telecomunicações no Brasil: Desafios e Oportunidades 2. O Papel do BNDES no Incremento da Competitividade do Setor de Telecomunicações

11 11 Financiamento: linhas horizontais e setoriais

12 12 A atuação do BNDES: capitalização CRIATEC Fundo de investimento e apoio gerencial para MPEs inovadoras de capital semente Venture Capital Fundos de Private Equity Estímulo à abertura de empresas com práticas mais avançadas de Governança Corporativa: mercado de capitais

13 13 Ofertas Públicas Primárias e Secundárias Fundos de Private Equity Venture Capital Empresas Nascentes Start-Ups Semente Seed Mercado de Capitais Empresas Iniciantes Early Stage Empresas Emergentes Empresas Maduras Investidores Pessoa Física Angel Investor CRIATEC Abertura de Capital - IPO Programas Setoriais e Linhas de Financiamento à Inovação Instrumentos de capitalização e ciclo de vida das empresas

14 14 Atuação do BNDES : apoio à estruturação de projetos de microeletrônica Mercado Brasileiro Governo BNDES Parceiro Estratégico em Semicondutores Tamanho, potencial de crescimento, demanda por funcionalidades Novas frentes de expansão da demanda Plataforma alternativa de exportação Incentivos Fiscais, Garantias, Iniciativas de P&D Disponibilidade e Confiabilidade de infra-estrutura e logística Regulamentação Coordenação de iniciativas de inclusão digital Compartilhamento de risco Participação acionária Financiamento Transferência e desenvolvimento local de tecnologia Expertise operacional Acesso ao mercado internacional

15 15 Estruturação de Projetos Novo conceito, aplicável ao setor de TICs Sem prejuízo do fortalecimento e aperfeiçoamento das linhas de financiamento já existentes Exemplos: Ampliação do escopo de atuação do PROSOFT: agosto de 2007 Redução da TJLP para 4,5% em projetos de P&D

16 16 Principais desafios para o BNDES Reforço e ampliação da atuação no financiamento e capitalização das empresas produtoras de equipamentos/serviços de TICs Desenvolvimento e difusão de novas modalidades financeiras Captura e estruturação de projetos alinhados com as macro-prioridades do BNDES: Desenvolvimento da Infra-estrutura Ampliação da Capacidade Instalada Inovação Mix de instrumentos de financiamento, capitalização e compartilhamento de risco

17 17 Considera ç ões Finais Há uma janela de oportunidades para o fortalecimento do setor, ampliação da produção, valor agregado e conteúdo tecnológico locais O momento é oportuno: condições macroeconômicas pró- investimento O BNDES possui escala e recursos para apoiar o setor privado em grandes projetos de investimento O BNDES tem linhas para apoio à inovação em várias frentes: centros de P&D, incubadoras e empresas inovadoras

18 18 Desempenho do BNDES: até agosto de 2007 Aprovações superam desembolsos em cerca de R$ 30 bilhões, o nível mais elevado desde meados dos 80 BNDES – Aprovações e Desembolsos (Em 12 meses)

19 19 O Papel do BNDES na Recuperação da Competitividade Industrial na Área de TICs Rafael Oliva Assessor da Presidência do BNDES 19 de setembro de 2007


Carregar ppt "1 O Papel do BNDES na Recuperação da Competitividade Industrial na Área de TICs Rafael Oliva Assessor da Presidência do BNDES 19 de setembro de 2007 Conferência."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google