A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO INSTALAÇÕES INDUSTRIAIS Prof. Jorge Marques Aula 1 Apresentação da disciplina e conteúdo Introdução Luminotécnica.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ENGENHARIA DE PRODUÇÃO INSTALAÇÕES INDUSTRIAIS Prof. Jorge Marques Aula 1 Apresentação da disciplina e conteúdo Introdução Luminotécnica."— Transcrição da apresentação:

1 ENGENHARIA DE PRODUÇÃO INSTALAÇÕES INDUSTRIAIS Prof. Jorge Marques Aula 1 Apresentação da disciplina e conteúdo Introdução Luminotécnica

2 Apresentações Prof. Jorge Marques dos Anjos Tecnólogo em mecânica – processos de fabricação – Fatec-SP (Unesp). Especialista em Engenharia de Produção – ITCO-UEG. Mestrando em engenharia de produção – PUC-GO. Especialista em Gestão de Serviços – UnB. Administrador de Empresas – UFG. Consultor de empresas – produtividade e custos. Contatos: /

3 Plano de Ensino (veja plano completo no arquivo.doc) Ementa Luminotécnica. Instalações elétricas. Instalações hidráulicas. Instalações sanitárias. Instalações de águas pluviais. Instalações de gás canalizado. Captação e tratamento de águas. Estações de tratamento de esgoto industrial. Refrigeração. Ar condicionado e calefação. Instalações especiais (caldeiras, ar comprimido, nitrogênio liquido, etc...)

4 Plano de Ensino Conteúdo programático Iluminação industrial e instalações elétricas: elementos de projeto e dimensionamento de condutores elétricos, lâmpadas elétricas, iluminação de interiores, uso racional de energia, elementos de proteção e controle, leituras de plantas baixas. Instalações hidráulicas, leituras de plantas, identificação de elementos de projeto (válvulas e acessórios). Instalações de gás canalizado, normas e exigências de segurança, leitura de plantas.

5 Plano de Ensino Conteúdo programático Captação e tratamento de água: potabilidade, grandezas características das condições da água, tratamento de água para fins industriais. Instalações e tratamento de esgoto industrial, noções básicas, exigências ambientais, fossas sépticas e lagoas de decantação. Instalações de ar condicionado e refrigeração, aplicações da refrigeração e do ar condicionado, noções do ciclo termodinâmico de refrigeração.

6 Plano de Ensino Conteúdo programático Instalações de linhas de vapor. Instalações de ar comprimido. Instalações de gás combustível. Ventilação Industrial. Classificação de sistemas de ventilação. Ventilação geral. Ventilação local

7 Sistema de Avaliação 1ª Avaliação – PESO 4,0 (N1)2ª Avaliação – PESO 6,0 (N2)* Provas Escritas: (P1+P2)/2 Valor 7,0 Provas Escritas: (P3+P4)/2 Valor 7,0 Trabalhos teóricos e práticos - Valor 3,0 Total: 10,0 * Avaliação N2 poderá sofrer alterações para inclusão da nota da Avaliação Interdisciplinar.

8 Bibliografia CREDER. H. Instações elétricas. LTC CREDER. H. Instações hidraulicas e prediais. LTC. MACINTYRE. A.J.Instalações hidráulicas prediais e industriais. LTC. MAMEDE. J. F. Instalações elétricas industriais. LTC. MACINTYRE. J. F. Ventilação industrial. Guanabara. STOECCKER, W. F. Refrigeração e ar condicionado. McGrawHill

9 Datas de Provas (sujeitas a alterações) dia semanadia mês ter11/set P1 ter09/out P2 ter13/nov P3 sex14/dez P4

10 Luminotécnica Introdução Iluminação é essencial para as pessoas desenvolverem suas atividades Excesso ou falta de iluminação são prejudiciais As condições de iluminação do ambiente de trabalho são determinados pelo ministério do trabalho, segundo normas da ABNT

11 Mínimo para ambiente de trabalho150 lux Tarefas visuais simples e variadas (trabalho bruto) lux Observações contínuas de detalhes médios e finos (trabalho normal) lux Tarefas visuais contínuas e precisas (trabalho fino) lux O importante é iluminar bem, não iluminar demais Valores de iluminâncias estabelecidos na NBR 5413

12 Luminotécnica Conceitos e grandezas fundamentais FLUXO LUMINOSO ( Lumem ): é a potência de radiação total emitida por uma fonte de luz.

13 Fluxo Luminoso Obs.: os dois exemplos são de lâmpadas de 36 W, mas, de modelos (tecnologias) diferentes: tipo 54 e tipo 840

14 Conceitos e grandezas fundamentais É a relação entre o fluxo luminoso emitido por uma lâmpada e a potência elétrica desta lâmpada EFICIÊNCIA LUMINOSA

15 Luminotécnica Conceitos e grandezas fundamentais ILUMINÂNCIA OU ILUMINAMENTO: é a densidade de fluxo luminoso na superfície sobre a qual este incide. A unidade é o LUX, definido como o iluminamento de uma superfície de 1 m² recebendo de uma fonte puntiforme a 1m de distância, na direção normal, um fluxo luminoso de 1 lúmen, uniformemente distribuído. Lux = lm/m²

16 Exemplos de iluminância Dia ensolarado de verão lux Dia encoberto de verão lux Dia escuro de inverno lux Iluminação de rua 20 a 40 lux Noite de lua cheia 0,25 lux Luz de estrelas 0,01 lux.

17 Iluminâncias necessárias (NBR 5413)

18 Luminotécnica – conceitos e grandezas Índice de Reprodução de Cor - IRC O índice de reprodução de cor é baseado em uma tentativa de mensurar a percepção da cor avaliada pelo cérebro. O IRC é o valor percentual médio relativo à sensação de reprodução de cor

19 Valores típicos de IRC Tipo de lâmpadaIRC Incandescente100 Incandescente de halogênio 100 Gás xenônio98 Fluorescente76 Vapor metálico70 Vapor de mercúrio47 Vapores múltiplos80-95 Vapor de sódio35

20 Luminotécnica – conceitos e grandezas Vida útil média da lâmpada As tecnologias estão avançando rapidamente nesta área: as lâmpadas estão ficando mais eficientes e mais duráveis. É bom consultar fabricantes no momento de definição de projetos. Alguns valores típicos de vida média: Incandescente Longa Vida1.500 e h Fluorescente Compacta3.000 a h Fluorescente Regular 20 W7.500 h Fluorescente Regular 40 W h

21 Luminotécnica Influência da distância da fonte luminosa O fluxo luminoso reduz na proporção inversa do quadrado da distância da fonte iluminante.


Carregar ppt "ENGENHARIA DE PRODUÇÃO INSTALAÇÕES INDUSTRIAIS Prof. Jorge Marques Aula 1 Apresentação da disciplina e conteúdo Introdução Luminotécnica."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google