A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PLANTÃO DE VÉSPERA QUÍMICA - 01 PROFESSOR BARÃO. SOLUÇÕES DISPERSÕES: DISPERSÕES: SOLUÇÕES VERDADEIRAS; SOLUÇÕES VERDADEIRAS; COLÓIDES; COLÓIDES; SUSPENSÕES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PLANTÃO DE VÉSPERA QUÍMICA - 01 PROFESSOR BARÃO. SOLUÇÕES DISPERSÕES: DISPERSÕES: SOLUÇÕES VERDADEIRAS; SOLUÇÕES VERDADEIRAS; COLÓIDES; COLÓIDES; SUSPENSÕES."— Transcrição da apresentação:

1 PLANTÃO DE VÉSPERA QUÍMICA - 01 PROFESSOR BARÃO

2 SOLUÇÕES DISPERSÕES: DISPERSÕES: SOLUÇÕES VERDADEIRAS; SOLUÇÕES VERDADEIRAS; COLÓIDES; COLÓIDES; SUSPENSÕES. SUSPENSÕES.

3 SOLUÇÕES INSATURADAS; INSATURADAS; SATURADAS / CORPO DE FUNDO; SATURADAS / CORPO DE FUNDO; SUPERSATURADAS. SUPERSATURADAS.

4 UNIDADES DE CONCENTRAÇÃO C – CONCENTRAÇÃO COMUM: msot – 1Lsol. C – CONCENTRAÇÃO COMUM: msot – 1Lsol. M – MOLARIDADE – nsot – 1Lsol. M – MOLARIDADE – nsot – 1Lsol. d – DENSIDADE – msol – 1Lsol. d – DENSIDADE – msol – 1Lsol. C = M. MM =. d* C = M. MM =. d*

5 DILUIÇÃO C 1 V 1 = C 2 V 2. C 1 V 1 = C 2 V 2. M 1 V 1 = M 2 V 2. M 1 V 1 = M 2 V 2.

6 TITULAÇÃO H 2 SO 4 + 2NaOH Na 2 SO 4 + H 2 O H 2 SO 4 + 2NaOH Na 2 SO 4 + H 2 O V ? V ? M

7 PROPRIEDADES COLIGATIVAS QUANTIDADE DE SOLUTO: QUANTIDADE DE SOLUTO: TONOSCOPIA – ABAIXAMENTO DA PMV; TONOSCOPIA – ABAIXAMENTO DA PMV; EBULIOSCOPIA – AUMENTO DA TE; EBULIOSCOPIA – AUMENTO DA TE; CRIOSCOPIA – DIMINUIÇÃO DA TC; CRIOSCOPIA – DIMINUIÇÃO DA TC; OSMOSMETRIA. OSMOSMETRIA.

8 TERMOQUÍMICA REAÇÕES ENDOTÉRMICAS ( H>0) REAÇÕES ENDOTÉRMICAS ( H>0)

9 TERMOQUÍMICA REAÇÕES EXOTÉRMICAS ( H<0) REAÇÕES EXOTÉRMICAS ( H<0)

10 LEI DE HESS C(s) + 1/2 O 2 CO H1 C(s) + 1/2 O 2 CO H1 CO 2 CO + 1/2 O 2 H2 CO 2 CO + 1/2 O 2 H2 CALCULE O H DA REAÇÃO: CALCULE O H DA REAÇÃO: C(s) + O 2 CO 2 H = ? C(s) + O 2 CO 2 H = ?

11 CINÉTICA QUÍMICA Vm = n/ T. Vm = n/ T. COMPLEXO ATIVADO E ENERGIA DE ATIVAÇÃO. COMPLEXO ATIVADO E ENERGIA DE ATIVAÇÃO.

12 FATORES QUE INFLUEM A VELOCIDADE DE UMA REAÇÃO TEMPERATURA. TEMPERATURA. PRESSÃO. PRESSÃO. SUPERFÍCIE DE CONTATO. SUPERFÍCIE DE CONTATO. CONCENTRAÇÃO DE REAGENTES. CONCENTRAÇÃO DE REAGENTES.

13 CATALISADORES

14 EQUILÍBRIO QUÍMICO A + B C + D A + B C + D Vd = Vi Vd = Vi

15 CONSTANTE DE EQUILÍBRIO Kc = P/R. Kc = P/R. Kp = P/R. Kp = P/R. OBS: NÃO ESQUECER DE ELEVAR O COEFICIENTE AO EXPOENTE. OBS: NÃO ESQUECER DE ELEVAR O COEFICIENTE AO EXPOENTE.

16 PRINCÍPIO DE LÊ CHATELIER [ ] – FAVORECE O LADO OPOSTO. [ ] – FAVORECE O LADO OPOSTO. [ ] – FAVORECE O MESMO LADO. [ ] – FAVORECE O MESMO LADO. P – MENOR VOLUME. P – MENOR VOLUME. P – MAIOR VOLUME. P – MAIOR VOLUME. T – EXOTÉRMICO. T – EXOTÉRMICO. T – ENDOTÉRMICO. T – ENDOTÉRMICO.

