A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Avaliação do efeito de diferentes fontes de sacarose na longevidade e fecundidade de indivíduos adultos de Aedes aegypti (Linnaeus, 1762) (Diptera: Culicidae).

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Avaliação do efeito de diferentes fontes de sacarose na longevidade e fecundidade de indivíduos adultos de Aedes aegypti (Linnaeus, 1762) (Diptera: Culicidae)."— Transcrição da apresentação:

1 Avaliação do efeito de diferentes fontes de sacarose na longevidade e fecundidade de indivíduos adultos de Aedes aegypti (Linnaeus, 1762) (Diptera: Culicidae). Ciência da Saúde Thiago N. Pereira, Josiane S. Prophiro PUIC Ciências Biológicas – Tubarão -SC. Introdução A dieta sanguínea é essencial para a produção dos ovos. No entanto, uma refeição de açúcar é mais eficiente para a síntese das reservas energéticas (Clements, 1992). A ingestão de açúcares serve não apenas como combustível inicial para a produção de ovos, mas também supre a energia necessária para o vôo, permitindo, desta forma, a busca por uma alimentação sanguínea e por reservatórios para a oviposição. A dieta de carboidratos prolonga de forma notável a longevidade dos mosquitos. Além disso, estes insetos podem armazenar o excesso de carboidratos na forma de glicogênio, e, uma vez atingido o limiar de seu armazenamento, os açúcares ingeridos são utilizados para a síntese de lipídeos. Objetivos Avaliar a influência de diferentes fontes de sacarose na longevidade e fecundidade de indivíduos adultos de Aedes aegypti (Linnaeus, 1762) (Diptera: Culicidae). Metodologia Para realização dos bioensaios foram utilizados, adultos provenientes de ovos de uma colônia de Ae. aegypti linhagem Rockefeller, do laboratório de Imunoparasitologia da Universidade do Sul de Santa. Bioensaios: Em três gaiolas (G1, G2 e G3),foram acondicionados (N) indivíduos fêmeas. No interior de cada gaiola (G1, G2 e G3) foram fornecidos como alimento uma solução de mel na concentração 5%. Já na G2, além do mel a 5%, foi oferecido em uma placa de petri com uma porção de Malus sp. (Maça) e na G3 uma porção de Musa sp. (Banana). Sendo essas substituídas a cada 72. Alimentação sanguínea será ofertada semanalmente, durante quinze minutos. Preparo da solução e fontes de sacarose: A solução contendo mel,foi pesado e dissolvido em água na concentração de 5%. Como fontes de sacarose foram disponibilizado uma porção de Malus sp. (maça) e Musa sp. (banana). Sendo estas s obtidas, semanalmente, em locais de venda (sacolão) no município de Tubarão, Santa Catarina. Resultados De acordo com Hien (1976), a quantidade dos ovos colocados está associada a condições como: idade fisiológica, peso após emergência da fêmea e também do volume ingerido de sangue. Em média, uma fêmea produz cerca de 120 ovos. Deste modo a dieta sanguínea é essencial para a produção dos ovos.No entanto, uma refeição de açúcar é mais eficiente para a síntese das reservas energéticas (Clements, 1992). Porem em relação a número de ovos, segundo Foster (1995), a presença de açúcar na alimentação das fêmeas pode influenciar sua fecundidade. Em laboratório era oferecido alimento sangüíneo em abundância às fêmeas,assim como as fontes de sacarose, ou seja, elas não necessitaram sair em busca do hospedeiro sofrendo as intempéries. Assim, na maior parte das vezes as fêmeas se ingurgitaram completamente e ao analisar essas Conclusões Com base nos resultados foi possível observar a alteração fisiológica que a Musa sp (banana) pode exercer como fonte exclusiva de sacarose, tendo a capacidade de influenciar no aumento numérico de ovos na ovoposição de fêmeas de Aedes aegypti. Porem quando falado em longevidade a Musa sp (banana) acabou não se sobressaindo sobre a Malus sp,cuja apresentou um numero de 10% a menos na mortalidade quando comparada ao mel e Musa sp. Bibliografia CLEMENTS, A. N. (1992) The biology of mosquitoes. Development, nutrition and reproduction, vol 1. Chapman & Hall, London, 532 p. Hien DS. Biology of Aedes aegypti (L., 1762) and Aedes albopictus (Skuse, 1895) Diptera, Culicidae: the gonotrophic cycle and oviposition. Acta Parasit Pol. 1976;24(6): Foster WA. Mosquito sugar feeding and reproductive energetics. Ann Rev Entomol. 1995;40: Apoio Financeiro: Unisul Fig.1A representando o número de mortalidade, dos diferentes tipos de sacarose Fig.1 B corresponde ao numero de ovos postos por fêmeas de Aedes aegypti que tiveram como alimento Mel,Musa sp e Malus sp.


Carregar ppt "Avaliação do efeito de diferentes fontes de sacarose na longevidade e fecundidade de indivíduos adultos de Aedes aegypti (Linnaeus, 1762) (Diptera: Culicidae)."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google