A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Revisão Eletricidade básica CORRENTE ELÉTRICA Matéria É tudo aquilo que possui massa e ocupa lugar no espaço.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Revisão Eletricidade básica CORRENTE ELÉTRICA Matéria É tudo aquilo que possui massa e ocupa lugar no espaço."— Transcrição da apresentação:

1

2 Revisão Eletricidade básica CORRENTE ELÉTRICA

3 Matéria É tudo aquilo que possui massa e ocupa lugar no espaço.

4 Dividindo a água

5 Examinando-a Encontramos sua menor partícula

6 Molécula Menor parte da matéria que ainda conserva suas características.

7 Uma molécula de água

8 UM ÁTOMO DE OXIGÊNIO E DOIS ÁTOMOS DE HIDROGÊNIO Uma molécula de água H 2 O

9 NÚCLEO CONTENDO PRÓTONS E NÊUTRONS. E ELETROSFERA COM SEUS ELÉTRONS. Os átomos são formados de:

10 NÊUTRONS:NÃO POSSUEM CARGAS ELÉTRICAS PRÓTONS:POSSUEM CARGAS POSITIVAS ELÉTRONS:POSSUEM CARGAS NEGATIVAS

11 N N ELEMENTOS NEUTROS OU SEM CARGA, NADA ACONTECE

12 CARGAS IGUAIS

13 - -

14 + - CARGAS DIFERENTES

15 + -

16 Um átomo possui várias órbitas, cada órbita contém uma quantidade de elétrons.

17 Átomos com : Poucos elétrons na última camada são condutores. Têm facilidade de perder elétrons.

18 Átomos com : Muitos elétrons na última camada são isolantes. Tem facilidade de receber elétrons.

19 ÁTOMO DE SELÊNIO ( Mica ) ÁTOMO DE SELÊNIO ( Mica ) ÁTOMO DE COBRE

20 No átomo de um material (considerado condutor), os elétrons da última camada (elétrons livres), ficam trocando constantemente de átomo.

21 Se aproximarmos um pólo positivo de um lado e um negativo de outro:

22 + -

23 + - Estes elétrons passam a ter um movimento ordenado, dando origem à corrente elétrica.

24 Unidade de medida da corrente elétrica AMPÈRE (A).

25 Múltiplos e submúltiplos Para valores elevados, utilizamos os múltiplos e para valores muito baixos, os submúltiplos.

26 A kA MA GA nA A mA Para descer um degrau, caminhe com a vírgula 3 casas à direita Para subir um degrau, caminhe com a vírgula 3 casas à esquerda

27 0,023 0, =23 mAA =62,5 mAA =0,2 kA A =6,6 kA A

28 Corrente elétrica - é o movimento ordenado dos elétrons no interior de um condutor. Símbolo - I (intensidade de corrente elétrica) Unidade - ampère (A)

29 Como obter uma corrente elétrica? Para obtermos uma corrente elétrica precisamos de um circuito elétrico

30 Circuito elétrico Para obtermos um circuito elétrico, são necessários três elementos:

31 São eles: Gerador, Condutor e Carga.

32 GERADOR Orienta o movimento dos elétrons CONDUTOR Assegura a transmissão da corrente elétrica. CARGA Utiliza a corrente elétrica (transforma em trabalho)

33 Para que haja corrente elétrica é necessário que o circuito esteja fechado. Gerador Carga

34 Introduzimos um interruptor para abrir e fechar o circuito Gerador Carga

35 Gerador Carga ABERTO

36 Gerador Carga FECHADO

37 Gerador Carga ABERTO

38 Gerador Carga FECHADO

39 Aparelho de medida da corrente elétrica

40 A Amperímetro O amperímetro deve ser ligado em série com a carga.

41 A A Amperímetro

42 Cuidados na utilização do amperímetro

43 A A graduação máxima da escala maior que a corrente medida A leitura deve ser a mais próxima possível do meio da escala Ajustar o zero (sempre na ausência de corrente) Não mudar a posição de utilização do aparelho

44 A 0 10 Evitar choques mecânicos

45 Revisão Eletricidade básica TENSÃO

46 Faremos uma analogia com um circuito hidraúlico

47 TEMOS UMA DIFERENÇA DE NÍVEL DÁGUA Se abrirmos o registro

48

49

50 ...NÃO HÁ MAIS DESNÍVEL.

51 Para termos um movimento de água, é necessário um desnível de água (pressão). O mesmo acontece com os elétrons. Para que eles se movimentem, é necessário termos uma pressão elétrica.

