A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A R EFORMA R ELIGIOSA DO SÉCULO XVI. Tópicos 1. Principais razões da Reforma 2. Martinho Lutero e a Reforma Protestante 3. O Calvinismo 4. O Anglicanismo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A R EFORMA R ELIGIOSA DO SÉCULO XVI. Tópicos 1. Principais razões da Reforma 2. Martinho Lutero e a Reforma Protestante 3. O Calvinismo 4. O Anglicanismo."— Transcrição da apresentação:

1 A R EFORMA R ELIGIOSA DO SÉCULO XVI

2 Tópicos 1. Principais razões da Reforma 2. Martinho Lutero e a Reforma Protestante 3. O Calvinismo 4. O Anglicanismo 5. A Contrareforma e a Reforma Católica

3 A R EFORMA R ELIGIOSA DO SÉCULO XVI 1. As principais razões da Reforma religiosa A Igreja era um empecilho à unificação territorial pois era grande detentora de terras; A Igreja combatia a burguesia, o comércio e a prática da usura (cobrança de juros);

4 A S PRINCIPAIS RAZÕES DA R EFORMA RELIGIOSA ( CONTINUAÇÃO ) Existia um ambiente de crítica e insatisfação da população com o clero devido: A vida desregrada e imoral de muitos religiosos; Aos altos impostos e a acumulação de riquezas do clero; ao abandono da instrução religiosa dos fiéis; a falta de instrução e ao baixo grau de formação dos padres; venda de cargos eclesiásticos, de indulgências (perdão) e de relíquias sagradas.

5 A R EFORMA R ELIGIOSA DO SÉCULO XVI 2. Martinho Lutero e a Reforma Protestante

6 Em 1517, o frade alemão Martinho Lutero publica as 95 teses de Wittenberg; Em Lutero foi expulso da Igreja Católica e Carlos V expulsa Lutero do seu reino; No castelo de Wartburg, Lutero traduz o Novo testamento para o alemão; Na Alemanha, influenciados pelas idéias de Lutero, os anabatistas confiscaram terras de senhores feudais e da Igreja- Lutero os condena; Em 1529: Carlos V na dieta de Spira permite a prática do protestantismo em algumas regiões do seu Império.

7 A R EFORMA R ELIGIOSA DO SÉCULO XVI 2.1. Principais pontos da doutrina luterana: A Bíblia é a única fonte de fé e prática religiosa; A fé individual é a fonte de salvação; Livre leitura e interpretação da Bíblia; Substituição da transubstanciação pela consubstanciação; Defesa da livre comunicação entre Deus e o homem;

8 A R EFORMA R ELIGIOSA DO SÉCULO XVI 2.1. Principais pontos da doutrina luterana (continuação): Erradicação dos santos e do culto às imagens; Negação da sacralidade da Virgem Maria e da infalibilidade do papa; fim do celibato; Substituição do latim pelo uso dos idiomas nacionais; A Igreja se subordina ao Estado.

9 A R EFORMA R ELIGIOSA DO SÉCULO XVI 3. O Calvinismo A Reforma se espalha pela Europa e surgem outros reformadores. O principal deles é João Calvino; Principais pontos do calvinismo: Predestinação da alma; Valorização do trabalho, da poupança e da livre iniciativa para o cristão se afastar do pecado; Não condena as práticas mercantis vigentes: a usura, o lucro e o comércio; As idéias de Calvino são bem aceitas pela burguesia e se espalharam pela Europa. Principalmente na França (huguenotes), na Escócia (presbiterianos), na Inglaterra (puritanos). Calvinistas também se espalham pela Holanda, Bélgica, Escandinávia

10 A R EFORMA R ELIGIOSA DO SÉCULO XVI 5. O Anglicanismo na Inglaterra Em 1534 Henrique se declara líder da Igreja na Inglaterra devido motivos pessoais (divórcio) e políticos (diminuir importância da Igreja); Papa excomunga Henrique VIII; Henrique VIII toma os bens da Igreja; Criação da Igreja Anglicana: doutrina protestante e estrutura eclesiástica episcopal com o rei como líder da Igreja;

11 A R EFORMA R ELIGIOSA DO SÉCULO XVI 6. A Contrarreforma e a Reforma Católica O protestantismo provoca uma reação da Igreja Católica conhecida como Contrarreforma Principais reações: Criação da Companhia de Jesus (Inácio de Loyola): expansão missionária, valorização do ensino e moralização do clero; Concílio de Trento ( ) reunião que reafirma os seguintes credos católicos: Salvação pela fé e pelas boas obras; Culto a Virgem, aos santos, as imagens, ao purgatório, a infalibilidade do papa, do celibato do clero; Proibição da venda de indulgências.

12 A R EFORMA R ELIGIOSA DO SÉCULO XVI Principais reações(continuação): Criação do Tribunal do Santo Ofício (Inquisição): lista de livros proibidos (Congregação do Índex), julgamento e condenação de casos de desvios na fé católica (torturas, mortes, humilhações) No século XVI e XVII surgem guerras entre católicos e protestantes, perseguições de ambos os lados


Carregar ppt "A R EFORMA R ELIGIOSA DO SÉCULO XVI. Tópicos 1. Principais razões da Reforma 2. Martinho Lutero e a Reforma Protestante 3. O Calvinismo 4. O Anglicanismo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google