A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Que Futuro para a Indústria Portuguesa? Luís Filipe Pereira 15 de Dezembro de 2005 CUF – O Maior Grupo Químico Português.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Que Futuro para a Indústria Portuguesa? Luís Filipe Pereira 15 de Dezembro de 2005 CUF – O Maior Grupo Químico Português."— Transcrição da apresentação:

1 Que Futuro para a Indústria Portuguesa? Luís Filipe Pereira 15 de Dezembro de 2005 CUF – O Maior Grupo Químico Português

2 Enquadramento CUF é o maior grupo químico português Volume de negócios de cerca de 400 M Volume de exportações de mais de 250 M Mais de colaboradores Redes de distribuição em Portugal e Espanha Complexos industrias em Estarreja, Lavradio, Alverca, Setúbal e Pontevedra Accionista e gestor do líder do mercado de adubos em Marrocos - Cloro - Explosivos - Ureia - Soda cáustica - Adubos - Amoníaco - Anilina

3 Estarreja Pombal Madrid Pontevedra Lavradio Alverca Lisboa Loulé Aljustrel Principais localizações Marrocos - Fertima

4 Processo de Reestruturação Reestruturação recente após alienação da FISIPE Concentração de esforços e maior focalização nos negócios com maior crescimento em valor nos últimos anos - Adubos - Químicos Industriais Separação dos negócios non-core numa plataforma distinta Concentração das funções corporativas ao nível da holding CUF Focalização das empresas nas operações – produção e comercialização Novo modelo de governo Mudança de atitude e de paradigma

5 Impactos da Reestruturação Melhor aproveitamento das sinergias entre negócios Optimização dos custos operacionais Maior capacidade de criação de valor Criação de nova plataforma com indicadores de negócio robustos

6 Nova configuração CUF JOSÉ DE MELLO, SGPS CUF, SGPS ADP Químicos Industriais Adubos de Portugal Amoníaco Portugal Sopal Intergal (Espanha) Fertima (Marrocos) ADP Internacional Quimigal Aquatro AQP Renoeste Elnosa (Espanha) Nutriquim Quimitécnica.com

7 Desafios CUF Consolidar liderança do mercado nacional de adubos (quota de 60%) e reforçar presença em Espanha (representa 45% da vendas de adubos) Duplicar a capacidade de produção na fileira de poliuretanos do Complexo Industrial de Estarreja Maior envolvimento com a Dow Chemical, Air Liquide, BASF e Bayer Desenvolvimento de política de parcerias estratégicas com GALP e outras distribuidoras de combustíveis em Portugal para a comercialização do ADP Blue Desenvolvimento de um cluster petroquímico –Interligação Complexo do Lavradio/Refinaria da GALP em Sines –Interligação Complexo do Estarreja/Refinaria da GALP em Matosinhos Política de internacionalização selectiva – Brasil, Norte de África e Leste Europeu

8 Desafios CUF – Como fazer Fortes investimentos Responsabilidade Social e Ambiental –Prémio CEFIC 2005 atribuído ao PACOPAR (Estarreja) –Portugal e Noruega são os dois únicos países europeus que já não utilizam mercúrio na produção de cloro Esforço permanente em Investigação e Desenvolvimento –Lançamento continuado de novos produtos pela ADP –Tecnologia própria de produção de anilina Químicos Industriais Adubos Químicos Industriais Adubos 15,535,3138,860,8250, (M) (M) Total (M)

9 Dimensão Económica CUF Indicadores(M) Proveitos Operacionais319,7382,0 EBITDA31,143,3 EBITDA %9,7%11,3% Resultados Líquidos8,712,1 Activos Líquidos314,2316,2 Nº de Pessoas

10 A Pergunta ESTARÃO OS GRANDES GRUPOS NACIONAIS A ABANDONAR O SECTOR INDUSTRIAL?

11 A Nossa Resposta CUF é o maior grupo químico português CUF é a única plataforma industrial portuguesa com condições de base para ajudar a promover um cluster químico e petroquímico CUF integra um grupo económico com forte tradição e vocação industrial – Grupo José de Mello CUF integra um grupo económico que é accionista de referência da maior empresa industrial portuguesa nas áreas da energia, transportes e serviços (EFACEC)


Carregar ppt "Que Futuro para a Indústria Portuguesa? Luís Filipe Pereira 15 de Dezembro de 2005 CUF – O Maior Grupo Químico Português."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google