52 À pressão exercida sobre os elétrons, chamamos de tensão elétrica ou d.d.p. (diferença de potencial).

53 Unidade de medida da tensão elétrica VOLT (V)

54 Tensão elétrica - é a pressão exercida sobre os elétrons livres para que estes se movimentem no interior de um condutor. Símbolo - V Unidade - VOLTS (V)

55 V kV MV GV nV V mV Múltiplos e Submúltiplos Para valores elevados, utilizamos os múltiplos e para valores muito baixos, os submúltiplos. Para descer um degrau, caminhe com a vírgula 3 casas à direita Para subir um degrau, caminhe com a vírgula 3 casas à esquerda

56 13,8 kV= V 34,5 kV= V 220 V= 0,22 kV 127 V= 0,127 kV

57 Aparelho de medida da tensão elétrica

58 V V O voltímetro deve ser ligado em paralelo com a carga.

59 Cuidados na utilização do voltímetro

60 V A graduação máxima da escala maior que a tensão medida A leitura deve ser a mais próxima possível do meio da escala Ajustar o zero (sempre na ausência de tensão) Não mudar a posição de utilização do aparelho

61 V 0 10 Evitar choques mecânicos

62 Revisão Eletricidade básica RESISTÊNCIA ELÉTRICA

63 Comparando as correntes ao aplicarmos a mesma tensão em duas lâmpadas diferentes

64 A 100 V VV 0,5 A

65 100 V A V

66 0,5 A 100 V A V 1 A

67 0,5 A 100 V V A 1 A

68 A 1ª lâmpada possui maior RESISTÊNCIA ELÉTRICA. 1,0 A 100 V 0,5 A 100 V A 2ª lâmpada possui menor RESISTÊNCIA ELÉTRICA.

69 A oposição oferecida à passagem da corrente elétrica chamamos de RESISTÊNCIA ELÉTRICA

70 Todas as cargas possuem uma resistência

71 que representaremos assim:

72 OHM ( ). Unidade de medida da resistência elétrica

73 Resistência elétrica É a oposição oferecida à passagem da corrente elétrica SÍMBOLO - R UNIDADE - OHM ( )

74 1 ohm é a resistência que permite a passagem de 1 ampère quando submetida a tensão de 1 volt

75 Múltiplos e submúltiplos Para valores elevados, utilizamos os múltiplos e para valores muito baixos, os submúltiplos

76 k M G n m Para descer um degrau, caminhe com a vírgula 3 casas à direita Para subir um degrau, caminhe com a vírgula 3 casas à esquerda

77 Aparelho de medida da resistência elétrica

78 Ohmímetro......ligado aos terminais da resistência.

79 Cuidados na utilização do ohmímetro

80 A leitura deve ser a mais próxima possível do meio da escala Ajuste do zero (curto-circuitar os terminais) Obedecer a posição de utilização indicada no aparelho

81 0 10 Evitar choques mecânicos

82 Revisão Eletricidade básica POTÊNCIA

83 Capacidade de produzir trabalho

84 200 kg50 kg Fazendo a analogia com duas pessoas as duas são capazes de realizar trabalho

85 Da mesma maneira as cargas elétricas possuem uma capacidade de produzir trabalho. A capacidade de produzir trabalho de uma carga elétrica é expressa em Watts

86 Potência da lâmpada Capacidade de produzir trabalho de 100 W Se for ligada a uma fonte de 127 V

87 Potência da lâmpada Capacidade de produzir trabalho de 100 W Se for ligada a uma fonte de 220 V

88 100 W 60 W 220 V Observemos o brilho das lâmpadas

89 A potência depende de outras grandezas R - Resistência V - Tensão I - Corrente Aplicando a tensão V na resistência R circula a corrente I

90 Assim temos: P = R x I 2 e P = V x I NOS APEGAREMOS MAIS À SEGUNDA

91 P P V V I I P = V x I ONDE:

92 A V P=100 x 2 = 200W

93 W 200 W No lugar do voltímetro e do amperímetro Utilizamos o WATTÍMETRO

94 Como vimos a leitura do wattímetro é igual ao produto V x I

95 BOBINA DE TENSÃO BOBINA DE CORRENTE LIGADA EM SÉRIE LIGADA EM PARALELO Constituição do wattímetro

96 A V W V=100 P = 500W P = 500W P = V x I I=5 A

97 Potência elétrica É a capacidade de produzir trabalho. SÍMBOLO - P UNIDADE - WATT (W)


Carregar ppt "Revisão Eletricidade básica CORRENTE ELÉTRICA Matéria É tudo aquilo que possui massa e ocupa lugar no espaço."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google