17 CONSTANTE DE IONIZAÇÃO Ka = ÁCIDOS. Ka = ÁCIDOS. Kb = BASES. Kb = BASES. OBS: QUANTO MAIOR O VALOR DE Ka OU Kb, MAIS FORTE SERÁ O ÁCIDO OU A BASE. OBS: QUANTO MAIOR O VALOR DE Ka OU Kb, MAIS FORTE SERÁ O ÁCIDO OU A BASE.

18 PRODUTO IÔNICO DA ÁGUA [H + ]. [OH - ] = [H + ]. [OH - ] = LOGO, TEMOS: pH + pOH = 14 pH + pOH = 14 pH = - log [H + ] pH = - log [H + ] pOH = - log [OH - ] pOH = - log [OH - ]

19 ESCALA DE pH

20 PRODUTO DE SOLUBILIDADE (kps) Al 2 (SO 4 ) 3 2Al SO 4 -2 Al 2 (SO 4 ) 3 2Al SO 4 -2 Kps = [Al +3 ] 2. [SO 4 -2 ] 3 Kps = [Al +3 ] 2. [SO 4 -2 ] 3

21 NOX 1ª REGRA: 1ª REGRA: SOMA DO NOX DE UMA MOLÉCULA É SEMPRE IGUAL A ZERO. 2ª REGRA: 2ª REGRA: SUBSTÂNCIA SIMPLES: NOX = ZERO. 3ª REGRA: 3ª REGRA: ÍON SIMPLES: NOX = CARGA DO ÍON

22 NOX 4ª REGRA: 4ª REGRA: FAMÍLIA 1A: NOX = +1. 5ª REGRA: 5ª REGRA: FAMÍLIA 2A: NOX = +2. 6ª REGRA: 6ª REGRA: FAMÍLIA 3A: NOX = +3.

23 NOX 7ª REGRA: 7ª REGRA: FAMÍLIA 7A: NOX = -1. (DIREITA) 8ª REGRA: 8ª REGRA: H: NOX = +1 (NÃO METAIS). H: NOX = -1 (METAIS). 9ª REGRA: 9ª REGRA: O: NOX = -2 (ÓXIDOS). O: NOX = -1 (PERÓXIDOS). O: NOX = -1/2 (SUPEROXIDOS).

24 ÓXIDO REDUÇÃO Oxidação. Oxidação. Perde elétrons. Perde elétrons. Aumenta carga (nox). Aumenta carga (nox). Redutor. Redutor.

25 ÓXIDO REDUÇÃO Redução. Redução. Ganha elétrons. Ganha elétrons. Diminui carga (nox). Diminui carga (nox). Oxidante. Oxidante.

26 PILHAS (DANIELL)

27 ELETRÓLISE ÍGNEA / SOLUÇÃO AQUOSA. ÍGNEA / SOLUÇÃO AQUOSA. CÁTODO – CÁTION. CÁTODO – CÁTION. ÂNODO – ÂNION. ÂNODO – ÂNION.

28 ELETRÓLISE 1 F – 1 mol elétrons – 96500C 1 F – 1 mol elétrons – 96500C RELAÇÕES: RELAÇÕES: Q = i. t Q = QUANTIDADE DE CARGA (C) i = CORRENTE ELÉTRICA (A) t = TEMPO (s)

29 RADIOATIVIDADE ALFA ( 2 4 ) ALFA ( 2 4 ) BETA ( 1 b 0 ) BETA ( 1 b 0 ) GAMA ( 0 0 ) GAMA ( 0 0 )

30 RADIOATIVIDADE TEMPO DE MEIA-VIDA: TEMPO DE MEIA-VIDA: (PERÍODO DE SEMIDESINTEGRAÇÃO)

31 RADIOATIVIDADE FISSÃO NUCLEAR: É a quebra do núcleo de um átomo instável em dois menores e mais leves, como por exemplo, após a colisão da partícula nêutron no mesmo. Esse processo pode ser rotineiramente observado em usinas nucleares e/ou em bombas atômicas. FISSÃO NUCLEAR: É a quebra do núcleo de um átomo instável em dois menores e mais leves, como por exemplo, após a colisão da partícula nêutron no mesmo. Esse processo pode ser rotineiramente observado em usinas nucleares e/ou em bombas atômicas.

32

33

34 RADIOATIVIDADE FUSÃO NUCLEAR: É o processo no qual dois ou mais núcleos atômicos se juntam e formam um núcleo maior. A fusão nuclear requer muita energia para acontecer, e geralmente liberta muito mais energia que consome. Esse processo ocorrem nas estrelas e no sol. FUSÃO NUCLEAR: É o processo no qual dois ou mais núcleos atômicos se juntam e formam um núcleo maior. A fusão nuclear requer muita energia para acontecer, e geralmente liberta muito mais energia que consome. Esse processo ocorrem nas estrelas e no sol.

35


Carregar ppt "PLANTÃO DE VÉSPERA QUÍMICA - 01 PROFESSOR BARÃO. SOLUÇÕES DISPERSÕES: DISPERSÕES: SOLUÇÕES VERDADEIRAS; SOLUÇÕES VERDADEIRAS; COLÓIDES; COLÓIDES; SUSPENSÕES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google